fbpx
Download [ebook] desafios da mulher moderna casulePowered by Rock Convert

As discussões acerca da saúde mental são inúmeras, podendo variar sobre seus impactos biológicos, sociais e até mesmo econômicos. Trata-se de um assunto que desperta diferentes posicionamentos, devido a sua complexidade e seu caráter multifatorial. 

Um dos pontos principais a se destacar sobre a saúde mental é sua característica “invisível”, ou seja, de difícil observação direta. Quando uma pessoa possui alguma limitação física, a empatia se torna mais fácil, devido à evidente dificuldade enfrentada pela pessoa; já nos transtornos psicológicos, esse comprometimento não é evidente fisicamente, o que exige uma elaboração maior para que os outros possam entender seu sofrimento, e até mesmo para que a sociedade crie expectativas realísticas sobre sua capacidade de enfrentamento. Esse fator colabora, junto com outros fatores, com a baixa compreensão do problema, e consequentemente baixa aceitação do processo. 

Os fatores relacionados à saúde mental envolvem aspectos biológicos, sociais, cognitivos e contextuais. Dessa forma, sua manifestação pode se apresentar de formas bem variadas, e está altamente interligada à qualidade de vida. A avaliação da qualidade de vida, por sua vez, é algo bem particular, mas podemos considerar fatores que envolvem esse julgamento, como: saúde física, qualidade do sono, alimentação, estados psicológicos e emocionais, relações interpessoais e profissionais, que consequentemente farão parte da saúde mental. 

Para os transtornos psicológicos, existem tratamentos de diferentes impactos, mas que podem juntos auxiliar no processo terapêutico. O uso de medicações específicas para cada caso e as psicoterapias são as principais indicações. Uma dificuldade geral nesse processo é a aceitação do problema pela própria pessoa e dos ciclos sociais sobre a importância do tratamento, a fim de diminuir rótulos associados, como: “isso é coisa de doido”, “isso é fraqueza”, “isso é para pessoas que não sabem resolver seus problemas”; o que tem dificultado o acesso de pessoas ao tratamento e sua permanência no tempo necessário. 

A saúde mental, assim como a saúde física, impacta significativamente as áreas da vida, alterando o desempenho profissional e acadêmico, bem como o interpessoal e afetivo. Sendo assim, não deve ser negligenciado, pois além do sofrimento pessoal, impacta os ciclos de convivência, podendo agravar ainda mais a qualidade de vida dos que estão próximos do indivíduo em sofrimento. 

A sociedade não parece entender bem o que é saúde mental, ou a falta dela, e por isso os rótulos ainda estão presentes no julgamento do problema. O entendimento e a abertura para o assunto têm sido de fundamental importância para que pessoas possam ser ajudadas.


Share This