Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

Atualizado em 10/05/2021
Por Cristiane Schumann

Como tratar a Fobia Social

Atualizado em 10/05/2021
Por Cristiane Schumann
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos. Portanto, a esse quadro onde a pessoa tem uma ansiedade antecipatória, uma ansiedade no momento em que a situação está acontecendo onde pensamentos de medo, de ansiedade com relação a situações sociais acontecem, damos o nome de ansiedade social ou fobia social.

Contudo, existe não só tratamento efetivo para ansiedade social como também algumas estratégias utilizadas no seu tratamento. São elas:

Dessensibilização sistemática

É uma aproximação gradual, cooperativa de situações sociais. No primeiro momento é feito uma hierarquização, que é como se fosse uma escada onde cada degrau será uma determinada situação social desde as mais simples e menos desconfortáveis até situações que são extremamente desconfortáveis para a pessoa. Dessa forma, começamos expondo a pessoa e dando a ela habilidades e recursos para lidar com essa situações e não apenas jogando-a em situações sociais.

Assim, conversamos sobre a situação, como ela pode se comportar, de que maneira ela pode interpretar essa situação, como ela pode corrigir possíveis distorções cognitivas que ela tenha com relação a essa situação e assim ela vai para o primeiro degrau (que é a situação mais tranquila para ela suportar). Por exemplo, puxar uma conversa num ponto de ônibus ou fazer uma ligação para uma padaria perguntando sobre a fabricação de bolos. E, à medida que ela vai tendo mais segurança de que ela está conseguindo, de que ela está progredindo, a gente vai subindo os demais degraus da escada até ela atingir o degrau mais alto (o ponto máximo da ansiedade que varia de pessoa para pessoa).

Arsenal de Comunicação

nessa estratégia a gente lança mão de como eu posso puxar uma conversa, como eu posso manter uma conversa, quais as temáticas comuns. Por exemplo, uma pessoa que faz curso de inglês. Então, a gente vai definir quais seriam as temáticas comuns, que os outros alunos da turma de inglês gostariam de saber, gostariam de conversar? Viagens ou outros países de língua inglesa que as pessoas tenham conhecido? Há quanto tempo ela faz curso de inglês? Ela só fez curso de inglês ali ou ela já fez em outro lugar? Ela só teve aula com aquele professor ou já teve aula com outros professores? Então, conversamos sobre possíveis temas não apenas para puxar conversa como também para manter a conversa nos nichos de participação social que esse indivíduo tem.

Essa estratégia é importante porque a pessoa que tem a ansiedade social, muitas vezes, não sabe o que falar, tem medo de ser desagradável, inconveniente ou de ser desinteressante. Dessa maneira, quando trabalhamos esse arsenal de comunicação, a pessoa começa a perceber que ela não é tão desinteressante assim porque ela realmente usaria essa temática para começar a conversar com os meus amigos do inglês ou esse seria um assunto que eu geralmente uso para conversar com eles. E, o outro objetivo dessa técnica é realmente munir essa pessoa de formas de comunicação, de estratégias de comunicação para que ela se sinta mais segura para quando ela for empregar essas estratégias em um contato social.

terapia-online-casule-banner

Treinamento de Habilidades Sociais

O paciente é realmente treinado em habilidades, comportamentos, atitudes, que as pessoas que não tem ansiedade social geralmente utilizam em contatos sociais. No treinamento de habilidades sociais, coisas do tipo para onde eu olho, onde eu coloco a minha mão, que tom de voz eu devo usar, o arsenal de comunicação, que tipo de pergunta eu devo fazer para manter uma conversação, qual os trejeitos que eu tenho que ter, qual a minha postura como ouvinte, que tipo de pergunta eu posso fazer, como eu posso demonstrar interesse no assunto da outra pessoa sem ser muito invasivo(a).

Além disso, também existem técnicas ou estratégias de empoderamento, onde trabalhamos a auto estima dessa pessoa de forma que a gente deixe essa pessoa mais segura de si com maior sentimento de autoeficácia, de que ela é capaz, de que ela consegue. E, à medida que ela vai se expondo a essas situações sociais, é muito interessante o que acontece porque a cada vez que ela se expõe e ela tem sucesso, isso por si só é um motivador para que ela tenha um novo contato social. Assim, entramos num ciclo positivo onde a minha ansiedade diminui, a minha coragem aumenta e o meu sucesso é maior. Então, quanto mais habilidoso(a) eu sou, mais habilidoso(a) eu me torno.

