Estou morando sozinho(a) e agora-casule

Estou morando sozinho(a) e agora?

Atualizado em 17/10/2017
Por Redatora Casule

Estou morando sozinho(a) e agora?

Atualizado em 17/10/2017
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Estou morando sozinho(a) e agora?

Os motivos que levam uma pessoa a morar sozinha variam, e muito. Na verdade “morar sozinho é uma arte sem escola”. Alguns perderam os pais, outros não convivem bem com os mesmos. Uns mudaram de cidade ou país seja por motivos estudantis ou propostas de trabalho. Uns apenas querem uma maior independência, outros precisam dessa independência. Enfim, o que não falta são motivos para começar a morar sozinho. Você pode ter 18, 25, 40 ou 65 anos, mas quando começa a morar sozinho, a sensação é sempre a mesma: “E agora, como será?”.

As mudanças são radicais quando está entrando nessa vida. Tudo é muito delicado e novo. Viver longe de casa inicialmente (principalmente para adolescentes) pode parecer ótimo. Muitos entendem que o sinônimo de morar sozinho é fazer festas em casa, levar companheiros(as) para dormir, não ter ninguém pra “ficar no pé”,etc. Mas a realidade é que na prática tudo é bem diferente. Dependendo do motivo que levou à essa mudança, no inicio pode parecer ótimo, mas deixar de ter as mordomias da casa de mae/pai exige muito mais do ser humano. Você terá que fazer sua comida, lavar suas roupas, arrumar a cama, lavar a casa e acima de tudo: cuidar do seu lugar. É comum que as pessoas passem a se tornar mais introspectivas e a pensarem um pouco mais na vida e na consequência de seus atos, afinal, agora você responde por você. “Pensar nos problemas e viver situações que parecem insolúveis todos os dias podem levar a um grande processo depressivo, angustiante. Por mais que tentemos nos livrar disso, melhor é encarar as experiências como parte de nosso desenvolvimento e amadurecimento”. Ao chegar em casa, não há ninguém para ouvir como foi o seu dia, ou para lhe contar uma história. Para dividir a refeição, a cama e os sonhos. O silêncio se faz pesado e você se sente vazio.

terapia-online-casule-banner

Se alguma vez você já se sentiu estranho morando sozinho, não se desespere, afinal você não é o único nessa jornada. A cada ano que passa, aumenta o número de pessoas que moram sozinhas. Os principais motivos são: envelhecimento da população, aumento dos casos de divórcios, maior independência financeira dos jovens e a opção de se casarem mais tarde.

É importante que nesse momento você lembre dos motivos que te levaram a morar sozinho e que você nunca estará realmente sozinho. Suas famílias e amigos poderão sempre te ajudar a enfrentar os momentos difíceis, mas a verdade é que morar sozinho é uma grande oportunidade de amadurecimento e responsabilidade. Porém, mesmo que você não goste de passar roupa e muito menos de limpar o banheiro, e mesmo com alguns outros desafios, você descobre que é possível morar sozinho sem ser solitário. Você começa a se virar e consequentemente amadurecer. Cada um pode levar e vivenciar esse momento de uma forma, mas não se esqueça que o caminho que escolherá para essa mudança pode interferir, e muito, no seu futuro.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Estou morando sozinho(a) e agora?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Estou morando sozinho(a) e agora?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Estou morando sozinho(a) e agora?.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This