Brincadeira de criança - psicologia - Milena - Casule

Brincadeira de criança, como é bom…!

Atualizado em 08/10/2018
Por Redatora Casule

Brincadeira de criança, como é bom…!

Atualizado em 08/10/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Brincadeira de criança, como é bom…!

Chega uma fase da infância que as crianças acham que podem fazer tudo: pegar objetos em um móvel alto, voar de um sofá para outro, fazer todos os bonecos passearem pela casa, além de mexer em tudo, falar de tudo e perguntar de tudo.

Com esses exemplos de comportamentos, alguns questionamentos surgem: ‘meu filho é muito agitado’, ‘ele não me obedece’, ‘ele não para quieto’, ou também comentado por pessoas de fora como casos de ‘crianças hiperativas’.

Existe essa preocupação por parte dos pais quando se diz isso, pois esse tipo de transtorno se socializou, o que implica em rotular e definir as crianças que se mostram muito agitadas, inquietas, etc. como hiperativas. Mas será que sempre serão hiperativas?

 

criança hiperativa - Casule

terapia-online-casule-banner

Do outro lado, a atividade mais associada à infância é o brincar, e para os pequenos essa atividade acontece com absoluta naturalidade. Porém, a agitação, inquietação nas brincadeiras que normalmente ocorrem, faz os responsáveis pensarem em algum tipo de dificuldade que a criança esteja apresentando.

Mas vamos falar um pouquinho sobre o brincar… Desde bem pequeno o bebê já se diverte, entretido com pés e mãos. Para crianças que são um pouco maiores, um simples passeio pode se transformar em uma aventura… Corre, pula e caminha de costas. Em casa constrói uma cidade miniatura, um ônibus com papelão, são amigos dos super-heróis e princesas. Ou seja, são inúmeras possibilidades de experimento.

 

A importância que o brincar assume na fase da infância é essencial ao desenvolvimento físico e mental. As brincadeiras possibilitam aproximar-se do mundo de forma leve a explorá-lo sem medo.

Desempenhando vários papéis, a criança socializa e aprende. O “fazer de conta”, por exemplo, permite o exercício de passar o plano da fantasia para o da realidade e vice-versa. Já a manipulação de objetos favorece a exploração espacial e o desenvolvimento cognitivo. Também essenciais são as atividades que envolvem invenção e construção de objetos e cenários, as atividades desenvolvidas em grupo ajudam no reconhecimento de limites e possibilidades de relacionamento, bem como no exercício da capacidade de ceder ou fazer valer os próprios desejos.

Percebe-se então que muitas crianças têm sido tratadas como hiperativas por apresentarem características desse tipo de transtorno, mas em alguns casos, as pessoas as rotulam como sendo hiperativas por apresentarem determinados comportamentos e não ser. Às vezes é uma agitação natural da fase, uma dificuldade no controle de limites, etc., por isso, é importante um especialista para analisar e saber diagnosticar.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Brincadeira de criança, como é bom…!

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Brincadeira de criança, como é bom…!, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Brincadeira de criança, como é bom…!.

0 comentários

Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais

Como os super-heróis podem ajudar no desenvolvimento infantil?

Com base nas histórias de super-heróis é possível trabalhar diversos temas e habilidades com as crianças. A maioria das histórias tratam de assuntos como humanidade, emoções, justiça, amizade, confiança, altruísmo, humildade, empatia, virtudes, esperança, responsabilidade, fazer o bem...
Leia mais

Como funciona o atendimento nutricional?

Entender sobre o atendimento nutricional pode encorajar aqueles que buscam alcançar bons resultados. No vídeo, falo os 5 aspectos avaliados no atendimento e dicas para encontrar profissionais que possam atender suas necessidades.
Leia mais
Como-funciona-o-atendimento-nutricional-BLOG

Saiba quais são os 9 indicadores de violência infantil

Antes de qualquer coisa precisamos pensar em uma prática muito comum dos adultos em atribuírem qualquer discurso da criança somente à imaginação e à fantasia, podendo estar negligenciando situações de risco ou de violência consumada. É claro que, em muitos casos, essas situações não são óbvias e nem mesmo fáceis de serem identificadas, por isso é de extrema importância nos atentarmos para os indicadores de violação de direitos e violência.
Leia mais
Saiba quais são os 9 indicadores de violência infantil
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This