Por que falar sobre Suicídio

Por que falar sobre Suicídio?

Atualizado em 16/09/2020
Por Renata Giovannini

Por que falar sobre Suicídio?

Atualizado em 16/09/2020
Por Renata Giovannini
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Por que falar sobre Suicídio?

Aperte o play para escutar este conteúdo.

10 de setembro é o Dia Internacional de Prevenção ao Suicídio. Por essa razão, desde 2015, o Brasil promove campanhas de prevenção e informação sobre o assunto dedicando essa época ao Setembro Amarelo.

Mas por quê Amarelo? 

Em 1994 um jovem americano de 17 anos, chamado Mike, cometeu suicídio dentro de seu carro, um Ford Mustang amarelo, o qual tinha bastante apego, e que era considerado seu principal passatempo. 

Os pais de Mike afirmam que o adolescente cometeu suicídio por não saber pedir ajuda. No dia de sua morte ele deixou um recado pedindo para que seus pais não se culpassem pelo que ele havia feito. Depois de sua morte foi descoberto que Mike tinha sinais de depressão e que não estava sabendo lidar com um término de um namoro.

fita setembro amarelo
Fita amarela simbolo do setembro amarelo

Durante o funeral, seus pais distribuíram cartões com fitas amarelas para todos os que estavam presentes, onde estava escrito “se você está pensando em suicídio, peça ajuda!”. Uma pessoa que estava no funeral espalhou os cartões pela cidade, e algumas semanas depois, os pais de Mike começaram a receber ligações de pessoas de todo o estado pedindo ajuda. Pouco tempo depois a iniciativa ganhou repercussão nacional.

O Setembro Amarelo é uma campanha criada com o intuito de informar as pessoas sobre o suicídio, uma prática muitas vezes ocasionada pela depressão. Mesmo com tantos casos notórios, e crescentes a cada ano, ainda existe uma expressiva barreira para falar sobre o assunto.

Porém, falar sobre suicídio não é o que aumenta a incidências de casos. Mas sim, a falta de informação adequada.

terapia-online-casule-banner

Dados

dados suicidio jovens
O suicídio muitas vezes está aliado a depressão, mesmo em jovens.

Segundo dados da OMS – Organização Mundial de Saúde, o suicídio é a terceira causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos, e estima-se que cerca de 90% desses casos podem ser prevenidos.

No Brasil, o suicídio é considerado um problema de saúde pública. Os números oficiais apontam que, em média, 32 brasileiros cometem suicídio POR DIA. Essa é a segunda principal causa de morte entre jovens com idade entre 15 e 29 anos. 

O Laço Amarelo tem o objetivo de chamar atenção para a conscientização nos movimentos de igualdade.

A campanha é em setembro, mas falar sobre prevenção do suicídio em todos os meses do ano é fundamental!

Se você conhece alguém que está precisando de ajuda, se mostre disponível para escutá-lo sem julgamentos. Incentive a procura por um profissional de saúde mental, e esteja disposto à entender os sentimentos dessa pessoa.

Se você, que está lendo este texto precisa de ajuda, ligue para o Centro de Valorização da Vida (CVV) pelo telefone 188 ou procure-os na internet. Peça ajuda para a sua família, amigos, em alguma ONG da sua cidade ou onde você se sente confortável em conversar.

Você não está sozinho! Isso vai passar!

Fonte: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=5671:folha-informativa-suicidio&Itemid=839

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Por que falar sobre Suicídio?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Por que falar sobre Suicídio?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Renata Giovannini, aqui no Blog.
Psicóloga, Terapeuta Cognitivo Comportamental, pós graduada em Avaliação Psicológica. Encantada pela profissão e pelo cuidado com o outro. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Por que falar sobre Suicídio?.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This