A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?

Atualizado em 01/10/2014
Por Redatora Casule

A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?

Atualizado em 01/10/2014
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?

tumblr_lhr8f6Vunn1qg2i6to1_400_large

É normal e natural sofrer quando um relacionamento afetivo acaba, por conta da perda de um sonho, de um futuro imaginado. Após a perda, quem levou o fora passa por um período de luto e sofre, não só pela perda da pessoa amada, mas também por considerar-se “culpada”, de alguma forma, pelo fim da relação. Perguntar-se: “Onde foi que eu errei? O que eu poderia ter feito ou deixado de fazer para que a relação continuasse?” só serve para piorar a situação porque nada do que se faça ou se deixe de fazer vai manter a pessoa ao seu lado se ela não quiser ficar.

Fazer-se de vítima também não resolve! Se a relação continuasse, seria sofrimento na certa. E sabe por que? Porque não há futuro em insistir em permanecer com uma pessoa que não via em você a pessoa certa para ela (o que não significa que você seja uma pessoa “errada”). Portanto, se a outra pessoa não aceitou você do seu jeitinho, é melhor mesmo ela ir embora e deixá-lo livre para encontrar alguém que o aceite exatamente como você é!

Como superar?

A melhor forma de esperar o tempo do luto passar é se ocupar! Que tal voltar a fazer aquelas coisas que seu parceiro não gostava, um curso para aprender uma nova língua, fazer novos amigos, passeios?

Se a princípio você achar que não vale a pena fazer nada disso porque estas atividades não vão diminuir a sua dor, na medida em que você se ocupa e sai da sua rotina, o tempo passa e, aos poucos, a sua dor diminui até passar!

Evite as recaídas! Não insista para retomar a relação. Se a outra pessoa disse que acabou, aceite porque, se ela retomar a relação, será somente porque sente pena de você.

Entrar em outro relacionamento apenas por vingança, para tentar fazer ciúme ou buscar um novo amor para curar o amor antigo é um engano porque, fatalmente, haverá uma cobrança de que esta nova pessoa seja semelhante à anterior; provavelmente você irá agir com ela como se ela fosse a anterior, sem contar que você pode descarregar nela todas as suas mágoas em relação à pessoa que o deixou.

terapia-online-casule-banner

O melhor a fazer é ficar só, esperar passar o tempo do luto e, só depois de colocar um ponto final no seu sofrimento pela perda, ir atrás de um novo amor!

Depois de passado o período de luto, se a pessoa persistir nos comportamentos abaixo, é melhor buscar a ajuda profissional de um Psicólogo que a ajudará a compreender que dor de amor também passa:

• Se ela passa a maior parte do seu tempo lamentando a perda, seja falando para outras pessoas sobre isso, seja ficando isolada dos amigos e da família;

• Se ela deixa a sua vida de lado para ficar sofrendo pela perda;

• Se o desempenho, tanto escolar, quanto social ou profissional cai muito;

• Se o assunto, nas conversas, é falar da pessoa que perdeu e relembrar tudo o que havia de bom no relacionamento;

• Se tudo é motivo para falar do ex.

Fonte:  http://cerejafina.com/categoria/comportamento

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: A RELAÇÃO ACABOU: E AGORA?.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This