Como saber se eu sou inseguro e o que fazer com a insegurança?

Atualizado em 01/07/2022
Por Caroline Oliveira

Como saber se eu sou inseguro e o que fazer com a insegurança?

Atualizado em 01/07/2022
Por Caroline Oliveira
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como saber se eu sou inseguro e o que fazer com a insegurança?

Você já teve pensamentos parecidos com: “eu não vou conseguir fazer isso”, “eu não sou boa o suficiente”, “será que serei criticado pela minha atitude?”, “porque não me destaco no trabalho”, “tenho medo de tomar a decisão errada”, pensamentos nessa categoria geram a sensação de impotência, um sentimento de medo que pode te paralisar e não deixar você seguir em frente. 

Nesse momento nos colocamos em uma posição de inferioridade e nos entregamos ao medo do fracasso, das críticas e da frustração. Nesse texto falarei um pouco sobre a insegurança, porque ela existe e darei algumas dicas para você conseguir lidar com ela.

O QUE É A INSEGURANÇA?

A insegurança é uma sensação conhecida por quase todas as pessoas, é um sentimento comum que pode ser experimentado em diversos momentos da vida, dependendo de cada um e de suas experiências anteriores.

As frases citadas anteriormente surgem nos nossos pensamentos de forma involuntária e nós nos permitimos acreditar nelas, fazendo com que elas se tornem verdades, que dificilmente vão ser colocadas a prova.

É um sentimento caracterizado pela sensação de mal-estar, além de nervosismo ou até mesmo ansiedade associada a ela, essa percepção negativa de si mesmo, faz a pessoa se enxergar como inexperiente, não preparada para tal situação e até mesmo vulnerável e/ou fragilizada.

PORQUE A INSEGURANÇA EXISTE?

Se você se identifica com o que foi falado até agora, pode estar se perguntando porque isso ocorre? O que nós pensamos sobre nós mesmos, tem ligação com nossas vivências e como nós percebemos elas, ou seja, a forma como absorvemos as experiências de vida faz com que tenhamos pensamentos sobre nossas capacidades e dificuldades.

Porém, é preciso ser realista, todas as pessoas possuem qualidades e defeitos, facilidades e dificuldades, atributos fortes e fracos, portanto esse sentimento que destrói a auto estima não possui fundamento. Isso é importante destacar, porque não necessariamente uma pessoa tem segurança em todas as esferas da sua vida.

Quando estamos falando de insegurança, falamos de um assunto muito amplo que engloba muitas situações, por exemplo, uma pessoa pode ser insegura no relacionamento afetivo com o parceiro, mas ter total segurança no trabalho. Alguém pode ter facilidade e segurança para falar em público, mas não consegue se comunicar com os pais. 

O QUE A INSEGURANÇA PODE ACARRETAR NA MINHA VIDA?

Esse misto de sensações criadas pelos pensamentos que geram a insegurança podem acarretar na perca de oportunidades, pois a pessoa insegura pode desistir de alcançar sonhos, objetivos, pode ter dificuldade em se destacar no trabalho ou ate de se relacionar com outras pessoas, tudo isso devido a sua insegurança.

Imaginem uma pessoa que tem o seguinte pensamento: “eu não vou conseguir fazer o que o meu chefe me pediu”, esse pensamento gera o sentimento de insegurança, que automaticamente gera medo, medo de fracassar, medo de decepcionar o outro. Nessa situação a pessoa poderia ficar paralisada e não tentar realizar a tarefa pedida pelo chefe, isso poderia gerar nela o pensamento “posso ser demitida” e automaticamente gerar uma ansiedade.

terapia-online-casule-banner

Assim, uma pessoa que é insegura pode ter dificuldades em assumir tarefas e ainda, se esquiva, ou seja, evita ter responsabilidades. A falta de segurança faz a pessoa se sentir inferior em relação a outras pessoas, tende a achar que as outras pessoas são melhores, tem medo de desapontar e de ser rejeitado ou criticado.

Alguns indícios de que você é uma pessoa insegura: 

1º – Você tem medo de tomar iniciativas, apesar de saber o que é necessário o medo te paralisa.

2º – Você prefere ficar mais isolada, as pessoas inseguras deixam de sair com medo de errar, de não serem aceitas pelo grupo de pessoas.

