O funcionamento do TDAH em adultos

O funcionamento do TDAH em adultos

Atualizado em 23/08/2021
Por Nayara Benevenuto

O funcionamento do TDAH em adultos

Atualizado em 23/08/2021
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O funcionamento do TDAH em adultos

Aperte o play para escutar este conteúdo.

O Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade, conhecido como TDAH, é um transtorno do neurodesenvolvimento que apresenta como característica essencial um padrão persistente de desatenção, desorganização e/ou hiperatividade-impulsividade, o qual costuma persistir na vida adulta resultando no comprometimento do funcionamento social, acadêmico e profissional.

Indivíduos com TDAH comumente apresentam baixa inibição, baixo autocontrole e “alterações” em relação às funções executivas, sendo esses três aspectos correlacionados entre si. Por exemplo, a baixa inibição caracteriza-se pela dificuldade em “parar para pensar” no comportamento que está prestes a realizar, como agir com impulsividade ao falar e fazer algo “sem pensar”.

O baixo autocontrole, pode se manifestar através de um comportamento de fuga, como não conseguir terminar uma tarefa por se sentir entediado ou impaciente com facilidade, assumir compromissos sem ter ouvido com atenção e pensado nas possibilidades de realizar ou não. E por fim, as funções executivas, que são habilidades mentais que utilizamos diariamente para nos autodirecionar, envolvendo aspectos da memória, planejamento, controle emocional e inibição.  

Sendo assim, o indivíduo que tem TDAH pode apresentar dificuldades como a noção de tempo e esquecimento de tarefas, o que desencadeia um sentimento de frustração constante. Devido à dificuldade de autorregulação, em diversas situações por reagirem de forma automática e imediata, acabam sendo rotulados como pessoas agressivas, inconsequentes ou imaturas, por exemplo.

É fundamental promover estratégias que possam promover o autocontrole e a capacidade de direcionar de forma mais funcional suas ações, permitindo minimizar a impulsividade e suas consequências. Desenvolver habilidades que permitem parar e avaliar as opções para reagir às situações, proporciona tomada de decisões mais adequadas, sendo possível também estabelecer planejamentos e organização, minimizando o sentimento de frustração citado anteriormente.

terapia-online-casule-banner

O TDAH tem tratamento! Por isso, busque o auxílio de um profissional Psicólogo e/ou Psiquiatra. 

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

O funcionamento do TDAH em adultos

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre O funcionamento do TDAH em adultos, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: O funcionamento do TDAH em adultos.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Transtorno de Personalidade Antissocial

Você sabia que a cada 100 pessoas que você conhece, 4 são psicopatas? Hoje vamos conversar um pouquinho sobre a personalidade antissocial mais comumente conhecida como psicopatia e sociopatia.
Leia mais

Autoestima na Infância

A autoestima da criança vai sendo estabelecida a partir do contato com o outro e sofre influência de fatores internos e externos.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This