Aspectos psicológicos da enxaqueca

Aspectos psicológicos da enxaqueca

Atualizado em 10/07/2020
Por Marcelle Mattos

Aspectos psicológicos da enxaqueca

Atualizado em 10/07/2020
Por Marcelle Mattos
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Aspectos psicológicos da enxaqueca

Muito provavelmente, você que está lendo este texto já teve algum episódio de cefaleia ou sofre de enxaqueca. A cefaleia significa dor de cabeça, o que é diferente de enxaqueca. A enxaqueca é uma doença cerebral que tem como um dos seus sintomas a dor de cabeça ou cefaleia. As pessoas que têm enxaqueca têm uma hipersensibilidade cerebral, o que significa que o cérebro é mais sensível aos estímulos como barulhos, perfumes, luminosidades e alimentos. Essa sensibilidade anormal e hiper excitada é herdada geneticamente. 

A enxaqueca é o cérebro superestimulado, é uma sobrecarga de energia no cérebro que melhora com atitudes que diminuem os estímulos como baixar a intensidade da luz, dos sons ambientes e perfumes.

De cada 10 pessoas, 09 têm dor de cabeça e normalmente por mais de 180 dias por ano, 5% são mulheres e 3% homens. Ao contrário do que muitos acreditam, crianças também sentem dor de cabeça. Até os 7 anos de idade, 40% dos pequenos já tiveram dor de cabeça e até os 15 anos, 70% já tiveram algum tipo desta dor, segundo dados médicos.

Como muitas das crianças usam a estratégia de dormir quando estão com cefaléia – o que funciona para aplacar a dor – acabam por favorecer que os pais não atentem para a frequência da dor.

Apesar de a causa da enxaqueca ser neurológica e não psicológica, os pensamentos, as emoções e o modo de enxergar e de interpretar as situações podem piorar a dor. A catastrofização é uma distorção cognitiva muito comum em pessoas portadoras de enxaqueca, por exemplo, muitas vezes quando a dor é muito intensa, a pessoa pode achar que está tendo um AVC ou um aneurisma, o que pode fazer com que a crise seja potencializada, além de favorecer o aparecimento de um estado ansioso. Quanto mais catastrófico for o pensamento, maior o número de crises de enxaqueca, mais fortes elas serão e durarão por um tempo maior. 

A dor crônica leva a não querer fazer atividade física, o que leva ao sedentarismo, sensação de cansaço, alteração do sono, fadiga, piora do humor e mais dor. O que se torna um ciclo mantenedor da enxaqueca

O sono também é muito relacionado à enxaqueca. Dormir demais ou pouco, ter o sono interrompido, horários irregulares de dormir e acordar e qualidade pobre de sono são gatilhos que podem desencadear crises ou piorar a dor. Por exemplo, acordar com enxaqueca é um sinal de que o sono não foi bom, apesar de você talvez pensar que dormiu bem a noite toda. Os chamados micro despertares podem acontecer sem que se dê conta e então você acorda dizendo que não entende por que dormiu a noite toda e acordou cansado(a). É importante saber que é durante o sono que a atividade cerebral se reorganiza.

A ansiedade é relatada nas pesquisas como a condição psicológica que tem maior relação com a enxaqueca.

Segundo a Associação Brasileira de Cefaléia em Salvas e Enxaqueca, os sintomas mais comuns de ansiedade são: 

– Não ser capaz de parar ou controlar a preocupação;

– Dificuldade para relaxar;

terapia-online-casule-bannerPowered by Rock Convert

– Sentir-se ansioso, nervoso ou no limite;

– Preocupar-se muito com diversas coisas.

A depressão também se relaciona com a enxaqueca. Os sintomas físicos da depressão como fadiga, insônia, alteração no peso e dificuldade de concentração têm mais relação com a enxaqueca do que os sintomas psíquicos tais como tristeza, perda de interesse, alteração no apetite ou pensamentos relacionados à morte.

Os Sintomas comuns de depressão em quem tem enxaqueca, são:

– Mudança do apetite para mais ou para menos;

Sentir-se cansado ou com pouca energia;

– Dificuldade para iniciar ou manter o sono ou dormir demais.

A boa notícia é que pequenas mudanças no nível de ansiedade e depressão já fazem diferença na frequência e na intensidade da enxaqueca. A enxaqueca é um fator que influencia a depressão e a ansiedade assim como a depressão e a ansiedade influenciam o aparecimento de enxaqueca. É uma via de mão dupla.

Ansiedade e depressão estão mais associadas à enxaqueca com aura, que é relatada como assustadora, um sintoma que aparece antes da crise com sensações de formigamento, visão turva e pode durar até 1 hora. 

Enxaqueca e tratamento psicológico

O tratamento psicoterápico envolve melhorar a relação da pessoa com a própria dor, identificar o medo de novas crises o que gera ansiedade e alimenta o ciclo de dor, tratamento da ansiedade e depressão quando são comorbidades com a enxaqueca, identificar gatilhos e estressores, além da prevenção de crises promovendo um equilíbrio de afazeres diários, o estímulo de diferentes áreas do cérebro como aprender uma nova habilidade e hábitos saudáveis.

Técnicas de relaxamento são muito eficazes para prevenir crises e para serem praticadas no momento da dor, o que ativa o sistema nervoso parassimpático fazendo com que a atividade cerebral se acalme sendo possível melhorar a absorção do medicamento. 

banner-paisagem-ebook-manejo-da-ansiedade-v1.1-curtoPowered by Rock Convert
Casule Play

Aspectos psicológicos da enxaqueca

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Aspectos psicológicos da enxaqueca, você pode  agendar o seu horário clicando aqui.


Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Marcelle Mattos, aqui no Blog.
Psicóloga pós graduada em Terapia Cognitivo-comportamental. Atende adolescentes, adultos e idosos. Apaixonada pela psicologia e pelo que ela proporciona! Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Aspectos psicológicos da enxaqueca.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quero-emagrecer-por-onde-começo
Quero emagrecer, por onde começo?

Quero emagrecer, por onde começo?

Chás emagrecedores, dietas milagrosas, produtos caríssimos: quem de nós nunca recorreu a estes artifícios para emagrecer? No vídeo de hoje a nutricionista Isa Polastri traz três dicas de como iniciar e se manter nesse processo de maneira efetiva, com passos simples, leves e seguros.
Saúde-mental-e-as-redes-sociais
Saúde mental e as redes sociais

Saúde mental e as redes sociais

Existem muitas pesquisas que relacionam problemas de saúde mental, principalmente depressão e ansiedade, com o uso excessivo das redes sociais. E não é pra menos que este assunto se tornou corriqueiro nas rodas de conversa. Mas o que acontece para que um número...

treine sua assertividade
Treine sua assertividade

Treine sua assertividade

Muito se fala sobre os tipos de comportamentos e a importância dos modelos de comunicação, sejam eles passivo, assertivo ou agressivo, mas você já parou para pensar como você costuma se posicionar?
Por-que-alguns-casais-se-recuperam-de-uma-traição-e-outros,-não
Por que alguns casais se recuperam de uma traição e outros não?

Por que alguns casais se recuperam de uma traição e outros não?

Descobrir que os votos de fidelidade foram quebrados causa muita dor. Esse sentimento é forte porque a relação amorosa é uma das mais íntimas que estabelecemos e isso faz com que tudo o que é vivenciado nela seja muito intenso. A infidelidade é ser traído naquilo que é mais íntimo e que gera tanta expectativa, ao mesmo tempo em que começamos a nos questionar aonde nós falhamos e se fomos incompetentes em cuidar da relação.

Autoestima

Tenho recebido mensagens de pessoas dizendo que em meio a quarentena estão com a autoestima baixa, que por estarem em casa não estão se arrumando, e por isso, eu quero compartilhar com vocês uma história da minha filha...
Leia mais
Autoestima

Como identificar que seu filho precisa de psicoterapia?

A infância é uma fase marcada por transformações e crescimentos, tanto no âmbito físico quanto no emocional. É uma fase do desenvolvimento e maturação neurocognitiva de grande importância. A família precisa estar atenta as respostas comportamentais e emocionais. Os motivos para buscar a Psicoterapia na infância são diversos. A psicoterapia infantil é um caminho para ajudar a criança a lidar com essas questões. Estimular para que aprendam a lidar de forma funcional com o conjunto de emoções, pensamentos e comportamentos desencadeados nas mais diversas situações.
Leia mais
Como-identificar-que-seu-filho-precisa-de-psicoterapia

Alimentação pode minimizar os sintomas da menopausa

A menopausa é uma fase da vida das mulheres que pode trazer sintomas como ondas de calor, irritabilidade, ganho de peso, depressão, entre outros. A alimentação se torna importante no manejo destes sintomas e pode promover um bem-estar geral para as mulheres.
Leia mais
alimentação-pode-minimizar-os-sintomas-da-menopausa

Como lidar com a necessidade de controle?

A necessidade de controle é um mecanismo de enfrentamento utilizado por muitas pessoas que, normalmente,são perfeccionistas, inflexíveis, rígidas. O objetivo principal desse mecanismo é obter segurança e não se sentir vulnerável com os imprevistos.
Leia mais

Como resolver sua autoestima?

Nesse vídeo vou te fornecer um instrumento que vai te ajudar a solucionar seus problemas com a sua autoestima. Tá achando que é milagre? Não! O resultado vai depender das suas atitudes, porém será satisfatório.
Leia mais
Como-resolver-sua-autoestima

Como se posicionar?

Sabe aquela pessoa que sempre se comporta de forma rígida e agressiva? Você tem dificuldade em se posicionar quando isso acontece e acaba se sentindo constrangido ou com algum receio ou trava quando alguém te trata dessa forma? Se você quer aprender a se posicionar, esse vídeo é para você!
Leia mais

Ansiedade

O medo é um sentimento inato que nasce conosco. Já a ansiedade é um sentimento secundário oriundo do medo. Ela é um sentimento que todos nós temos, não há ninguém que tenha uma ansiedade zero. Assim sendo, a ansiedade basal de todos os seres humanos estão sempre maior que zero.
Leia mais

Como reduzir a celulite

A celulite é um processo de desestruturação em que a pele perde seu aspecto firme. Atualmente afeta cerca de 98% das mulheres de todo o mundo. Será que a alimentação pode contribuir na diminuição da celulite? A resposta é SIM e pode ser mais fácil do que você imagina! Assista ao vídeo completo e saiba como.
Leia mais
Como reduzir a celulite

Dicas para melhorar a sua Autoestima

Autoestima é uma auto avaliação positiva ou negativa, envolvendo o sentimento acerca de si próprio (como eu me sinto) e o autojulgamento a partir do que a sociedade impõe (como ''devo'' me sentir).
Leia mais
Dicas para melhorar a sua Autoestima
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This