Comer-com-atencao-plena-nutricao-casule

Comer com atenção plena (Mindful eating)

Atualizado em 10/05/2019
Por Redatora Casule

Comer com atenção plena (Mindful eating)

Atualizado em 10/05/2019
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Comer com atenção plena (Mindful eating)

Você tem o hábito de se alimentar enquanto dirige? Mastiga poucas vezes e come rápido demais? Atende ao telefone ou responde as mensagens e e-mails enquanto almoça? Em meio a tantos afazeres do dia a dia, está cada vez mais comum observar pessoas comendo quando não estão com atenção plena: ou na frente da televisão, ou em pé e até mesmo pensando no que deixaram de fazer ou no que ainda vão fazer. Essa prática não só prejudica a digestão dos alimentos, mas também a liberação dos hormônios da saciedade. Sendo assim, comer sem atenção plena pode nos levar a ingerir muito mais que o necessário e acabar ganhando peso. 

A técnica do mindful eating ou comer com atenção plena vem sido praticada no Brasil desde 1990 e tem se mostrado eficaz não somente para o emagrecimento, mas para melhorar a relação do indivíduo com a comida, estabelecendo conexão com o alimento e proporcionando a melhor identificação do nível de saciedade durante e após a refeição.

Confira agora como praticar o midful eating de maneira fácil e simples, conhecendo os nove passos que vão te levar a comer com atenção plena:

1) Assente-se à mesa: coloque uma toalha, pratos e talheres que você goste. Desta forma você criará um ambiente propício para estar em companhia, fazendo da refeição um momento de socialização e comensalidade;

2) Coloque uma música relaxante e respire fundo;

3) Agradeça o alimento!! Fique imaginando de onde veio esse alimento. Para ele estar na sua mesa, alguém plantou, regou, cuidou, colheu, vendeu, alguém comprou e preparou. Medite, faça uma oração, um minuto de silêncio;

4) Observe a comida: suas cores, texturas, formas de preparo. Monte o prato com calma, bem bonito e colorido;

terapia-online-casule-banner

5) Feche os olhos. Assim, você aguça ainda mais os outros sentidos, como o olfato (sinta o aroma), o paladar (deixe o alimento derreter, passar por todas as papilas gustativas do sabor), a audição (escute o croc) e o tato (sinta a temperatura e a textura do alimento);

6) Deixe os talheres descansando entre uma garfada e outra: sair do piloto automático enquanto come é essencial;

7) Mastigue pelo menos 20 vezes. E se for um alimento mais difícil de ser digerido, como a carne, mastigue 30 vezes. Certifique-se que a mastigação fará com que o alimento passe sutilmente, líquido pela sua garganta;

8) Evite distrações de TV e celular: sem ser atraído por outra atividade, você ficará mais atento ao sinal de saciedade;

9) Caso esteja muito difícil comer com atenção plena, troque o talher para sua mão não dominante. Desta forma, você precisará de mais concentração, cognição e atenção ao comer.

É claro que fazer todos estes passos em todas as refeições do dia pode ser inviável. Mas lançar mão de uma ou duas refeições em horários mais tranqüilos do seu dia ou praticar o mindful eating aos fins de semana, já será de grande valia para resgatar a atenção ao comer. Experimente!

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Comer com atenção plena (Mindful eating)

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Comer com atenção plena (Mindful eating), você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Comer com atenção plena (Mindful eating).

0 comentários

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This