Cuidado com as calorias que você conta por aí - nutrição-casule

Cuidado com as calorias que você conta por aí

Atualizado em 10/04/2018
Por Redatora Casule

Cuidado com as calorias que você conta por aí

Atualizado em 10/04/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Cuidado com as calorias que você conta por aí

A importância mais básica da alimentação está na necessidade do nosso corpo absorver a energia presente nos alimentos e usá-la para todos os processos metabólicos. Qualquer excesso nesse consumo é estocado para ser utilizado quando a oferta de alimento não for suficiente para atender às necessidades energéticas. Entretanto, atualmente, a oferta de alimento é mais do que suficiente para satisfazer nossas necessidades e com isso o excesso de peso (sobrepeso e obesidade) é um crescente problema de saúde pública. Assim, o equilíbrio entre o que ingerimos e o que gastamos de energia promove a manutenção da massa corporal, enquanto o excesso na ingestão leva ao ganho de peso e a ingestão inferior à necessidade leva à perda. Contudo, diversos problemas dificultam o cálculo preciso de quantas calorias ingerimos. Algumas dessas dificuldades serão apresentadas no texto deste mês.

Relatos enviesados

Um problema comum quando o paciente relata o que ingere está relacionado com a diminuição (consciente ou não) da quantidade do que ele ingere. Uma pessoa que beba 4 latas de cerveja por dia pode dizer que bebe uma ou nenhuma por pensar “O que o nutricionista vai pensar de mim se eu falar que bebo isso tudo?” e acaba reportando uma quantidade muito inferior ao que de fato é consumido, dificultando a atuação do profissional.

Tamanho das porções ingeridas

A primeira dificuldade em se definir o tamanho do que foi ingerido é que, em geral, não somos bons em definir a quantidade que ingerimos. Por exemplo, aquela colher de sopa de açúcar que eu usei no suco estava realmente rasa ou estava cheia? Aquela xícara de café só estava metade cheia ou tinha mais que isso? Isso se torna especialmente complicado quando temos que recordar o que comemos no dia anterior por exemplo. Outro problema com o tamanho das porções é que as tabelas nutricionais, em geral, utilizam um valor único para alguns alimentos. Por exemplo, essa tabela pode apresentar um único valor de calorias presentes em uma maçã, mas existem mais de 7500 variedades de maçã e dentro da mesma variedade, o tamanho de um fruto para o outro pode variar importante.

terapia-online-casule-banner

Rotulagem nutricional

A legislação brasileira prevê uma tolerância para os nutrientes e as calorias apresentados nos rótulos dos alimentos. Essa variação pode estar em + ou – 20% em relação ao que é apresentado na embalagem do produto. Assim, se você ingerir um iogurte que diz conter 150 kcal, na verdade ele pode ter entre 120 e 180 kcal. Durante um dia inteiro, essa diferença poderia chegar a 400 kcal para uma dieta de 2000 kcal.

Diferentemente do que possa parecer, não são todas as calorias que ingerimos que são efetivamente absorvidas. Ou seja, o valor presente no rótulo do alimento, mesmo que estivesse correto, não garante que a minha absorção de energia vai ser exatamente aquela. Diversas características individuais, como, por exemplo, a microbiota presente no intestino influencia na capacidade de absorção de nutrientes. Algumas condições como a presença de diarreia, por exemplo, podem diminuir significativamente a absorção de nutrientes, devido a passagem mais rápida pelo intestino.

Diversos outros fatores contribuem para alterar a quantidade de energia que realmente absorvemos. Por isso, o acompanhamento com nutricionista é importante, pois ele/ela é capaz de analisar todos esses aspectos e definir qual estratégia utilizar para te ajudar com seus objetivos. E se você continua contando calorias por aí para tentar emagrecer, acho que você já sabe porque deve parar, né?

Grande abraço e até a próxima!

Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Cuidado com as calorias que você conta por aí

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Cuidado com as calorias que você conta por aí, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Cuidado com as calorias que você conta por aí.

0 comentários

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This