O medo de dirigir também conhecido como amaxofobia, é comum de ser percebido em pessoas que passaram por traumas causados por acidentes ou agressões no trânsito, pessoas que precisam dirigir em estradas e não se sentem seguras ou acham perigoso, moram em cidades maiores que possuem um trânsito mais intenso ou quando a pessoa passa na prova de direção, mas ainda não se sente segura para dirigir ou pegar o carro sem a ajuda de um professor. Esta última situação é muito comum quando a autoescola preocupa-se a ensinar o aluno a ser aprovado na prova e não a dirigir de maneira segura.

Nos casos de amaxofobia a melhor maneira para se começar a vencer o medo é reconhecendo que a ansiedade ao conduzir um carro existe. A ansiedade é algo necessário em nossas vidas, inclusive quando vamos dirigir. É ela que nos mantém em alerta, que permite que tenhamos cautela diante de situações de ameaça real. No entanto, se ela estiver num nível alto pode fazer com que a pessoa deixe de dirigir por medo.

Pensamentos de que a pessoa pode atrapalhar o trânsito, deixar o carro morrer, cometer algum erro e as pessoas perceberem ou se envolver em algum acidente machucando alguém, são as preocupações mais comuns entre as pessoas que tem medo de dirigir. Este medo pode atingir homens e mulheres, em qualquer idade e podem ser verificados em níveis diferentes. Alguns podem ter medo de dirigir em grandes centros ou estradas, somente, enquanto para outros apenas entrar no carro desligado pode causar sintomas de ansiedade.

 

Algumas dicas práticas:

Participe e aprenda mais sobre bem-estarPowered by Rock Convert

 

É importante que a pessoa com medo certifique-se de que conhece a técnica. Então se você não estiver muito seguro ou se já tirou a CNH há muito tempo, peça ajuda a um amigo ou familiar mais experiente em quem você confie e se sinta confortável ou busque a ajuda de profissionais que trabalhem com o treinamento para perder o medo de dirigir.

Sentindo-se preparado para começar, vamos às dicas:

  • Pratique muito! Comece treinando em dias mais tranquilos. Por exemplo, se você percebe que próximo a sua casa as manhãs de domingo são mais tranquilas, pegue o carro e dê uma volta apenas no quarteirão. Repita essa atividade até que se sinta seguro nessa rota.

Sentindo-se seguro com a tarefa anterior, passe a dar a volta em dois quarteirões e agora aproveite para treinar mais o que ainda te deixa inseguro (por exemplo: troca de marcha, controle de embreagem para não deixar que o carro morra etc). Treine até ficar confiante.

Depois comece a dar voltas pelo bairro e vá assim, aumentando aos poucos os obstáculos. Com o treino você se sentirá mais confiante para pegar rotas mais movimentadas, parar em algum lugar que precise no seu caminho etc.

  • Não tenha vergonha de voltar a estudar! Se você acredita que precisa voltar para a autoescola, seja porque não se lembra mais de algumas placas ou regras, seja porque tirou a CNH e nunca mais dirigiu, não tenha vergonha de procurar uma autoescola novamente.
  • Mantenha a calma! Procure criar um ambiente que lhe proporcione relaxamento, selecione músicas agradáveis e tranquilas, não sofra por antecipação e lembre-se sempre que o enfrentamento é forma mais eficaz para perder o medo de dirigir.
  • Se ainda assim estiver difícil encarar esse desafio, procure a ajuda de um psicólogo e/ou psiquiatra. Estes profissionais poderão te auxiliar a buscar o equilíbrio emocional que você precisará para voltar a treinar na direção.
Share This