A Saúde mental nos relacionamentos como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

Atualizado em 18/09/2020
Por Danilo Uba

A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

Atualizado em 18/09/2020
Por Danilo Uba
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

Aperte o play para escutar este conteúdo.

Quando falamos sobre os transtornos mentais, nos referimos a uma série de alterações significativas no que diz respeito aos aspectos cognitivos, emocionais e comportamentais dos indivíduos e que podem afetar qualquer pessoa durante algum momento de sua trajetória. É uma condição que muitas vezes interfere diretamente na capacidade do indivíduo de enfrentar problemas cotidianos e sentir prazer na vida.

Por isso, quando um transtorno mental entra em cena na relação pode não ser fácil para uns dos parceiros ter que lidar com as demandas que irão aparecer. Muitas vezes esse transtorno pode até ser negligenciado ou os parceiros discordarem entre si sobre o que deve ser feito e como cada um pode ajudar.  

Como cada transtorno terá sua particularidade e exigirá uma atenção diferente não entrarei em detalhes sobre algum em específico, e sim trazer aqui algumas dicas que podem te auxiliar de uma maneira geral. 

Não encare o transtorno do seu parceiro como uma falha de caráter. 

Não encare o transtorno do seu parceiro como uma falha de caráter

Quando lidamos com algum problema físico de nossos parceiros pode ser mais fácil de entende-los e procurar saber o que podemos fazer para ajudá-los. Por exemplo, se seu parceiro fez uma cirurgia ou está fazendo algum tratamento, podemos assumir algumas responsabilidades e ajudar no processo. 

No entanto, dificuldades emocionais e comportamentais são mais difíceis de lidar. Por ser um tema muitas vezes carregado de preconceitos você pode acreditar que seu parceiro trouxe para si um problema emocional, e portanto, é responsável por isto, ou até mesmo enxergar o outro como um fraco, que não dá conta das dificuldades da vida. Desta forma, é possível que vocês entrem em algumas brigas, o que acaba piorando ainda mais o quadro.  

Por isso, para ajudar seu parceiro é necessário que olhe para esse problema não como uma falha, como se a culpa fosse dele por estar assim, pois muitas vezes isso pode afundá-lo ainda mais em seus problemas. Antes de tudo, perceba que, por exemplo, a ansiedade, a depressão ou qualquer outro transtorno são produtos complicados de fatores biológicos e ambientais sobre os quais não temos muito controle. Procure entender as particularidades desse transtorno e como podem lidar juntos com isso. 

Conversem sobre o problema 

Busque ajuda profissional

As vezes os problemas psicológicos são o elefante na sala, tá todo mundo incomodado mas ninguém quer falar sobre ele, e quando tocam no assunto geralmente já estão chateados com isso e a conversa soa como uma crítica ou tom de ameaça, são frases do tipo, “você tem problema”, “se você não melhorar, pra mim não dá mais”. 

Quando isso é feito de maneira agressiva é muito provável que o parceiro se feche e se sinta rejeitado e falar sobre isso novamente será cada vez mais difícil. Então, procure tratar desse assunto com carinho e acolhimento, assim você conseguirá se aproximar mais facilmente. Mostre que você se preocupa com o bem-estar do parceiro e que está ali para apoiá-lo, não mencione um tratamento logo de cara, mas antes o faça perceber que existe um problema real ali. Se ele fica defensivo sobre abordar seus problemas, pode ser necessária uma longa conversa construtiva antes que ele possa encarar a possibilidade de um tratamento. 

terapia-online-casule-banner

Valide as emoções de seu parceiro e Reforce o comportamento construtivo 

Valide as emoções de seu parceiro e Reforce o comportamento construtivo

A dor dele é real e você pode validar essa dor mostrando que você acredita e compreende sua angústia. Esta validação provavelmente alivia esse sofrimento e facilita nas ações para resolver essas dificuldades, seu parceiro se sentirá apoiado e acolhido. E se ele sente que você é um aliado e não um adversário, estará mais aberto a suas sugestões e ajuda. 

Além disso, muitas vezes esse apoio acaba incentivando os parceiros a tentarem ações construtivas para lidar com o problema. Por isso, reforce até as menores mudanças que seu parceiro faz, isso pode ter um efeito cumulativo ao longo do tempo e trazer mais confiança para continuar tentando. 

Cuide de si mesmo 

Cuide de si mesmo

Lidar com um parceiro que tenha um transtorno pode ser uma situação que lhe exija demais. Sua vida pode se concentrar nas necessidades do outro e você acaba assumindo as responsabilidades por ele. Muitas vezes esses problemas podem acabar te afetando também e te sobrecarregando. Em alguns momentos vai ser necessário diminuir alguns esforços e se concentrar para cuidar de si mesmo, só assim você poderá ser mais capaz de ajudar o outro. 