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Como tratar a Fobia Social

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Como tratar a Fobia Social, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Cristiane Schumann, aqui no Blog.
Doutora e Mestre em Saúde, Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental, Especialista em Políticas e Pesquisas em Saúde Coletiva. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Casais, Famílias e Grávidas. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Como tratar a Fobia Social.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O seu choro é reprimido
O seu choro é reprimido?

O seu choro é reprimido?

Quantas vezes você sentiu vontade chorar e escondeu? Talvez por vergonha, medo de alguém ver, se mostrar fraca(o) ou incapaz diante de alguma situação ou pessoa, não demonstrar os sentimentos, chorar as escondidas e sozinho(a)...
7 expectativas que-você não deve ter em relação à terapia
7 expectativas que você não deve ter em relação à terapia

7 expectativas que você não deve ter em relação à terapia

A terapia é um processo complexo e depende de muitos fatores. Existem 7 expectativas que os pacientes costumam ter em relação a ela que podem dificultar o desenvolvimento do trabalho. É importante lembrar que terapia é sempre processo e os resultados não são instantâneos. Começar uma terapia é investir em si, logo, precisamos de tempo e dedicação para transformações duradouras e eficazes!
As crenças centrais podem ser modificadas_
As crenças centrais podem ser modificadas?

As crenças centrais podem ser modificadas?

As crenças centrais, também conhecidas como nucleares, são pensamentos sobre si, o outro e o mundo, que foram desenvolvidos desde a infância e fortalecidos ao longo da vida. Pode-se dizer que elas são o nível cognitivo mais profundo e enraizado que temos, por isso, muitas vezes não são questionadas, e sim, consideradas como verdades absolutas.

O desafio do xixi na cama

O contexto atual de pandemia envolvendo o isolamento social, uso excessivo de tecnologia e distanciamento da escola trouxe mudanças profundas na rotina das crianças e adolescentes. A escola sendo um espaço, para além da educação formal, de troca e interações contínuas, favorece o amadurecimento de aspectos muito importantes para o desenvolvimento saudável de uma criança/adolescente.
Leia mais
O desafio do xixi na cama

5 dicas para aumentar o amor-próprio

Você sabe o que é o amor-próprio e como nutri-lo dentro de si? Em uma escala de 0 a 10 quanto você se ama? Amor-próprio é quando conseguimos refletir sentimentos de amor a nós mesmos e estes resultam numa melhor qualidade de vida tanto física quanto psicológica. Se amar é olhar para dentro de si com bons olhos e enxergar verdadeiramente quem você é sem lentes externas.
Leia mais
5 dicas para aumentar o amor-próprio

Você trataria um amigo da mesma forma que você se trata?

Frequentemente, nos julgamos por cometer um erro, nos sentimos mal quando algo sai fora do nosso planejamento e somos extremamente críticos em relação as coisas que fazemos. Mas quando um amigo comete um erro, muitas vezes nos comportamos de forma gentil e o acolhemos, não é?!
Leia mais
Você trataria um amigo da mesma forma que você se trata?

Vício em celular e redes sociais existe???

Sim! Existe! Este tipo de dependência está relacionada a nomofobia, que é o medo de ficar sem o celular ou outros aparelhos eletrônicos, como o computador e o videogame e quanto maior a dependência, maior o medo de ficar sem esses aparelhos.
Leia mais
Vício em celular e redes sociais existe

5 Linguagens do Amor Próprio

Segundo Gary Chapman, existem 5 Linguagens do Amor. Mas, hoje eu gostaria que você identificasse a sua linguagem do amor e fizesse algo por você, combinado?
Leia mais
5 Linguagens do Amor proprio

Como se concentrar nos estudos?

Você tem dificuldades para concentrar nos estudos? Você planeja estudar 4 horas por dia e acaba estudando 20 min? Fique aqui que este texto é para você!
Leia mais
Como se concentrar nos estudos

Como dizer não sem magoar outra pessoa?

Muitas vezes queremos ou precisamos dizer não para os outros. O problema é que algumas pessoas não conseguem seja por timidez, insegurança ou acostumado a ser passivo durante um longo período da vida. Dizer não é difícil, mas é necessário.
Leia mais
Imagem capa post blog Aprenda a dizer não
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This