terapia---psicóloga-Auxiliatrice---Casule

Terapias cognitivas: mudanças na mente e no cérebro?

Atualizado em 10/12/2018
Por Redatora Casule

Terapias cognitivas: mudanças na mente e no cérebro?

Atualizado em 10/12/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Terapias cognitivas: mudanças na mente e no cérebro?

A discussão entre “questões da mente” e “questões do cérebro” sempre esteve em alta na psicologia. Há tempos se pensa em “tratar a mente com terapia” e “tratar o cérebro com medicação”, mas será que estão separados assim? Os resultados do processo psicoterapêutico são indiscutíveis na qualidade de vida, mudanças de perspectivas e comportamentos, diminuição de sintomas psicopatológicos, entre outros. Com os avanços da neurociência, esses resultados têm sido apontados também através de estudos que mostram mudanças neurofuncionais a partir de intervenções psicológicas, reforçando o mapeamento da interferência desse processo nos aspectos estruturais e funcionais do cérebro.

Recentemente, pesquisas na área têm feito aproximações entre as Terapias Cognitivas e Neuropsicologia, uma vez que essa interface é de grande valia para o entendimento e tratamento dos transtornos mentais como um todo. Nos quadros psicopatológicos são observados padrões de interpretações tendenciosas sobre os eventos, a partir de crenças (percepções) particulares da pessoa, o que interfere em como ela se sente e se comporta diante do fato. Porém, é possível destacar algumas dificuldades funcionais relacionadas à autogestão e às funções executivas, como: rigidez de pensamento, dificuldade em controle inibitório, diminuição na capacidade de resolução de problemas, entre outros processos cognitivos que podem estar envolvidos no transtorno apresentado.

terapia comportamental e processo mental

terapia-online-casule-banner

Alguns pesquisadores têm chamado atenção para o fato de técnicas utilizadas nas Terapias Cognitivas serem capazes de interferir também nos processos cognitivos citados, em particular na capacidade de flexibilizar a cognição, e inibir comportamentos e pensamentos disfuncionais, bem como mudanças em processos atencionais. Diferentes pesquisas afirmam a eficácia dessas terapias em atuar, através da reestruturação cognitiva, sobre a capacidade de reformular regras comportamentais, identificação e testagem de novas hipóteses a partir da flexibilização, processo de aprendizagem implícita e explícita, bem como o aumento das habilidades de autorregulação emocional e comportamental.

O processo terapêutico gera mudanças expressivas na forma de entender e se comportar no mundo. Os estudos de neuroimagem apontam que regiões, como por exemplo: Sistema límbico (responsável pela modulação emocional) e Córtex pré-frontal (responsável pelo controle comportamental, regulação social, tomada de decisão, flexibilidade cognitiva, expressão da personalidade, entre outros) sofrem mudanças funcionais após intervenções das Terapias Cognitivas.

Dessa forma, esse modelo terapêutico atuaria nos filtros mentais (crenças e percepções que interferem na interpretação dos fatos) e nos mecanismos neurocognitivos relacionados ao controle de conduta e emoção. Essa estreita relação entre neurociência e Terapias Cognitivas se tornou importante na validação dos aspectos clínicos dessas abordagens, mas ainda enfrenta desafios na integração conceitual e metodológica das duas teorias.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Terapias cognitivas: mudanças na mente e no cérebro?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Terapias cognitivas: mudanças na mente e no cérebro?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Terapias cognitivas: mudanças na mente e no cérebro?.

0 comentários

Meu medo me faz fugir
Meu medo me faz fugir

Meu medo me faz fugir

Evitar se expor a situações que causam medo e ansiedade é algo extremamente normal. Porém, quando a "evitação" e a fuga se tornam um repertório comum para várias situações... é importante ligar o sinal de alerta.

Controlando sua Ansiedade

Ansiedade é uma reação emocional desencadeada pela percepção de uma ameaça – real ou imaginária. Nosso corpo pode responder a esse estado de diversas maneiras e cada uma delas é única e exclusiva de cada pessoa!
Leia mais
Controlando sua Ansiedade

Saiba quais alimentos evitam a acne

Certos hábitos alimentares inadequados quando associados a outros fatores, podem provocar um aumento da oleosidade da pele que desencadeiam processos inflamatórios.
Leia mais
alimentos-que-evitam-a-acne-BLOG
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This