A insegurança é um estado emocional no qual a pessoa apresenta um sentimento de inferioridade, sentindo que não é boa o suficiente para realizar determinada tarefa ou para ser amada, aceita ou reconhecida. A insegurança traz um sentimento de incapacidade e de não merecimento, por mais que a realidade mostre o contrário.

Sob os olhos da Inteligência Emocional, a insegurança emocional é resultado do medo: de fracassar, de se frustrar, de desistir, de ser rejeitado, de ouvir críticas, de perder alguém importante. O medo é uma emoção importante, que nos protege de situações que trazem riscos, que nos faz parar para pensar antes de agir e que, justamente por isso, pode nos impulsionar para a ação ou nos paralisar.

Insegurança emocional

A pessoa insegura sempre acha que os outros são superiores a ela: alguém que merece ser mais amado, que realiza determinada atividade melhor, que obtém melhores resultados, entre outras coisas.

As sensações de segurança e de insegurança fazem parte da formação do psiquismo, e estão totalmente relacionadas com as satisfações e frustrações vividas ao longo da vida. Os estímulos recebidos durante a infância e as experiências da vida adulta também interferem nesses sentimentos.

Participe e aprenda mais sobre bem-estarPowered by Rock Convert

Uma experiência de traição, por exemplo, pode desencadear uma grande insegurança, ao mesmo tempo em que uma criança que cresce ouvindo muitas críticas pode desenvolver a crença de que é incapaz de realizar qualquer coisa.

 A insegurança emocional começa desde a concepção, quando a pessoa ainda está na barriga da mãe. “Um dos mais fortes sentimentos do ser humano é o medo da rejeição. A possibilidade de não atender ou superar a expectativa das pessoas dispara o nosso maior medo: o de ser rejeitado ou criticado. Esse processo tem origem na gestação: é cientificamente comprovado que os sentimentos, pensamentos e emoções dos pais são transferidos para o bebê durante a gestação e, assim, muitos medos manifestados na fase adulta podem ter sido gerados ainda no útero materno”.

Como a insegurança pode paralisar sua vida

Embora o medo seja um importante mecanismo de proteção que afeta decisões e ações, muitos medos e inseguranças são inconscientes e prejudiciais — especialmente nas ocasiões em que há uma grande oportunidade, que acaba sendo perdida justamente por conta da insegurança.

“Se o medo de ser rejeitado ou criticado tem sido uma constante em sua vida, seu inconsciente certamente fez esses registros em algum momento da sua existência, e eles são capazes de interferir negativamente em diversas áreas da sua vida”.

FONTE:http://www.sbie.com.br/blog/como-tratar-a-inseguranca-emocional/

Share This