Por-que-as-crianças-mentem

Por que as crianças mentem?

Atualizado em 29/01/2021
Por Jéssica Rodrigues

Por que as crianças mentem?

Atualizado em 29/01/2021
Por Jéssica Rodrigues
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Por que as crianças mentem?

 É comum que os pais fiquem preocupados quando notam que os filhos estão criando o habito de mentir e não sabem a melhor maneira de abordar o assunto.

 Existem vários tipos de mentira e várias razões para a criança mentir.

Um estudo realizado no Canadá, utilizou como modelo o fato de que as crianças de cerca de 2 anos dizem “mentiras primárias”, criadas para esconder ações erradas, sem levar em consideração as punições que podem acarretar.

Por volta dos 4 anos, aparecem as “mentiras secundárias”, que são mais plausíveis e têm o propósito de esconder atitudes e comportamentos. Já as “mentiras terciárias” surgem entre 7 e 8 anos e são aquelas que costumam se fundir ao que é real com o objetivo de criar histórias aceitáveis.

Em geral, as crianças começam a mentir por volta dos 2 anos de idade e o fazem pelos seguintes motivos:

  • Esconder alguma coisa para não levar uma bronca;
  • Tornar uma história mais emocionante quando conta para outra criança ou adulto;
  • Chamar a atenção, mesmo quando eles sabem que você já sabe a verdade;
  • Conseguir algo que eles querem;
  • Esquecimento do que houve de fato, imaginação ou medo de serem castigados;
  • Maiores de 6 anos mentem para evitar julgamentos, punições ou constrangimentos;
  • Para ajudar alguém a se sentir melhor;
  • Impressionar ou para evitar decepcionar os pais.

Quando os pais são muitos autoritários e julgam com muita força essas atitudes, os episódios de mentira tendem a aumentar, pois gera tensão e a criança pode ficar desconfortável para se abrir. 

É preciso compreender a fase pela qual seu filho está passando e, principalmente, entender o que está por trás desse comportamento. 

Algumas dicas:

Exemplo:

As crianças crescem aprendendo e repetindo o comportamento dos pais. Se você pede para seu pequeno dizer que você não está sempre que alguém liga, ele começa a naturalizar esses pequenos tipos de mentiras.

Crie uma relação de confiança:

Para que seu filho te conte a verdade mesmo quando fizer algo errado, é muito importante que a confiança dele seja maior que o medo. Escute o que a criança tem a dizer e através de perguntas busque entender o que levou a contar a mentira. Conecte-se com empatia.

Não relacione a mentira à ideia de castigo;

O mais importante na hora de repreensão é uma conversa sincera sobre as principais consequências da mentira.

terapia-online-casule-banner

Converse sobre o assunto;

Use uma linguagem adequada a idade da criança e explique de forma clara as consequências da mentira, que pode trazer problemas, nos prejudicar ou prejudicar outras pessoas. E aproveite para enfatizar a importância da honestidade.

 Crie um ambiente aberto e seguro para que a verdade seja dita.

Mostre que você sabe quando a criança mente;

Se seu filho está inventando uma história sobre algo, você pode responder dizendo: “essa é uma ótima história poderíamos transformar isso em um livro.” Isso encoraja a imaginação do seu pequeno sem incentivar a mentira, mostrando que as pessoas conseguem perceber quando algo é inventado e quando é verdade.

Dê atenção 

Histórias inventadas pelas crianças, quando elas aumentam os fatos, podem ser uma maneira delas ganharem admiração ou respeito dos outros. Se isso estiver acontecendo frequentemente com seu filho, tente elogiá-lo mais. Isso ajuda a aumentar a autoestima da criança e evita que ela use outros métodos para chamar atenção.

Use recursos lúdicos como livrinhos, histórias e vídeos sobre o tema;

O ato de mentir requer um trabalho cognitivo complexo envolvendo manipulação da informação, percepção, linguagem e controle inibitório. Por esse motivo, a princípio não há com o que se preocupar se a sua criança está mentindo, pois isso pode ser um bom sinal de desenvolvimento cognitivo e de aprendizagem das regras sociais. É claro que cabe ao adulto orientá-la sobre o certo e o errado.

Enxergue essa situação como um convite para construir um ambiente com mais diálogo e escuta.

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Por que as crianças mentem?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Por que as crianças mentem?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Jéssica Rodrigues, aqui no Blog.
Psicóloga Infantil Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental Pós-graduanda em Neuropsicologia CRP:04/48672

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Por que as crianças mentem?.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This