Quando buscar ajuda psicológica para o seu filho?

Atualizado em 09/10/2015
Por Nayara Benevenuto

Quando buscar ajuda psicológica para o seu filho?

Atualizado em 09/10/2015
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Quando buscar ajuda psicológica para o seu filho?

shutterstock_159529073_0

Normalmente, são os pais os primeiros a reconhecer quando um filho apresenta algum problema emocional ou de comportamento. Mesmo assim, a decisão de buscar uma ajuda profissional pode ser difícil e dolorosa para os pais. O primeiro passo a ser feito é tratar de falar afetivamente com a criança sobre o problema. Uma conversa aberta e honesta sobre os sentimentos do filho pode ajudar dependendo da idade dele. Os pais também podem consultar com o médico da criança, professores ou outros adultos que conheçam bem o filho para saber mais sobre as dificuldades da criança. Alguns dos sinais indicativos de que existe a necessidade de uma avaliação de um psiquiatra ou psicólogo infantil são os seguintes:

Em crianças pequenas:

•Mudanças importantes no rendimento acadêmico;
•Notas baixas na escola, apesar da criança fazer um esforço grande;
•Muita preocupação ou ansiedade excessiva, o que pode resultar em negativa para ir a escola, para deitar ou dormir, ou participar de atividades normais para uma criança da sua idade;
•Hiperatividade, inquietude, movimento constante;
•Pesadelos constantes;
•Desobediência, agressividade constante (mais de 6 meses) e comportamento provocativo com as figuras de autoridade;
•Ataques de birra frequentes e inexplicáveis;
•Alterações do humor (por um largo período) como tristeza, desinteresse por brincadeiras que costumava realizar, desânimo;
•Alterações do apetite.

terapia-online-casule-banner

Em pré-adolescentes ou adolescentes:

•Mudanças importantes no seu rendimento escolar;
•Dificuldade para enfrentar os problemas, situações ou atividades diárias;
•Mudanças significativas nos hábitos de dormir ou alimentares;
•Muitas queixas físicas;
•Humor depressivo, manifestado por um estado de animo e atitudes negativas;
•Abuso de drogas ou de álcool;
•Medo intenso em se tornar obeso sem ter em consideração o verdadeiro peso, comportamentos de restrição importante da alimentação ou indução ao vomito logo após ingerir alguma comida;
•Pesadelos persistentes;
•Ameaças de machucar-se a si mesmo ou aos outros;
•Crises intensas de irritabilidade ou agressividade;
•Ameaças de que se irá de casa;
•Confronto persistente com os pais, desafio com as figuras de autoridade de forma agressiva ou não, roubos, vandalismo, ausência escolar;
•Pensamentos e/ou sentimentos estranhos, pouco usuais.

Se os problemas persistirem por um largo período produzindo prejuízos na funcionalidade da criança (problemas que interferem na escola, no convívio social com crianças da mesma idade, na família ou no trabalho em caso de que seu filho seja adolescente) procure ajuda de um psicólogo. Lembre-se que quanto antes se avalie e se trate o problema melhores são as possibilidades de resolver a questão.

Fonte: http://infanciaepsicologia.blogspot.com.br/2013_08_01_archive.html

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Quando buscar ajuda psicológica para o seu filho?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Quando buscar ajuda psicológica para o seu filho?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Quando buscar ajuda psicológica para o seu filho?.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This