fbpx
Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

A lactose é um carboidrato encontrado no leite e em seus derivados. Para fazermos a digestão desta molécula, nosso organismo precisa de uma enzima chamada lactase, produzida no intestino. 

A intolerância à lactose é quando não há produção dessa enzima (ou há em menores quantidades) e, por isso, não se faz a digestão adequada da lactose. Tal intolerância pode ser classificada em genética (condição manifestada em recém-nascidos e que permanece para a vida toda), adquirida (aparece após inflamação ou lesão permanente no intestino) ou ainda transitória (condição resultante de alguma lesão temporária no intestino).

Se você possui sintomas como flatulência, diarréia, cólica, desconforto ou inchaço abdominal após consumir laticínios, é importante solicitar, junto ao médico gastroenterologista, o teste de tolerância à lactose e aguardar o resultado para transformar sua alimentação, com orientação do nutricionista. 

Não faça a retirada completa de leite e derivados de sua alimentação sem necessidade ou sem substituí-los por outros alimentos equivalentes em nutrientes importantes, como o cálcio, por exemplo. 

Como esse tema é muito abordado atualmente, alguns mitos foram se estabelecendo ao redor do assunto. Mas hoje iremos desvendar 03 mitos:

1- Para emagrecer, devo parar de consumir lactose

Isso é um mito. Não há pesquisas que mostram a diminuição do peso corporal apenas com a exclusão da lactose. O emagrecimento está envolvido com a prática de uma alimentação natural, variada e diminuída em comida ultraprocessada, com realizar atividade física, com possuir um sono reparador, com saúde intestinal, entre outros fatores. Consumir lácteos dentro de uma alimentação equilibrada pode até contribuir para o emagrecimento, pois possuem alto teor protéico e podem contribuir para a sensação de saciedade e para formação de massa muscular.

2- A intolerância à lactose é um tipo de alergia

Não, isso não é verdade, pois alergias estão relacionadas a respostas do sistema imunológico enquanto que a intolerância é apenas uma incapacidade de digerir um componente alimentar, gerando reações adversas.

3- Os intolerantes à lactose devem retirar todos os lácteos da alimentação

Mais um mito. Isso não é real pelo simples fato de que, a quantidade de lactose necessária para causar alguma reação ao intestino varia de pessoa para pessoa. Por esse motivo, queijos mais curados como parmesão ou produtos lácteos como manteiga, podem possuir uma quantidade de lactose tão pequena que será incapaz de causar desconfortos ao intolerante à lactose. Porém, queijos mais frescos como o minas frescal ou o próprio leite podem ter concentrações altas de lactose e serem extremamente incômodos ao indivíduo intolerante. 

Bom, caso você seja intolerante à lactose ou conheça alguém que sofre dessa condição, há produtos no mercado que são livres de lactose ou ainda produtos adicionados de enzima lactase, que vai suprir a falta dela na digestão de quem não a produz, deixando o indivíduo livre de sintomas desconfortáveis. Alguns comprimidos de enzima lactase também fazem essa função: oferecer condições para a digestão da lactose ser bem feita em momentos esporádicos de consumo. 

Procure ajuda de um nutricionista para te orientar sobre a renovação da sua microbiota intestinal, que pode estar em desequilíbrio após episódios de diarréia causados pela intolerância à lactose ou ainda para te ajudar a estabelecer um cardápio agradável, livre de lactose, mas equilibrado em nutrientes.

Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

Share This