areas-da-fonoaudiologia-fonoaudiologia-casule
Áreas de atuação da fonoaudiologia (vídeo completo)
14 de maio de 2018
Como Melhorar o Humo - coaching -casule
Como Melhorar o Humor?
16 de maio de 2018
fonoaudiologia

A Fonoaudiologia é uma ciência que tem como objeto de estudo a comunicação humana. Ela trabalha com todos os aspectos envolvidos no processo de comunicação, como por exemplo, a voz, a musculatura orofacial, a audição, a linguagem oral e a linguagem escrita, estando, portanto, inserida tanto no campo da saúde quanto no âmbito educacional.

A resolução do Conselho Federal de Fonoaudiologia descreve que o fonoaudiólogo educacional deve participar do planejamento educacional na elaboração, acompanhamento e execução de projetos, programas e ações que contribuam para o desenvolvimento de habilidades e competências de educadores e educandos, visando à otimização do processo de ensino e aprendizagem.

A atuação do fonoaudiólogo dentro de uma escola é bastante ampla. Uma das principais ações do fonoaudiólogo na escola nos dias de hoje é a atuação preventiva. A prevenção se refere às intervenções que acontecem antes da instalação dos problemas (embora o termo ‘prevenção terciária’ exista e seja usado para se referir a uma intervenção que tem como objetivo reduzir a duração ou as conseqüências de problemas já estabelecidos), podendo remeter tanto a uma intervenção que tem como alvo uma população em geral e que tem como objetivo evitar futuras ocorrências de problemas (prevenção primária) quanto a uma intervenção que tem como alvo uma população que já apresenta sinais precoces de problemas e que tem como objetivo evitar que o problema se torne crônico (prevenção secundária).

Dentre as atuações do fonoaudiólogo dentro do ambiente escolar estão:

– realização de triagem, a fim de identificar as dificuldades e possíveis distúrbios e fazer o devido encaminhamento. Nos casos de necessidade de atendimento clínico, estes devem ser realizados fora da escola, visto que não é viável retirar a criança da sala de aula, já que isso privaria a criança de participar de outras atividades do seu grupo, trazendo prejuízos emocionais e cognitivos;

– realização de oficinas ou atividades direcionadas aos alunos para o desenvolvimento de habilidades importantes no processo da aprendizagem;

– orientação à equipe pedagógica quanto à propostas coletivas que proporcionem o desenvolvimento da audição, motricidade orofacial, fala, voz, linguagem oral e linguagem escrita, além de participação na escolha de métodos e técnicas que possam favorecer o processo de aprendizagem não só de crianças, mas de adolescentes e também adultos;

– orientação aos responsáveis quanto aos aspectos que favoreçam a aprendizagem;

– atuação direcionada aos casos de dificuldade de aprendizagem, alterações na escrita, dislexia, disgrafia e desordem do processamento auditivo, por exemplo;

– ações de aconselhamento e educação em saúde para os professores e demais profissionais da equipe, como por exemplo estratégias de promoção da saúde vocal, uma vez que a voz é o principal instrumento de trabalho desses profissionais.

É importante lembrar que o planejamento da atuação do fonoaudiólogo educacional deve ser adequado às necessidades de cada escola, turma e aluno.

Comentários

comentários

Flávia Henriques
Flávia Henriques
Fonoaudióloga do riso fácil e com um pé (e formação!) na Psicologia. Gosto de estudar, ver filmes e passar o tempo na internet.

Os comentários estão encerrados.

Marcar Consulta