uso de drogas

Uso social: como saber se ultrapasso os limites?

Atualizado em 26/06/2017
Por Redatora Casule

Uso social: como saber se ultrapasso os limites?

Atualizado em 26/06/2017
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Uso social: como saber se ultrapasso os limites?

Na atualidade a dependência de álcool e/ou drogas é um assunto amplamente divulgado e discutido, sendo um grave problema social e de saúde pública.  O uso de álcool e outras drogas representa, no entanto, uma prática milenar e universal que vem sendo realizada através dos tempos por diversos grupos sociais, com finalidades diversas.

Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), aproximadamente 10% das populações urbanas de todo o mundo tem consumido álcool e/ou drogas de forma abusiva. Aponta-se uma tendência mundial para que esse abuso aconteça de forma cada vez mais precoce e, também, mais intensa.

A dependência de álcool e/ou drogas é decorrente de uma gama de fatores incluídos na dimensão familiar, social e individual, bem como das rápidas e consistentes mudanças no modo de organização das sociedades. É o que a OMS tem chamado de epidemia social, ressaltando os três fatores fundamentais: o agente (droga), o hospedeiro (usuário) e o ambiente favorável (família, grupos de convívio).

Quando destacamos essa prática como digna de preocupação, é muito mais adequado observar e falar de consumo leve e consumo pesado do que de drogas leves e pesadas, uma vez que, desconsiderando-se o fato de se tratar de uma droga lícita ou ilítica, a intensidade do consumo está muito mais ligada aos prejuízos biológicos, psíquicos e sociais do que ao tipo de droga utilizada.

Estamos, então, falando sobre os padrões de consumo de drogas:

  • Uso de drogas: é a autoadministração de qualquer quantidade de substância psicoativa; experimentar ou consumir exporadicamente ou de forma episódica, não acarretando prejuízos por conta disso;
  • Abuso de drogas/uso nocivo: padrão de uso que aumenta o risco de consequências prejudiciais ao usuário; uso de drogas que resulta em dano físico ou mental e que pode englobar, também, consequências sociais; Porém, esse prejuízo, as complicações são restrita ao períodode consumo
  • Dependência: perda do controle no consumo, e os prejuízos associados são mais evidentes.

A etiologia da dependência química é multidimensional, porém os fatores sociais são os elementos mais importantes. Importante destacar que a estigmatização e os estereótipos, características pessoais ou sociais atribuidas a determinadas pessoas ou grupos, dificultam o acesso aos serviços de saúde. A forte conotação moral, dificulta abordagens mais adequadas e maior aproximação dos usuários.

Existe uma associação equivocada, por parte da sociedade e inclusive de muitos profissionais de saúde, de que o usuário é “fraco”, “sem força de vontade”, “mau caráter” ou que o uso e a dependência são “problemas sem solução”.

Um dos maiores estigmas do diagnótico da dependência química está na impossibilidade de “cura” ou mesmo na dificuldade em lidar com os pacientes. A busca por ajuda especializada é essencial para que o profissional possa auxiliar a família e o paciente quanto às frustrações e expectativas acerca do tratamento.

Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Uso social: como saber se ultrapasso os limites?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Uso social: como saber se ultrapasso os limites?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Uso social: como saber se ultrapasso os limites?.

0 comentários

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This