Busque ajuda profissional

Busque ajuda profissional

Os transtornos psicológicos geralmente requerem acompanhamento de um profissional de saúde mental. Com o tratamento adequado será mais fácil encontrarem soluções. Você pode ser uma peça ativa nesse tratamento, apoiando os esforços do seu parceiro e incentivando ele com a terapia.

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Danilo Uba, aqui no Blog.
Psicólogo especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental. Atende adolescentes, adultos e idosos. Adora aprender coisas novas, assistir filmes e séries e ficar com a família e amigos. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como organizar as finanças do casal
Como organizar as finanças do casal

Como organizar as finanças do casal

A primeira coisa que é importante saber é que não existe o que é o ideal para todas as pessoas, ou seja, não há uma forma adequada que vá se encaixar na vida de todos casais. Por isso, é importante que você e seu parceiro(a) conversem e estabeleçam qual vai ser a forma de organização financeira que vai ser melhor para o caso de vocês. Mas, há quatro formas principais para organizar a vida financeira do casal
voce sabe pedir ajuda
Você sabe pedir ajuda?

Você sabe pedir ajuda?

Você provavelmente passou por alguma situação em que sentia que precisava de ajuda , mas não conseguiu pedir. Parece simples, mas muitas pessoas resistem a isso e para elas, pedir ajuda pode representar não só assumir a própria fragilidade, como a exposição dessa fragilidade para outras pessoas.
devo comer de 3 em 3 horas
Devo comer de 3 em 3 horas?

Devo comer de 3 em 3 horas?

Quando se inicia um processo de reeducação alimentar e/ou emagrecimento é muito comum associar “dieta” com o ato de comer de 3 em 3 horas, este tipo de analogia na prática clínica é algo recorrente. Entretanto, quando surge este tipo de questionamento a resposta é: depende.

Você é uma pessoa perfeccionista?

Já ouviu falar sobre o perfeccionismo? Sabia que a longo prazo ele pode causar muitos prejuízos para nossa saúde mental e pode ser fator de risco para transtornos de ansiedade, depressão, burnout e transtornos alimentares?
Leia mais
Você-é-uma-pessoa-perfeccionista

É possível haver relacionamentos abusivos entre pais e filhos?

Sim! É possível sofrer violência na relação entre pais e filhos. Aqui, neste texto, você entenderá mais sobre essa relação tóxica que pode acontecer desde a infância de quem passa por isso. Identificar um relacionamento abusivo na relação entre pai e filho não é nada fácil, considerando que o indivíduo passa por isso desde sempre e pode estar sendo manipulado a enxergar que os castigos e repreensões que sofre são normais devido ao seu mau comportamento.
Leia mais
É possível haver relacionamentos abusivos entre pais e filhos

Fui traído(a) e não consegui superar

É muito comum que pessoas decidam permanecer em um relacionamento mesmo após uma traição. A questão é que muitas vezes, a insegurança, a desconfiança e conflitos por causa disso tomam conta do relacionamento.
Leia mais
Fui-traído-e-não-consegui-superar

Síndrome da Boazinha: Você já ouviu falar sobre ela?

Você conhece alguém que sempre precisa da aprovação do outro, que se colocam em segundo plano, necessitam agradar todos ao redor e sentem dificuldade em dizer não, mesmo que não tenha tempo ou não tenha interesse para atender tais solicitações? Se sim, talvez você sofra com a “Síndrome da Boazinha”
Leia mais
Síndrome da Boazinha- Você já ouviu falar sobre ela

O que você precisa saber sobre timidez

Qual o limite entre a timidez natural e aquela que ultrapassa uma característica de personalidade mais reservada? Não devemos enxergar a timidez como algo ruim e que precisa ser tratada, a não ser que esteja causando prejuízos.
Leia mais
O-que-você-precisa-saber-sobre-timidez-BLOG

Esse texto é um resposta…

O que quer ser quando crescer? Com certeza você já ouviu algumas vezes esta pergunta quando era criança. Se é adolescente anda se perguntando sobre qual profissão seguir e tem se deparado com uma grande decisão que deverá tomar mais cedo ou mais tarde.
Leia mais
Esse texto é um resposta...

Por que me preocupo tanto?

Nós nos preocupamos com uma ampla variedade de coisas, desde tarefas mais simples do dia a dia, como não atrasar-se para um compromisso, até problemas mais graves e complexos.
Leia mais

O que faz um casamento dar certo ou dar errado?

O para sempre, sempre acaba! Homem não presta! Casou, acabou! Você já deve ter escutado e até ter sido vítima de alguma dessas crenças que nos são passadas de geração em geração. Mas será que são regras ou apenas crenças?
Leia mais
O-que-faz-um-casamento-dar-certo
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This