comecei a dieta e agora

Comecei a dieta. E agora?

Atualizado em 10/03/2021
Por Letícia Rezende

Comecei a dieta. E agora?

Atualizado em 10/03/2021
Por Letícia Rezende
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Comecei a dieta. E agora?

Aperte o play para escutar este conteúdo.

Após a entrega do plano alimentar é normal surgirem dúvidas para seguir o que está prescrito, por essa razão é muito importante ter em mente que dificuldades irão surgir, uma vez que os hábitos alimentares são individuais e foram construídos a partir da influência do círculo familiar, sendo estimulados e influenciados o tempo todo por intermédio do ambiente em que se encontra.

Neste sentido, quando se fala em emagrecimento alguns hábitos precisam ser corrigidos e devem estar coerentes com a rotina e a partir deste ponto novos hábitos alimentares serão incorporados.

Então, por onde começar?

● Primeiro passo: Organização. Para alinhar a proposta do plano alimentar com a rotina deve-se organizar as atividades do dia (trabalho, sono, alimentação, exercício físico, lazer) e através de uma lista de tarefas preparadas antecipadamente faz com que facilite o planejamento, seja ele semanal ou diário, dessa forma pode ajudar a lidar com os imprevistos.

● Segundo passo: Metas bem delineadas e possíveis de cumprir. Não adianta querer dar um passo além do que se pode alcançar, as metas auxiliam durante o processo visando o objetivo final.

● Terceiro passo: Clareza nos objetivos. Previamente faça esses questionamentos: Qual o meu propósito? Até que ponto estou disposto a mudar? Qual a maior fraqueza em relação a alimentação? E a partir dessas
perguntas alinhe seus objetivos.

terapia-online-casule-banner

● Quarto passo: Imprevistos acontecem e está tudo bem. Não se culpe por não conseguir cumprir determinada meta, ou por ter escorregado um dia e consumido alimentos que não estão no seu plano alimentar ou por ter “enfiado o pé na jaca” quando estava ansioso (a). Tudo isso é absolutamente normal, a mudança é gradativa e deve acontecer dentro do seu tempo.

● Quinto passo: Não desista. Haverá dias em que a vontade de jogar tudo para o alto vai ser forte, mas siga em frente. Hoje pode não ter sido um dia fácil, mas não se esqueça que a persistência é o caminho do êxito. Respire fundo e busque na memória todo o caminho já percorrido, ressalte suas conquistas e mentalize aquelas que estão por vir. Não desanime, existem inúmeras formas de adequar aquilo que não foi capaz de realizar naquele momento, tudo é possível.

Nutricionista Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nosso profissional clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Comecei a dieta. E agora?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Comecei a dieta. E agora?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Letícia Rezende, aqui no Blog.
Nutricionista graduada pela UFJF, pós graduanda em Oncologia multiprofissional e Fitoterapia. Atualmente trabalho na área clínica onde realizo atendimentos que abrangem diversos perfis e objetivos, como: emagrecimento, desordens metabólicas, saúde da mulher, hipertrofia, transtornos alimentares. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Comecei a dieta. E agora?.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais

Como os super-heróis podem ajudar no desenvolvimento infantil?

Com base nas histórias de super-heróis é possível trabalhar diversos temas e habilidades com as crianças. A maioria das histórias tratam de assuntos como humanidade, emoções, justiça, amizade, confiança, altruísmo, humildade, empatia, virtudes, esperança, responsabilidade, fazer o bem...
Leia mais

Como funciona o atendimento nutricional?

Entender sobre o atendimento nutricional pode encorajar aqueles que buscam alcançar bons resultados. No vídeo, falo os 5 aspectos avaliados no atendimento e dicas para encontrar profissionais que possam atender suas necessidades.
Leia mais
Como-funciona-o-atendimento-nutricional-BLOG

Saiba quais são os 9 indicadores de violência infantil

Antes de qualquer coisa precisamos pensar em uma prática muito comum dos adultos em atribuírem qualquer discurso da criança somente à imaginação e à fantasia, podendo estar negligenciando situações de risco ou de violência consumada. É claro que, em muitos casos, essas situações não são óbvias e nem mesmo fáceis de serem identificadas, por isso é de extrema importância nos atentarmos para os indicadores de violação de direitos e violência.
Leia mais
Saiba quais são os 9 indicadores de violência infantil
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This