A Síndrome de Peter Pan afeta os adultos-, na maioria homens e acima de 30 anos,- e ela se refere à dificuldade e resistência do adulto em amadurecer, levando-os a agir como crianças e/ou adolescentes nos diversos aspectos da vida como psicológicos, sociais e sexuais. São conhecidos como “adultos-crianças”, ou “adultos-jovens”.
As características de quem possui essa síndrome são: medo de lidar com responsabilidades da vida adulta, medo da solidão, dificuldades em assumir e cumprir compromissos, dificuldades em lidar com frustrações e fracassos além de serem imediatistas.
Essa síndrome é causada por inúmeros fatores, entre eles: saída tardia da casa dos pais e/ou responsáveis, educação muito permissiva, “mimo” em excesso, entre outros inúmeros motivos.
É importante ressaltar que atualmente há uma valorização exagerada da juventude, principalmente pela mídia, gerando como consequência em muitas pessoas a vontade da fulga da realidade, fulga do presente.
O tratamento ideal é através de psicoterapias pra conduzir o adulto ao autoconhecimento, ajudá-lo a se colocar no lugar do outro e ensiná-lo a encarar a realidade de uma forma diferente. Além disso, o apoio dos amigos e familiares é de extrema importância

 

Comentários

comentários