Terapia Cognitiva-comportamental para pacientes com Transtorno do Pânico em Juiz de Fora

Atualizado em 23/06/2014
Por Cristiane Schumann

Terapia Cognitiva-comportamental para pacientes com Transtorno do Pânico em Juiz de Fora

Atualizado em 23/06/2014
Por Cristiane Schumann
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Terapia Cognitiva-comportamental para pacientes com Transtorno do Pânico em Juiz de Fora

O transtorno do pânico é uma doença de curso crônico, caracterizada pela presença de ataques recorrentes e inesperados de ansiedade, seguidos de sintomas físicos e afetivos, medo de sofrer um novo ataque e a evitação de eventos e/ou situações em que os ataques de pânico ocorreram. O ataque de pânico é um surto abrupto de medo intenso que alcança um pico em minutos o qual podem ocorrer os seguintes sintomas, segundo o Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V):

  • Palpitações, coração acelerado, taquicardia;
  • Sudorese;
  • Tremores ou abalos;
  • Sensação de falta de ar ou sufocamento;
  • Sensação de asfixia;
  • Dor ou desconforto torácico;
  • Náuseas ou desconforto abdominal;
  • Sensação de tontura, instabilidade, vertigem ou desmaio;
  • Calafrios ou ondas de calor;
  • Sensação de formigamento;
  • Sensações de irrealidade (desrealização) ou sensação de estar distanciando de si mesmo (despersonalização);
  • Medo de perder ou controle ou de “enlouquecer”;
  • Medo de morrer;

Geralmente, o transtorno do pânico se manifesta no final da adolescência ou no início da vida adulta. Na população geral, a estimativa de prevalência de 12 meses para o transtorno de pânico é de 2 a 3% em adultos e adolescentes. Além disso, indivíduos do sexo feminino são afetados mais frequentemente do que os do sexo masculino, na razão de 2:1. Outro dado importante a ser considerado é o elevado nível de prejuízo social, profissional e física nos pacientes com transtorno do pânico, o que acarreta um declínio considerável da qualidade de vida.

Acredita-se que os ataques de pânico surgem a partir de interpretações distorcidas e catastróficas dos sintomas físicos. Tais interpretações aumentam a excitação corporal, confirmando, desta forma, uma noção de “perigo” iminente e gerando mais interpretações catastróficas e ansiedade. Logo, um ataque de pânico representa um “alarme falso”. Conforme está representado na Figura, as “reações de alarme” são mais prováveis em indivíduos biologicamente (herança genética) ou psicologicamente (sensibilidade aos sintomas de ansiedade) vulneráveis. Geralmente, após o primeiro ataque, a pessoa fica apreensiva sobre novos ataques e desenvolve medo das sensações físicas e afetivas. Com a repetição dos ataques de pânico, cada vez mais os indivíduos se tornam progressivamente mais sensíveis aos estímulos internos e a situações e/ou locais em que o ataque ocorreu, elevando ainda mais a vigilância sobre qualquer sensação física. Combinado a isso, há o medo de sofrer outro ataque, levando o indivíduo a evitar os sintomas somáticos ou lugares associados a ataques prévios (agorafobia). Em conseqüência, os pacientes começam a ter limitações em suas atividades cotidianas.

Etiologia do Transtorno do Pânico

A Terapia Cognitivo-Comportamental (TCC) para transtorno do pânico é uma alternativa terapêutica que possui boa resposta de curto e de longo prazo para a diminuição dos sintomas. Assim, a TCC é utilizada para corrigir interpretações e reestruturar crenças distorcidas associadas ao transtorno do pânico, além de ajudar o paciente a retomar sua vida de forma mais funcional e produtiva.

A Casule Saúde e Bem-estar é uma clínica que oferece a Juiz de Fora uma equipe de terapeutas cognitivo-comportamentais, com formação e experiência adequada para melhor atender a pacientes com transtorno do pânico, bem como outros transtornos psicológicos.

 

Doutora e Mestre em Saúde, Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental, Especialista em Políticas e Pesquisas em Saúde Coletiva. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Casais, Famílias e Grávidas. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Terapia Cognitiva-comportamental para pacientes com Transtorno do Pânico em Juiz de Fora

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Terapia Cognitiva-comportamental para pacientes com Transtorno do Pânico em Juiz de Fora, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Cristiane Schumann, aqui no Blog.
Doutora e Mestre em Saúde, Especialista em Terapia Cognitivo-comportamental, Especialista em Políticas e Pesquisas em Saúde Coletiva. Atende: Adolescentes, Adultos, Idosos, Casais, Famílias e Grávidas. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Terapia Cognitiva-comportamental para pacientes com Transtorno do Pânico em Juiz de Fora.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This