Você-se-acha-tímido-ou-introvertido--Você-sabe-a-diferença-casule

Você se acha tímido ou introvertido? Você sabe a diferença?

Atualizado em 20/01/2018
Por Redatora Casule

Você se acha tímido ou introvertido? Você sabe a diferença?

Atualizado em 20/01/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você se acha tímido ou introvertido? Você sabe a diferença?

É fácil confundir os conceitos de tímido e introvertido, pôs existem várias semelhanças que o senso comum foi aglutinando até que parecesse a mesma coisa.

A timidez, embaraço e reclusão são sinais de pessoas que se sentem inibidas e com grande desconforto em situações específicas de interação social, aquele que podemos chamar de tímido. Esse tipo de anseio pode prejudicar no contato e nas relações pessoais como um todo, principalmente no trabalho. O que torna complicado a realização de objetivos individuais e profissionais que necessitam de aprovação externa ou relações interpessoais para se concretizarem.

Normalmente, o tímido é aquele que tem apreensão exagerada com o outro, pela sua cabeça passa pensamentos do tipo:

  • “O que será o que o outro está pensando sobre mim?”
  • “Será que eu estou agradando?”
  • “O que será que significa isso que a pessoa fez?”
  • “O que ela quis dizer com isso?”
  • “Isso é um sinal para eu fazer alguma coisa?”
  • “O que será que ele está pensando de mim?”

 

O foco é o próximo, colocando-se em segundo plano já que o importante torna-se a aprovação externa. Quem é tímido costuma sentir-se pior ao interagir com quem não tem intimidade, justamente porque o desconhecido é mais difícil de controlar, entender e saber lidar; está fora do controle. Por isso tantos questionamentos e dúvidas sobre as falas e comportamentos das outras pessoas, pois a cada momento a incerteza toma conta e opaca os pensamentos do tímido. Mas nada impede da timidez acontecer dentro de casa, no próprio núcleo familiar, pois a incerteza é tanta que se afastam até mesmo das pessoas mais próximas.

O tímido não consegue expressar os sentimentos e pensamentos de forma adequada: costuma não falar metade do que pensa e a pensar o dobro do que fala. São pessoas reservadas, pois ficam fechadas e até mesmo isoladas. Guardam para si muito dos problemas que vivenciam e tem uma tremenda dificuldade em resolução de problemas, pois não conseguem expressar o que realmente sentem ou pensam sobre uma determinada situação ou problema. Esse tipo de dificuldade faz com que a pessoa não interaja efetivamente com os outros. O contato acaba sendo superficial.

É válido lembrar também que: quem é tímido não é sempre retraído. Por isso, muitos tímidos são considerados extrovertidos em diversos momentos. Existem pessoas que se sentem fechadas em qualquer contato social, mas muitas conseguem separar as situações, por exemplo:

  • Não gostam de festas, mas não têm problemas em apresentar trabalho em grupo;
  • Não conseguem interagir confortavelmente com pessoas do sexo oposto, mas fluem tranquilamente em uma entrevista de emprego com uma pessoa do mesmo sexo;
  • Não falam em público, mas se dão bem em ambientes sócias e consegue se expressar tranquilamente para várias pessoas conhecidas.

 

terapia-online-casule-banner

Mesmo havendo certo prejuízo no contato social, a timidez em si não é considerada uma doença psicológica nem um transtorno mental. Obviamente, se o comprometimento desse contato causa transtornos maiores, pode-se pensar em outros distúrbios presentes.

Já o introvertido é uma característica psicológica, um traço da personalidade. Introvertidos percebem o mundo a partir de si mesmo e passam as informações pelo filtro pessoal de experiências deles. Embora os introvertidos, assim como os tímidos, muitas vezes evitem o contato social, seus motivos são diferentes. Eles simplesmente “não acham graça” na interação social. Situações com muitas pessoas e barulho constante, como festas, não interessam aos introvertidos, sendo considerado um excesso de estímulos. Preferem ficar num lugar silencioso, com poucos amigos próximos ou até mesmo sozinhos. Por contraste à timidez, eles não sentem desconforto em situações sociais, mas também não conseguem se divertir tanto quanto os outros.

Introvertidos preferem certos ambientes, aqueles mais calmos e menos estimulantes. Quando algo os estimula demais, o que acontece frequentemente, eles passam a se sentir exaustos e sobrecarregados, assim como se distraem facilmente pelo excesso de estimulo, por isso essa preferência. Assim como, os mesmos se aborrecem com facilidade quando estão em uma conversa e não se sentem estimulados o suficiente, logo, a dificuldade em se relacionar. Outra característica comum é a dedicação extrema a pensar antes de falar, pois se preocupam muito com os impactos que trará tais comentários. Suas falas são fruto de muita análise, não de impulsos.

É possível que uma pessoa seja introvertida, mas não tímida; ou seja, desfruta perfeitamente a solidão, contudo não tem problemas para interagir com outras pessoas, quando a situação exige. Também é possível ser tímido, sem realmente ser um introvertido; isto é, desfruta da companhia de outras pessoas mais do que o sua, mas não sabe realmente como fazer para conseguir isso.

 

O grande problema de ser tímido ou introvertido é quando não se consegue expressar adequadamente o que sente ou pensa.

 

Quando os sentimentos de medo e insegurança tomam conta da pessoa e o resultado é ficar em casa retraído e fechado, o contato social fica severamente comprometido. Para esse tipo de situação extrema um tratamento buscando mudança, é fundamental. Lembrando que quem sofre com a timidez mesmo em grau menor, pode também buscar ajuda para aperfeiçoar-se. O acompanhamento psicológico existe exatamente para ajudar você que se sente como descrito no texto, seja tímido ou introvertido, e se vê prejudicado de alguma forma por essas características, saiba que: é possível amenizar essas distorções do pensamento, os comportamentos evitativos ou mesmo aliviar os sentimentos negativos.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Você se acha tímido ou introvertido? Você sabe a diferença?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Você se acha tímido ou introvertido? Você sabe a diferença?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Você se acha tímido ou introvertido? Você sabe a diferença?.

0 comentários

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This