3º – Você precisa da opinião de terceiros para tomar as suas decisões, precisa saber o que as pessoas pensam antes de tomar uma atitude.

4º – Você tende a querer que tudo saia perfeito, a vontade de ser perfeito o tempo todo, pode estar relacionado a um sentimento de insegurança.

5º – Você tende a procrastinar, o medo de não realizar a tarefa direito faz com que você busque distrações para iniciar suas atividades.

6º – Você se sente inferior na maior parte do tempo independente da situação, desse modo você assume um papel de inferioridade e vive assim.

7º – Você tem medo de ser rejeitado, a aceitação por parte do outro é muito importante e você tem medo de não ser aceita pelo que é.

8º – Você tem dificuldade em dizer “não”, a insegurança e o medo de magoar o outro ou ter sua imagem afetada pelo “não” faz você dizer “sim” para tudo.

ALGUMAS DICAS DE COMO SE LIVRAR DA INSEGURANÇA:

O que fazer então para ter mais confiança e se sentir mais segura? Vou listar agora alguns pontos que podem te ajudar a lidar com sua insegurança:

  • Melhorar sua autoestima: faça um balanço dos seus pontos fortes, anote em um papel os seus talentos, características marcantes e habilidades, dessa forma você poderá acessar esses pontos sempre que se sentir inseguro e lembre-se todos nós temos pontos fracos e fortes.
  • Troque seus pensamentos negativos por pensamentos positivos: alguns pensamentos negativos interferem na maneira como nos enxergamos, como citado anteriormente, tente alterá-los para ficar mais confiante, por exemplo, ao invés de pensar “sou um fracasso por fazer tal coisa errada”, pense “sou um ser humano com outro qualquer, todo mundo erra, não é justo eu me culpar dessa forma”.
  • Evite fazer críticas a si mesmo: pensar de modo crítico diminuirá a sua autoestima e aumentará a sua insegurança, nossos pensamentos interferem em como nos sentimos, portanto, mudar os hábitos é importante, ao invés de pensar “sou idiota por ter dito aquilo, tente pensar “eu disse algo que não foi legal, mas todos cometem erros e ninguém reparou no que eu disse”.

ACHA QUE ESSE TEXTO É PARA VOCÊ? ENTÃO ATENÇÃO:

Você se identificou com o texto? Fez sentido para você o que está escrito? Diante disso, te convido a deixar um comentário sobre o assunto, o que mais te chamou atenção? Convido também para procurar psicoterapia caso tenha se identificado, é de extrema importância e relevância procurar ajuda quando não estamos nos sentindo bem. Eu posso te ajudar, entre em contato conosco e marque uma sessão.

Será um prazer te auxiliar nesse processo de autocuidado!

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Oi, meu nome é Caroline Oliveira sou Psicóloga Clínica, pós-graduanda em Terapia Cognitivo-Comportamental, cursando “Obesidade e Emagrecimento na Terapia Cognitivo-Comportamental” e especialista em “Terapia de Casal e de Relacionamentos”, atendo adolescentes, adultos, idosos e casais. Com meu trabalho busco auxiliar as pessoas a terem mais autoconhecimento e a terem mais saúde mental e qualidade de vida.
Casule Play

Como saber se eu sou inseguro e o que fazer com a insegurança?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Como saber se eu sou inseguro e o que fazer com a insegurança?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Caroline Oliveira, aqui no Blog.
Oi, meu nome é Caroline Oliveira sou Psicóloga Clínica, pós-graduanda em Terapia Cognitivo-Comportamental, cursando “Obesidade e Emagrecimento na Terapia Cognitivo-Comportamental” e especialista em “Terapia de Casal e de Relacionamentos”, atendo adolescentes, adultos, idosos e casais. Com meu trabalho busco auxiliar as pessoas a terem mais autoconhecimento e a terem mais saúde mental e qualidade de vida.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Como saber se eu sou inseguro e o que fazer com a insegurança?.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais

Você já parou para pensar no seu propósito de vida?

A autocobrança excessiva é entendida como uma super exigência que fazemos para nos disciplinar a alcançar um determinado objetivo. Porém, como o próprio nome já diz, a autocobrança é uma pressão interna, uma “voz” interna que é extremamente exigente com você e que não minimiza a cobrança apesar de qualquer situação.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This