fbpx
banner-paisagem-teste-ansiedade-v2.1Reduzido-1280x145Powered by Rock Convert

Com o novo coronavírus (Covid-19), surgiram dúvidas recorrentes no pensamento de todos nós. No quesito alimentação, não foi diferente: fake news sugerindo shots milagrosos, receitas para a imunidade e outras mágicas se espalharam entre grupos online, na esperança de que a ingestão de alguns alimentos estivesse envolvida na prevenção ou cura do vírus. 

Ainda que não tenhamos evidências científicas para essas informações, é certo que uma alimentação natural, hábitos de vida como a prática de exercícios físicos, controle do estresse e noites de sono tranquilas, são essenciais para fortalecer o sistema imune contra qualquer tipo de doença.

Porém, até o momento, não há nenhuma vitamina ou alimento específico que possa ser responsável por curar ou prevenir a infecção pelo novo coronavírus. Depositar sua esperança em água com limão, cúrcuma ou própolis, pode fazer com que haja relaxamento nas medidas de prevenção como uso de máscara, lavagem das mãos e distanciamento social, causando o efeito contrário ao desejado.

A recomendação é do Guia Alimentar para a População Brasileira (2014): fazer de alimentos in natura ou minimamente processados a base da nossa alimentação, ou seja, a maior parte. São eles: frutas, legumes, verduras, carnes, ovos, leite, cereais como arroz, milho, aveia, leguminosas como feijão e seus variados tipos. Estes alimentos é que vão oferecer vitaminas e minerais diversificados para estarmos com a imunidade em dia.

terapia-online-casule-bannerPowered by Rock Convert

Também é interessante evitar o consumo de bebida alcoólica, já que o álcool interfere na resposta imunológica, bem gorduras saturadas em excesso, que levam à redução da atividade das células protetoras (estão presentes em sorvetes, biscoitos recheados, margarinas, nuggets e outros congelados industrializados).

Alimentos ultraprocessados contribuem para o surgimento de doenças como obesidade, hipertensão, diabetes mellitus, que são fatores de risco para Covid-19. Por isso, evite consumir alimentos ricos em açúcar, sal, corantes, aromatizantes. Basta ler a lista de ingredientes no rótulo para saber que todos aqueles nomes pouco familiares e difíceis de pronunciar não nascem na árvore e nem brotam da terra, e devemos evitar.

Um conselho muito importante: higienize os alimentos que chegam em sua casa. Isso porque o novo coronavírus pode permanecer vivo por horas ou até dias em superfícies. Você pode limpar as embalagens com água e sabão ou com álcool 70%, líquido ou em gel. Já os alimentos, devem passar por três etapas: limpeza, onde as partes estragadas e não comestíveis são retiradas, desinfecção, onde os alimentos ficam de molho por 15 minutos em solução clorada (1 colher de sopa de água sanitária para 1 litro de água), lavagem, onde iremos enxaguar em água potável os alimentos que ficaram de molho para tirar qualquer resíduo, cheiro ou sabor de água sanitária. 

Cuide-se, lave as mãos e, se puder, fique em casa.

banner-paisagem-ebook-manejo-da-ansiedade-v1.1-curtoPowered by Rock Convert
Share This