Você-está-preparado-para-o-mercado-de-trabalho---psicóloga---Cristina---Casule

Você está preparado para o mercado de trabalho?

Atualizado em 18/10/2018
Por Christina Daret

Você está preparado para o mercado de trabalho?

Atualizado em 18/10/2018
Por Christina Daret
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você está preparado para o mercado de trabalho?

Você foi aprovado no curso que tanto sonhava? Você acredita que cursar o ensino superior ou um curso técnico irá te proporcionar melhores condições de vida no futuro? Mas será que isso basta?

Certamente, ser aprovado em uma instituição de ensino técnico ou superior é um passo importantíssimo na caminhada para o sucesso profissional, especialmente se você conquistar uma aprovação em uma instituição de ensino bem conceituada. Mas devemos ter em mente que não basta apenas a aprovação.

terapia-online-casule-banner

Um erro comum de cometermos é o fato de acreditarmos, que termos feito uma boa escolha da nossa profissão é o suficiente. Quando isso ocorre, por vezes acabamos não nos comprometendo com a nossa necessidade de orientar a nossa formação para que possamos ter resultados ainda mais positivos.

  • Algumas atitudes durante a graduação podem ajudar no processo de enriquecimento do seu currículo e da busca por oportunidades após a formatura:
  • Conheça o seu curso: saiba quais são as opções de atuação do profissional na sua área;
    Autoconhecimento: descubra quais são as coisas que te interessam e de que forma você se imagina como profissional;
  • Planeje a sua formação: sabendo quais são as suas áreas de interesse, fica mais fácil buscar estágios, projetos de pesquisa, disciplinas não obrigatórias, realizar intercâmbios, etc;
  • Faça estágios: busque durante a sua formação fazer o maior número possível de estágios, ainda que sejam sem remuneração e trabalhos em ONG’s com as quais você se identifique;
  • Busque formações: aproveite a graduação para fazer cursos extracurriculares e aprender ou aprimorar outras línguas;
  • Tenha um currículo interessante para a área acadêmica: caso você se interesse pela área acadêmica esteja atento para que seu currículo possua os itens que contam pontos na avaliação para o mestrado, por exemplo. Não deixe para pensar nisso apenas no último ano.
  • Procure saber sobre as oportunidades de emprego na sua área de interesse: saiba quais são as empresas que oferecem oportunidades para a sua área de formação, se existem oportunidades para a sua cidade ou se é necessário mudar, etc

 

Lembre-se que a qualidade da sua formação não depende somente da instituição de ensino. Responsabilizar-se pela sua trajetória acadêmica é o primeiro passo para ter boas oportunidades após a sua formatura, ainda que não possua experiências registradas em carteira de trabalho.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Você está preparado para o mercado de trabalho?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Você está preparado para o mercado de trabalho?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Christina Daret, aqui no Blog.
Psicóloga, pós graduada em Terapia Cognitivo Comportamental. Apaixonada pela Psicologia e o atendimento clínico. Adora viajar e estar com a família. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Você está preparado para o mercado de trabalho?.

0 comentários

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This