Como o viés da negatividade pode afetar sua vida

Como o viés da negatividade pode afetar sua vida

Atualizado em 17/02/2021
Por Rosana Moreira

Como o viés da negatividade pode afetar sua vida

Atualizado em 17/02/2021
Por Rosana Moreira
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como o viés da negatividade pode afetar sua vida

Aperte o play para escutar este conteúdo.

Sem dúvida um dos bordões mais conhecidos dos desenhos animados da década de 60. A dupla de personagens criada pelos estúdios Hanna-Barbera, Lippy e Hardy viajam pelo mundo em busca de sucesso e fama.

Lippy e Hardy extraído de https://br.pinterest.com/pin/376332112616762999/

“Oh vida, oh céus, oh azar… isso não vai dar certo!”

O leão Lippy é um otimista, acredita sempre que tudo vai dar certo e que o vento sempre sopra a seu favor. Já a hiena Hardy, é um pessimista, que não só espera o pior de tudo, como afirma que se alguma coisa tem chance de dar errado, então vai dar errado.

Quem não conhece alguém assim? Ou quem nunca teve pensamentos semelhantes ao do Hardy?

Isso acontece devido ao viés da negatividade. O viés é a tendência a prestar mais atenção em determinadas coisas do que em outras. Segundo a neurociência, os seres humanos desenvolveram ao longo da evolução da espécie uma tendência a se sentirem mais afetados por aspectos negativos do que por outros positivos. É como se fosse uma “programação” que auxiliou o homem primitivo a garantir a sua sobrevivência nos primórdios da nossa existência.

Sendo assim, nos importamos mais com as críticas do que com os elogios, nos afetamos mais pelas más notícias do que pelas boas, e qualquer acontecimento negativo fica gravado mais profundamente na memória do que um positivo. Como explicou o neuropsicólogo Rich Hanson : “o cérebro é como o velcro para experiências negativas, mas o teflon para experiências positivas”.

E o que fazer para evitar o viés da negatividade?

Para escapar deste comportamento de só notar o que é negativo uma dica é aumentar sua autoconsciência, o que envolve estar atento aos diferentes aspectos do eu, incluindo traços, comportamentos e sentimentos. Ela é a principal aliada contra a negatividade, pois nos ajuda a perceber o todo, e não só aquilo para o qual nossa atenção está focada.

Martin Seligman, um dos criadores do conceito de Psicologia Positiva, argumenta que os pensamentos negativos são aprendidos, assim como os pensamentos positivos e otimistas também. Para ele, a positividade pode ser desenvolvida, bem como, todos os demais aspectos relacionados a ela.

De fato, quando adotamos uma atitude positiva, acreditando em nós mesmos e que coisas boas irão acontecer, nosso corpo libera uma carga de hormônios naturais como: dopamina, serotonina e endorfina. O que gera uma sensação de bem-estar, nos sentimos mais dispostos e otimistas em relação ao futuro.

terapia-online-casule-banner

Assim, podemos dizer que as emoções positivas são uma espécie de combustível, que além de nos fazer perceber a vida por novos ângulos, nos faz sorrir mais e viver mais intensamente os bons momentos. Também nos ajudam a ter mais foco, a desempenhar de forma melhor o trabalho e as tarefas do dia a dia,
fortalecendo nossos relacionamentos familiares, amorosos e profissionais.

E como fazer para ter uma atitude mais positiva?

Um passo importante é descobrir que adotar uma postura de positividade dependerá de uma escolha, ou seja, trata-se de fazer opções mais conscientes .

Por exemplo, substitua perguntas como: “O que está dando errado? “ Porque não sou capaz de conquistar meus sonhos?”

Por outras, como: “O que está caminhando bem na minha vida? Quais minhas qualidades e forças positivas?” Ao mudar as perguntas mudamos o foco.

Não se trata de simplesmente ignorar o que não está funcionando bem, estes fatores também merecem
atenção e análise realista para uma resolução adequada. Entretanto, por meio deste enfoque nas nossas potencialidades de forma mais apreciativa, podemos ampliar o conhecimento sobre nossas motivações, capacidades e qualidades.

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Como o viés da negatividade pode afetar sua vida

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Como o viés da negatividade pode afetar sua vida, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Rosana Moreira, aqui no Blog.
Especialista em Terapias Cognitivas, com Formação em Terapia Cognitiva Comportamental. Atua na prática clínica com atendimentos a adolescentes, adultos e casais, realizando trabalho de acolhimento, escuta e análise de processos afetivos. Experiência na área de avaliação psicológica e de gestão de pessoas em instituição de ensino e hospitalar. Atualmente, me dedico ao atendimento individual em psicoterapia - Transtornos de ansiedade e depressão, entre outros. Bem como, a orientação profissional e de carreira, para jovens de primeira escolha e para reorientação profissional. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Como o viés da negatividade pode afetar sua vida.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This