Olá, mundo!
27 de janeiro de 2017
A importância das metas para cumprir nossas promessas de ano novo
1 de fevereiro de 2017

O surto psicótico constitui uma alteração grave no juízo da realidade e exige um tratamento e uma compreensão adequados para melhorar a qualidade de vida da pessoa afetada.

Neste artigo oferecemos a vocês informações sobre as principais características dos surtos, a que eles se devem e também algumas sugestões para poder lidar com eles.

O que são surtos psicóticos e quais suas principais características?

Os surtos psicóticos fazem com que a pessoa afetada tenha ideias e percepções anormais, assim como uma perda de contato com a realidade e mudanças de comportamento. É produzida uma ruptura da realidade de maneira temporal.

A pessoa que apresenta um surto psicótico vê a realidade alterada, não podendo funcionar normalmente em seu entorno. As principais características dos surtos psicóticos são:

— Delírios ou alterações do conteúdo do pensamento devido a interpretações ou distorções da realidade;

— Alucinações: percepção de um objeto, imagem ou estímulo exterior que não é real;

pensamento e/ou comportamento desordenado;

— Aparência física descuidada;

— Isolamento social

Sua duração pode variar desde dias a semanas, podendo exigir hospitalização. No entanto, com um tratamento médico e psicológico adequado a pessoa vai se estabilizar, podendo retomar sua rotina diária.

A que se devem os surtos psicóticos?

Os surtos psicóticos podem ocorrer devido a diferentes causas, tais como: consumo excessivo de álcool ou outras drogas, alguns medicamentos, causas orgânicas ou biológicas, depressões graves, fortes impactos emocionais, esquizofrenia, transtorno bipolar ou transtorno de personalidade limítrofe, entre outras.

Confusões a respeito dos surtos psicóticos

Existe uma certa confusão entre o que é um surto psicótico e outros transtornos mentais. Muitas pessoas acreditam que é a mesma coisa que a esquizofrenia. Pode-se dizer que a esquizofrenia é um tipo de transtorno psicótico de longa duração, enquanto a duração de um surto psicótico em si é muito menos prolongada, ocorrendo de maneira pontual.

O Transtorno de Personalidade Limítrofe ou o Transtorno Bipolar admitem dentro de sua sintomatologia a ocorrência de um surto psicótico. No entanto, ele também pode ocorrer como episódio único, sem estar associado a outra doença mental como, por exemplo, numa situação altamente estressante para a pessoa — como um acidente de trânsito.

Qual o tratamento para um surto psicótico?

As pessoas que têm risco de sofrer um surto psicótico ou que já sofreram algum episódio precisam de tratamento  de psicoterapia. Além disso, as intervenções a nível familiar costumam ter sucesso, já que é uma forma de aproximar a família da experiência da pessoa, proporcionando-lhes informação, ferramentas e apoio.

Muitos especialistas no assunto afirmam que é recomendada uma boa sensibilização e conscientização por parte da sociedade.

A não estigmatização, a compreensão, a ajuda contínua, a realização de atividades lúdicas e/ou esportivas, dialogar com a pessoa para que ela continue tomando a medicação e o fato de se sentir querida, valorizada, respeitada e apoiada podem ajudá-las muito mais do que imaginamos.

O psiquiatra Roberto Fernández, por sua vez, apoia o Tratamento Comunitário Assertivo para tratar pessoas que apresentem episódios de surtos psicóticos, já que sua aplicação melhora o curso da doença e diminui os processos de recaída.

O Tratamento Assertivo Comunitário é um programa que pode ser aplicado desde o início da aparição de um surto e se baseia na orientação da pessoa que sofre de um surto psicótico, proporcionando-lhe cuidados contínuos e um acompanhamento ativo de sua evolução. É um trabalho comunitário integrado, voltado para o entorno e o ambiente do paciente, sendo a intervenção a domicílio seu ponto central.

FONTE:https://amenteemaravilhosa.com.br/surto-psicotico/

Comentários

comentários

Redatora Casule
Redatora Casule
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcar Consulta