Como seguir em frente quando tudo parece esta perdido?

Atualizado em 07/10/2014
Por Redatora Casule

Como seguir em frente quando tudo parece esta perdido?

Atualizado em 07/10/2014
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Como seguir em frente quando tudo parece esta perdido?

Ao longo da nossa vida, inevitavelmente, iremos experimentar alguns dissabores, injustiças, insatisfações, perdas, derrotas, sofrimento. No pior cenário, a vida é cheia de situações avassaladoras que jamais podem ser corrigidas. Ainda que possa parecer um cliché, eu quero dizer-lhe: “Deixe pra lá. Acabou, siga em frente. A sua vida é importante demais para viver com essa injustiça por mais uma hora que seja. Aconteceu. Não deveria ter acontecido. Mas a realidade é que aconteceu.” Ainda que a frase anterior tenha lógica e faça sentido, o que na verdade acontece é que muitos de nós perante acontecimentos arrebatadores, simplesmente não somos capazes de seguir em frente. Seja qual for a sua história, ainda que tenha toda a legitimidade para sentir-se esmagado e com isso sofrer desalmadamente, chega um momento que você pode olhar os acontecimentos ou a si mesmo por outra perspectiva.

A MAIORIA DE TUDO O QUE NOS OPRIME É SUPERÁVEL
Acredito que quando o impacto emocional associado a alguns acontecimentos catastróficos da nossa vida é “insuportável”, ficamos tão imersos na dor, que aliviar o sofrimento torna-se uma tarefa de hércules. No entanto, a grande maioria de tudo que nos oprime é superável. Nós realmente podemos ultrapassar a maioria dos eventos que nos derrubam. É apenas o nosso medo e a nossa raiva que nos prende a um lugar de inércia e miséria. Muitas das vezes, ficamos focados em “condenar” aqueles ou aquilo que nos provoca o problema, numa tentativa de mostrar a indignação pelo que não deveria ter acontecido. Ainda que esta reação possa ser legítima, para a maioria de nós, provoca mais dano que benefício. A nossa busca constante pela justiça pessoal num mundo supostamente injusto e cheio de hipocrisias e crueldades é desgastante e pode consumir-nos.

Mas, por vezes, há eventos em nossas vidas que realmente não podem ser superados. Não há como corrigir o erro, o dano, desfazer uma tragédia ou restaurar o que nos foi tirado. No entanto, o impacto emocional pode ser aliviado ou mesmo superado. Mas como? Como seguir em frente quando não há nenhum lugar para onde ir? Como é que se ultrapassa a dor de ver sofrer alguém que nos é querido, de ver a nossa casa arder, de ser diagnosticado com uma doença crónica, de terminar um relacionamento de sonho e seguir em frente?

frente

 

COMEÇAR POR NÓS MESMOS
Começamos por apoiar a nós mesmos. Podemos começar por aceitar e entender que a fonte de quase tudo que nos provoca sofrimento, não é o mundo em si mesmo ou as suas crueldades aleatórias, mas é, ao invés a interpretação das imperfeições dos outros ou da condição da própria natureza do mundo. E nós não podemos controlar o mundo nem as outras pessoas. Mas podemos controlar a nós mesmos. Mais especificamente, podemos regular e orientar os nossos pensamentos, que produzem as nossas respostas emocionais para o mundo e para aqueles que nele habitam. Podemos, quando enfrentamos o intransponível, aceitar primeiro que provavelmente não é tão intransponível como parece. De qualquer forma, o próximo passo é dar um passo. Nada mais. Apenas um passo em direção à sobrevivência e adequação à vida.

terapia-online-casule-banner

CRIE NOVOS PENSAMENTOS
Para que possa ajudar-se a si mesmo a vencer a inércia e passar a olhar os acontecimentos por uma perspectiva mais construtiva, comece por amenizar a raiva e o medo, empurrando para fora o guião recorrente que corre na sua cabeça, que ecoa: “Alguma coisa está errada.” Quaisquer que sejam os pensamentos que estão ruminando na sua cabeça, recriando o passado que justifica a sua raiva, alimentando a sua indignação com histórias que conta a si mesmo para explicar o que aconteceu na sua vida e que recorrentemente lhe provoca sofrimento emocional, pare com isso. Certamente nada de bom irá surgir.

Empurre esses pensamentos para fora. Substitua-os por algo suave, algo calmo, algo bonito, ou que possa promover-lhe esperança. Construa um pensamento, uma imagem, uma simples palavra, algo que lhe faça vislumbrar um novo caminho. Um lampejo, nada mais. Abrace esses pensamentos, palavras e imagens positivas que lhe trazem alegria. E então você conseguirá mudar a perspectiva, assim mesmo. Como uma criança contorcendo-se para libertar-se de um abraço melado dos pais e ir jogar, o pensamento negativo terá desaparecido momentaneamente

SEJA PERSISTENTE, CONTINUE A CONSTRUIR O SEU GUIÃO POSITIVO
Numa primeira fase os cenários positivos que consiga construir serão breves. As feridas emocionais continuarão a fazer-se sentir. Virão os pensamentos recorrentes, as memórias, os medos, que o têm mantido nesse lugar de dor. E, então, deixe ir os pensamentos negativos mais uma vez. Repetindo apenas esse passo simples, uma e outra vez, até começar a seguir em frente. Pouco a pouco irá volta a sentir-se confortável na sua vida. Você irá conseguir volta a sentir-se adaptado. Irá conseguir aprender novas formas de viver no mundo que anteriormente lhe infligiu dor. Com o tempo, e tendo como suporte as suas ações orientadas, começará a abrir espaço no seu coraçãoe igualmente na sua mente para novas explicações, novos pensamentos e novas alegrias.

Para aprofundar o assunto, leia: Mude o seu guião, use a tríade cognitiva positiva para melhorar a resiliência
ORIENTAR OS PENSAMENTOS PARA PROMOVER EMOÇÕES POSITIVAS
Ao aprender a gerenciar os nossos pensamentos, lentamente, muito lentamente, aprendemos aregular as nossas emoções sem sacrificar a nossa capacidade de sentir. Ao conseguirmos regular as nossas emoções, preparamos o terreno para alterar as nossas percepções. O mundo pode continuar a ser o mesmo, mas mudando os pensamentos que definem o nosso mundo, começamos a transformar o mundo interior em que vivemos.

Podemos nunca recuperar o que perdemos no mundo, pode ser alguém que amamos que morreu, a saúde que só pode piorar, um carro que nunca podemos dar ao luxo de substituir. Quaisquer que sejam as nossas perdas, se elas podem ser substituídas, podemos decidir substituí-las. Se elas não podem ser substituídas, podemos, pelo menos, substituir a dor, com momentos de riso, de gratidão, de alegria. Ainda que sejam apenas pequenos momentos, não importa o quão imobilizados estejamos pela dor ou raiva ou preocupação. Esses breves momentos de sentimentos positivos e alegres evocam num instante possibilidades infinitas para nos reconstruirmos. Ao imaginar a nós mesmos a mover-nos para a frente, os nossos pensamentos vão certamente levar-nos onde os nossos corações tão desesperadamente querem ir.

Fonte:  http://www.escolapsicologia.com/como-seguir-em-frente-quanto-tudo-parece-perdido/

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Como seguir em frente quando tudo parece esta perdido?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Como seguir em frente quando tudo parece esta perdido?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Como seguir em frente quando tudo parece esta perdido?.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This