Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?

Atualizado em 18/03/2015
Por Nayara Benevenuto

Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?

Atualizado em 18/03/2015
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?

O que é a Síndrome de Burnout

“Burnout (esgotamento profissional) é definido como uma síndrome psicológica decorrente da tensão emocional crônica no trabalho. Trata-se de uma experiência subjetiva interna que gera sentimentos e atitudes negativas no relacionamento do indivíduo com o seu trabalho (insatisfação, desgaste, perda do comprometimento), minando o seu desempenho profissional e trazendo consequências indesejáveis para a organização (absenteísmo, abandono do emprego, baixa produtividade). O Burnout é caracterizado pelas dimensões: exaustão emocional, despersonalização e diminuição da realização pessoal.”  (Tamayo e Tróccoli, 2002)

Burnout geralmente ocorre em profissionais que lidam com pressão emocional constante em seu dia-a-dia, e mantém contato direto com pessoas em situações estressantes, por longo período de tempo. Por exemplo: profissionais de saúde, da educação, policiais, agentes penitenciários, entre outros.

Esses profissionais se deparam com eventos estressores no ambiente de trabalho, além do intenso e contínuo contato interpessoal. O trabalho dos profissionais de saúde baseia-se na articulação das dimensões: técnica, ética e política, bem como na compreensão e manejo em lidar com a vida e com a morte.

Como acontece

O fator estressor, seja qual for, físico ou psicológico, ativa o sistema neuroendócrino. Inicialmente há o envolvimento do hipotálamo que estimula a liberação de hormônios pela hipófise, entre eles o hormônio adrenocorticotrófico (ACTH) que estimulam as glândulas supra-renais a produzirem e liberarem cortisol e adrenalina, chamados de hormônios do estresse.

sindrome-de-burnout-casule-psicologia-juiz-de-fora-esquema

A síndrome envolve três componentes, que podem aparecer associados, mas são independentes:

Exaustão emocional – falta de energia associada a sensação de esgotamento emocional. O profissional sente que não pode despender mais energia para desenvolver suas atividades.

Despersonalização – indiferença em relação às atividades cotidianas do trabalho, presença de atitudes negativas e comportamentos de cinismo e dissimulação afetiva, até o tratamento de pessoas do convívio como objetos.

Falta de envolvimento com o trabalho ou baixa realização profissional – sensação de incapacidade, baixa autoestima, desmotivação e infelicidade no trabalho, afetando até a habilidade e a destreza.

Manifestações e sintomas

O desenvolvimento dessa síndrome decorre de um processo gradual de desgaste emocional e desmotivação acompanhado de manifestações físicas e psíquicas. Ela se manifesta por meio de quatro dimensões sintomatológicas: física, psíquica, comportamental e emocional.

Principais Sintomas: Exaustão emocional, despersonalização, reduzida realização profissional; fadiga; dores; imunodeficiência; disfunções sexuais, desconfiança, irritabilidade, perda da iniciativa, tendência ao isolamento.

Sinais de doença avançada: enxaquecas, insônia, gastrite e úlcera, diarréias, crises de asma, palpitações, hipertensão, dores musculares, alergias e infecções, depressão, aumento do consumo de café, álcool, barbitúricos e, cigarros.

Tratamento

Depois de constatado, o tratamento da síndrome de Burnout é realizado através do psicoterapeuta. Em alguns casos, é necessária a utilização de medicamentos como os antidepressivos que atuam como moderadores de ansiedade e da tensão, sendo sempre prescritos com avaliação médica. Se perceber alguns dos sintomas, não deixe que eles tomem conta da sua vida. Portanto, se identificar alguns dos sintomas, busque soluções o mais rápido possível, incluindo orientação especializada.

Fonte: http://saudeexperts.com.br/sindrome-de-burnout-estresse-ocupacional/

PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Síndrome de Burnout: você já ouviu falar?.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This