Você-tem-cuidado-da-sua-saúde-mental-casule

Você tem cuidado da sua saúde mental?

Atualizado em 18/01/2018
Por Mariana Fonseca

Você tem cuidado da sua saúde mental?

Atualizado em 18/01/2018
Por Mariana Fonseca
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você tem cuidado da sua saúde mental?

O mês de janeiro, o primeiro do ano, não coincidentemente, vem sendo intitulado há algum tempo de janeiro branco. A intenção é chamar a atenção para o cuidado com algo que muitas vezes deixamos de lado, a nossa saúde mental. Quando digo não coincidentemente, estou querendo dizer justamente que janeiro é um mês propício para a auto reflexão. Ora, é um novo ano que se inicia, novos anseios, novos desafios, novas propostas, mudanças e o desejo de que ele seja melhor que aquele ano que passou. É exatamente nesse momento que a reflexão se faz presente.

Para que seja diferente e melhor, é necessário refletir sobre tudo aquilo que foi vivido ao longo dos últimos meses, saber distinguir aquilo que nos fez bem daquilo que não foi tão bom assim; enxergar que atitudes fizeram bem a nós mesmos e aos outros e aquelas que poderiam ter ficado adormecidas em algum lugar; avaliar a vivência de cada oportunidade, a qualidade de vida, o amor recebido e doado, enfim, fazer o balanço entre o que fez bem e o que fez mal e cuidar para que o saldo seja positivo nesse novo reinício.

Mas o que os desejos e reflexões de início de ano têm a ver com saúde mental? Na verdade tudo! Quando paramos para refletir sobre o quão prazerosa ou dolorosa tem sido a nossa vida, necessariamente nos colocamos dispostos a romper com tudo o que nos faz mal, nos faz adoecer aos poucos. Reavaliar uma atitude é entender que podemos agir de maneira diferente e mais saudável numa próxima situação. Romper com relacionamentos abusivos é se abrir para um relacionamento onde o amor e respeito sejam verdadeiros e constantes. Admitir que posturas duras demais vêm sendo adotadas é possibilitar novas e melhores relações interpessoais. Entender que emoções como raiva, tristeza e mágoa são naturais, mas que há algo de errado em senti-las a maior parte do tempo é permitir que a alegria retorne e preencha o coração. E você ainda se pergunta o que tudo isso tem a ver com saúde mental?

terapia-online-casule-banner

A auto reflexão nos permite encarar a realidade e dar passos para as mudanças que vão amenizar ou até mesmo impedir a instalação de doenças tão comuns nas últimas décadas, como a depressão e a ansiedade. A mudança de hábitos e o rompimento com aquilo que não nos faz bem, geram um bem estar imensurável.

Neste processo, a busca por um profissional da saúde mental também pode ser necessária e deve ser realizada sem medos, sem restrições, assim como se faz em relação ao profissional de saúde geral. Na saúde mental também existe promoção, prevenção e tratamento. Psicólogos e psiquiatras podem ser consultados a qualquer momento. A única coisa que precisamos é colocarmos a nossa saúde mental acima de qualquer preconceito.

 

 

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade

Você tem cuidado da sua saúde mental?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Você tem cuidado da sua saúde mental?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Você tem cuidado da sua saúde mental?.

0 comentários

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This