Seu filho não te respeita? Saiba algumas dicas sobre como dar limites

Atualizado em 03/06/2015
Por Nayara Benevenuto

Seu filho não te respeita? Saiba algumas dicas sobre como dar limites

Atualizado em 03/06/2015
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Seu filho não te respeita? Saiba algumas dicas sobre como dar limites

86501692_619x373

Tem tido este problema? Você não é o único. Basta olhar em volta. Em geral, quando não se respeita pai e mãe, não se respeita mais ninguém. É o que se observa em escolas, clubes, igrejas, shoppings, em espaços comuns. Ter respeito por si e pelos outros se aprende. Ninguém nasce sabendo isso. E se o seu filho não te respeita é porque assim ele aprendeu. Mas sempre há jeito.

Educar uma criança requer um bom equilíbrio entre razão e emoção, coerência entre o que se diz e faz, determinação e persistência para alcançar o comportamento desejado. Educar só com o coração alimenta o desrespeito e muito mais. Deixar para depois, facilitar a educação, cobrar ou fazer vista grossa também não irão contribuir, e pelo contrário, tendem a cobrar um preço alto. É preciso ter peito para se dar ao respeito. Ter caráter, personalidade, saber o que, como e o por quese faz o que faz.

Veja algumas dicas:

  1. Não subestime o seu filho. Ele é maior do que você pensa e sempre sabe e pode muito mais do que você imagina.
  2. Não seja subserviente a ele. Esse comportamento, em geral, não é valorizado. E nem o coroe. Uma criança com poder de rei transforma-se rapidamente em um tirano sem respeito.
  3. Respeite-se e se valorize. E respeite e valorize o seu filho. Só assim poderá ser respeitado. Isso inclui não futucar em suas coisas. Ao mexer nas coisas de um filho, invade-se a sua privacidade, põe-se em risco a confiança e se abre espaço para que ele mexa nas suas coisas também. Há meios mais interessantes e respeitosos de saber quem o seu filho é, o que ele faz, com quem ele anda. Conversar para conhecer o filho é um ótimo caminho. Mas é preciso estar atento ao modo como se fala e escuta. Cuide para que suas reações não bloqueiem a comunicação. Deixe-o ser transparente e o oriente para que assuma, desde bem pequeno, as suas responsabilidades.
  4. Invista na cultura da confiança. Confie de verdade no seu filho e ele em você. E o ensine, desde pequeno, que uma boa relação é conquista de ambos. Cada um precisa colaborar, como um time, em prol do bem comum. E o respeito é só o começo.
  5. Deixe claro e faça ajustes dos comportamentos do seu filho que não se alinham ao modo como você quer ser tratado. Mas faça isso com calma, persistência e sem medo. E é muito importante explicar-lhe quais os princípios e/ou valores que estão por trás do comportamento desejado. E cuidado com as cobranças ou chantagens, que podem promover o desrespeito.
  6. Você é modelo do seu filho. Assim, fique atento também ao seu modo de agir, pois ele aprende mais por suas ações do que por suas palavras. Reflita diariamente o que você diz e faz, e como você tem sido respeitado e como tem respeitado a si mesmo, ao seu filho e aos outros, para ir fazendo os ajustes necessários.
  7. Por fim, não se consegue real respeito por decreto, chantagem ou vantagem, e nem de repente. Mas sim por aprendizagens provindas das experiências diárias. Invista, persista, não desista. Vale a pena não pagar essa pena.

Fonte: https://soparamaes.wordpress.com/page/2/

PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Seu filho não te respeita? Saiba algumas dicas sobre como dar limites

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Seu filho não te respeita? Saiba algumas dicas sobre como dar limites, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Seu filho não te respeita? Saiba algumas dicas sobre como dar limites.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This