medicação psiquiátricas -psicologia - casule

Conversando sobre as medicações psiquiátricas – parte 2

Atualizado em 23/04/2018
Por Mariana Fonseca

Conversando sobre as medicações psiquiátricas – parte 2

Atualizado em 23/04/2018
Por Mariana Fonseca
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Conversando sobre as medicações psiquiátricas – parte 2

Se de um lado, conforme vimos no texto anterior, existem aquelas pessoas que apresentam grande resistência para tomar uma medicação de cunho psiquiátrico, de outro encontramos pessoas que fazem um uso abusivo e até mesmo prejudicial dessas medicações.

A automedicação, a medicação excessiva, a busca por resultados imediatos e pelo alívio instantâneo dos sintomas são questões chaves deste assunto, principalmente quando tratamos de ansiolíticos e antidepressivos. A busca pela vivência de estados de prazer e alegria se tornaram constantes nos dias atuais, assim como a alta performance e a alta produtividade. Dessa forma, não há espaço para sentimentos contrários àqueles, especialmente se eles forem “atrapalhar” a vida diária. O sofrimento, a tristeza, a ansiedade e até mesmo a frustração, que são naturais e podem nos fazer crescer, não têm mais espaço e devem ser abolidos imediatamente com uma a boa dose de medicação.

terapia-online-casule-banner

Medicações Psiquiátricas

Em muitos casos há realmente a necessidade do tratamento medicamentoso, mas é extremamente importante saber diferenciar, por exemplo, uma depressão (caracterizada por sofrimento intenso e outros sintomas muito incapacitantes) de uma tristeza ou rebaixamento de humor por acontecimentos normais da vida.

Nessa ânsia de viver uma felicidade plena, muitas pessoas buscam o médico com o intuito de transformar seu humor para que não haja espaço para a irritação, a ansiedade, ou para a tristeza. Vive-se uma alegria artificial, sem a capacidade de uma reflexão crítica sobre essa situação.

Existe uma linha muito tênue entre o que é saudável ou patológico, entre o que é normal ou não. É importante que esta diferenciação seja feita de maneira responsável e muito cuidadosa para que não haja uma banalização dos transtornos psiquiátricos. Problemas graves de saúde podem ser ocasionados pelo uso abusivo e mal indicado de medicações psiquiátricas.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade

Conversando sobre as medicações psiquiátricas – parte 2

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Conversando sobre as medicações psiquiátricas – parte 2, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Conversando sobre as medicações psiquiátricas – parte 2.

0 comentários

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This