obesidade---site-Casule---psicóloga-Mariana

Aspectos psicológicos associados à obesidade

Atualizado em 16/01/2019
Por Mariana Fonseca

Aspectos psicológicos associados à obesidade

Atualizado em 16/01/2019
Por Mariana Fonseca
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Aspectos psicológicos associados à obesidade

A obesidade é considerada um preocupante problema de saúde pública tendo em vista seu crescente aumento e as consequências que pode acarretar. Conforme informações do Ministério da Saúde, os casos de obesidade tiveram um aumento de 60% em dez anos no Brasil entre 2006 e 2016, sendo que uma em cada cinco pessoas está acima do peso no país. Contudo, estar acima do peso não é sinônimo de estar obeso. O diagnóstico de obesidade deve vir a partir do cálculo do índice de massa corporal (IMC) por um profissional qualificado.

Uma vez identificada a obesidade, deve-se levar em conta que ela pode ser determinada por uma gama de fatores que envolvem componentes genéticos, metabólicos, endócrinos, sociais e psicológicos, entre outros, que devem ser devidamente investigados e trabalhados.

Os aspectos psicológicos de pessoas obesas têm sido cada vez mais estudados e permitiram a percepção de que a obesidade cria uma enorme carga psicológica que, em termos de sofrimento, pode ser muitas vezes maior que outros efeitos adversos. Pessoas obesas apresentam maiores níveis de sintomas depressivos, ansiosos e alimentares, podendo estas psicopatologia terem aparecido antes da condição de obesidade ou como consequência desta.

Na prática clínica, a observação de fatores como cognições disfuncionais, desregulação afetiva, padrões comportamentais desadaptativos, como a função da alimentação para o alívio de sentimentos desagradáveis, além de pressões culturais, influenciam significativamente na aquisição e manutenção da obesidade, dificultando o processo de emagrecimento.

O acompanhamento multiprofissional é muito indicado para os casos de obesidade, com o objetivo de reduzir os riscos associados ao desenvolvimento de doenças secundárias e de proporcionar mudanças. No que tange o acompanhamento psicológico, mais especificamente a terapia cognitivo-comportamental, visa auxiliar na promoção de uma reestruturação cognitiva e desenvolvimento de recursos próprios para lidar com as dificuldades e buscar soluções mais funcionais para elas, promovendo a mudança e a manutenção de novos hábitos e estilo de vida.

Aspectos psicológicos associados à obesidade

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Aspectos psicológicos associados à obesidade, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Aspectos psicológicos associados à obesidade.

0 comentários

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais

Você já parou para pensar no seu propósito de vida?

A autocobrança excessiva é entendida como uma super exigência que fazemos para nos disciplinar a alcançar um determinado objetivo. Porém, como o próprio nome já diz, a autocobrança é uma pressão interna, uma “voz” interna que é extremamente exigente com você e que não minimiza a cobrança apesar de qualquer situação.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

A autocobrança excessiva é entendida como uma super exigência que fazemos para nos disciplinar a alcançar um determinado objetivo. Porém, como o próprio nome já diz, a autocobrança é uma pressão interna, uma “voz” interna que é extremamente exigente com você e que não minimiza a cobrança apesar de qualquer situação.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This