fbpx
Fui-demitido,-e-agora-blog-casule

Fui demitido, e agora?

Atualizado em 18/05/2020
Por Nayara Benevenuto

Fui demitido, e agora?

Atualizado em 18/05/2020
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fui demitido, e agora?

É muito comum as pessoas chegarem ao consultório após um processo de demissão em busca de auxílio profissional para lidar com a demissão e também se questionando com perguntas como “Porque comigo? O que eu fiz de errado? O que faço agora? Como as coisas vão ficar?” pois em alguns casos a demissão vem quando menos se espera.

Primeiramente, precisamos compreender o significado que o trabalho tem para aquela pessoa e em sua vida. Você já se perguntou qual o significado que o seu trabalho teve, tem ou terá para você?

Cada pessoa cria e estabelece um vinculo afetivo com o seu trabalho e sua profissão. Para alguns, trabalho será o ato de exercer uma determinada função com uma finalidade remunerada; para outros, fonte de renda e sustento da família ou até mesmo o status que determinada carreira apresenta naquela sociedade; para outros, um propósito de vida, experiência ou independência…

terapia-online-casule-bannerPowered by Rock Convert

Como podemos ver, os significados e suas razões são diversos por isso, compreender essa relação e proporcionar que o paciente torne-se consciente do seu significado é um dos passos mais importantes para que ele possa entender como os seus pensamentos, sentimentos, valores, crenças e comportamentos funcionam nesse momento. 

Muitas vezes o processo de demissão não é fácil de enfrentar, podendo gerar baixa auto estima, sentimentos de incapacidade, autocobrança, acreditando que “não é bom o suficiente”, humor deprimido, ansiedade e outros.

E o que isso pode resultar? O individuo pode procrastinar a busca por outras oportunidades de emprego por medo de receber um “não” e achar que falhou mais uma vez, dificuldade de recolocação no mercado de trabalho, insatisfação na carreira, perda de identidade, desorganização da vida diária, sentimentos de insegurança, apatia, inércia, falta de motivação, mudanças na alimentação, alteração do sono, impacto no âmbito familiar e isolamento. 

No entanto, é importante frisar, que tentar pensar que a demissão é um momento que você vivencia, que é algo temporário, que outras pessoas já passaram e estão passando por isso, que você possui qualidades e habilidades para conquistar outras oportunidades de emprego, ter uma rede de apoio como familiares e amigos que sejam presentes nessa fase e a busca por atendimento psicológico, são atitudes que podem minimizar os sentimentos negativos e ajudá-lo a enfrentar esse momento.  

banner-paisagem-ebook-manejo-da-ansiedade-v1.1-curtoPowered by Rock Convert

Fui demitido, e agora?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Fui demitido, e agora?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui.


Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
Psicóloga, terapeuta cognitivo-comportamental, terapeuta do esquema, especialista em terapia cognitivo-comportamental com crianças e adolescentes. Atende adultos, adolescentes e faz avaliação bariátrica. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Fui demitido, e agora?.


0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dia do lixo
Na sua dieta tem “dia do lixo”?

Na sua dieta tem “dia do lixo”?

O dia do lixo é uma expressão usada para caracterizar o dia em que comemos em grandes quantidades, alimentos calóricos e super deliciosos! Mas será que essa prática é aconselhável? Contribui ou atrapalha o processo de emagrecimento? Saiba como agir assistindo a este vídeo completo.
A Saúde mental nos relacionamentos como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!
A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

A Saúde mental nos relacionamentos: como ajudar um parceiro que está passando por algum transtorno psicológico!

Quando falamos sobre os transtornos mentais, nos referimos a uma série de alterações significativas no que diz respeito aos aspectos cognitivos, emocionais e comportamentais dos indivíduos e que podem afetar qualquer pessoa durante algum momento de sua trajetória. É uma condição que muitas vezes interfere diretamente na capacidade do indivíduo de enfrentar problemas cotidianos e sentir prazer na vida.

Aspectos psicológicos da dor

Segundo o psiquiatra americano George Hengel, na década de 1970, os estados de saúde e de doença devem ser analisados sob a perspectiva biopsicossocial. Isso significa que a dor nos avisa que algo está não está bem e este aviso pode estar relacionado com seu corpo, indicando alguma lesão ou uma doença, por exemplo; com suas emoções ou com o ambiente em que você vive e trabalha.
Leia mais
Aspectos-psicológicos-da-dor

Aspectos psicológicos da dor

Como a Terapia Cognitiva pode ajudar a quem sofre de dor? O sofrimento que a dor proporciona ultrapassa o corpo, é também um sofrimento emocional. Cuidar das emoções pode ser o primeiro passo para que você aprenda a lidar com a dor. Entender o que está potencializando este incômodo pode te colocar no controle e ajudar a minimizar seus efeitos.
Leia mais
Aspectos psicológicos da dor

Como lidar com os ciúmes?

Aperte o play para escutar este conteúdo. Você é ciumento? Conhece alguém que seja? Sofre com isso? O ciúme é um sentimento que em excesso está relacionado a um padrão de...

Leia mais
Como lidar com os ciúmes

3 passos para cozinhar o próprio alimento

Cozinhar o próprio alimento se torna cada dia mais difícil por conta da rotina atarefada da maioria das pessoas. Mas será que vale a pena terceirizar nossa alimentação e deixar grande parte dela nas mãos do delivery, dos empacotados e congelados?
Leia mais
3-passos para cozinhar o proprio alimento

Somatização

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), ter saúde é diferente de não ter doença, isto quer dizer que ter saúde é usufruir de um bem-estar psíquico, biológico e social.
Leia mais
Somatização

A criança que eu já fui e o adulto que eu sou

Existe uma música que eu adoro chamada “A criança que eu fui um dia” ela é da Reverb Poesia e fala exatamente que à medida em que vamos crescendo, aprendemos a não sonhar, desaprendemos a sorrir, desaprendemos a brincar.
Leia mais
A criança que eu já fui e o adulto que eu sou

Características das pessoas controladoras

A necessidade de controle é um mecanismo de enfrentamento utilizado por muitas pessoas que tem dificuldades em lidar com suas próprias dores e emoções. Os indivíduos com um perfil controlador, geralmente, fazem uso do controle para sentirem-se seguros e se afastarem de reflexões que os levem a sofrimento.
Leia mais
CaracterIsticas-das-pessoas-controladoras

Gratidão!

Dentre os diferentes estados emocionais que o ser humano é capaz de experimentar, a gratidão é um dos mais relacionados à saúde mental e bem-estar. Tal estado está relacionado à percepção de ajuda e contribuição por parte de outros, evidenciando o amparo recebido e contribuições altruístas.
Leia mais
gratidao

5 Dicas de como ser mais Positivo

A negação, ou a negatividade, está mais presente na nossa vida do que a gente pode imaginar. Esse filtro negativo é um erro de pensamento, que como o próprio nome diz, direciona a nossa atenção para aquilo que comprova uma ideia negativa que eu tenho de mim mesmo, e me afasta cada vez mais de uma solução.
Leia mais
5 Dicas de como ser mais Positivo
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This