O que é o Transtorno de Ansiedade Social do tipo Desempenho?
15 de maio de 2017
Nutrição no estresse, ansiedade e depressão, qual a relação?
17 de maio de 2017

A voz é uma manifestação de origem psico-emocional, mas que depende também de um mecanismo muscular eficiente. Ela é uma das extensões mais determinantes da nossa personalidade e é capaz de revelar todos os nossos sentimentos. Assim, a voz não é apenas um fator fisiológico, produto da vibração das pregas vocais pela passagem do fluxo aéreo; a voz vai além dos aspectos físicos, pois ela expressa com fidelidade as características e os aspectos emocionais de cada pessoa (BEHLAU, 2004).

No dia 16 de abril é comemorado o Dia Mundial da Voz. Tal acontecimento visa a promoção da conscientização da população sobre a importância da voz humana para a promoção da saúde, além de conscientizar sobre sinais e sintomas que favoreçam o diagnóstico precoce de doenças, como o câncer de laringe, que podem comprometer a qualidade de vida e a própria sobrevida dos indivíduos.

Em 2017, o lema da campanha é Seja Amigo da sua Voz, uma vez que existem normas básicas de higiene vocal que podem ser seguidas por todos e que auxiliam a preservar a saúde vocal e a prevenir o aparecimento de alterações e doenças. Alguns fatores prejudiciais para a saúde vocal são: fumo, álcool, pigarrear, tossir, gritar, ar condicionado, competição sonora, sprays e pastilhas, alergias, mudanças bruscas de temperatura, vestuário, alimentação, alterações hormonais, dentre outros. Ardência, dor constante na garganta, perda da voz ou rouquidão são sinais de algum problema vocal. Portanto, fique atento caso observe algum desses sinais.

Confira alguns cuidados com a voz recomendados pela Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia:

  • Fale sem esforço e articule as palavras, abrindo bem a boca para amplificar os sons.
  • Mantenha uma boa postura corporal ao falar ou cantar.
  • Deixe o corpo movimentar-se livremente com gestos e expressões faciais.
  • Beba goles de água (em temperatura ambiente e sem gás) em situações de uso da voz; pregas vocais hidratadas são menos suscetíveis a lesões.
  • Tenha uma alimentação saudável rica em frutas e proteínas; evite álcool, alimentos pesados e cafeína.
  • Procure reduzir a quantidade de fala durante quadros gripais, crises alérgicas e período pré-menstrual.
  • Evite falar por longos períodos, principalmente em ambientes ruidosos.
  • Evite pigarrear, gritar e dar gargalhadas exageradamente.
  • Evite ingerir leite e derivados, bebidas gasosas e chocolate antes de utilizar a voz por períodos prolongados.
  • Esteja atento aos primeiros sintomas de alteração vocal, como cansaço, ardor ou dor ao falar, falhas na voz, mudança de tom, pigarro e rouquidão.
  • No caso de suspeita de problemas vocais, procure um fonoaudiólogo e um médico otorrinolaringologista.

Seja Amigo da sua Voz!

Comentários

comentários

Flávia Henriques
Flávia Henriques
Fonoaudióloga do riso fácil e com um pé (e formação!) na Psicologia. Gosto de estudar, ver filmes e passar o tempo na internet.

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta