Como dar limites ao seu filho pequeno?
28 de abril de 2016
Relacionamentos abusivos
30 de abril de 2016

Algumas pessoas podem ficar apavoradas com a simples ideia de sair de casa para as atividades mais corriqueiras, ir ao mercado ou à igreja se tornam um martírio sem sentido.

Não que estas pessoas não gostem de sair de casa, a ideia do programa  normalmente é agradável, mas assim que começam a se aprontar para sair pela porta afora começa uma dor de barriga irritante.

Será que estas pessoas tem algum problema de digestão? Acredito que toda doença que só aparece em situações tão especificas podem ser de ordem é psicológica.

Nestas situações  a ansiedade toma conta do momento e mesmo que a pessoa esteja se dirigindo a um passeio que gosta de fazer pode não conseguir impedir que a vontade de ir ao banheiro limite suas atividades.

Na maior parte das vezes sente-se muita vergonha de dizer as outras pessoas o que está se passando, pois não nos sentimos à vontade e anunciamos a quem está por perto que precisamos ir ao banheiro.

Porque essa dor de barriga fora de hora acontece todas as vezes?

Esta  pessoa se enche de pensamentos ansiogênicos. Muitas vezes estes pensamentos  são identificados na psicoterapia com o auxilio do psicólogo pois a pessoa pode não  perceber que está apavorada.

Os pensamentos de pânico costumam ser: “E se eu não encontrar um banheiro”. “E se não der tempo de encontrar um banheiro”. “E se me negarem o uso do banheiro”. “Não devo pedir para usar o banheiro de outras pessoas”. Ou muitos outros pensamentos.

Estes pensamentos podem ter origem em situações do passado onde a pessoa não se sentiu atendida em suas necessidades e agora o medo de continuar não sendo atendida aparece representado pelo banheiro. Provavelmente ela considera que a situação original, que causou este medo, não é legitima como por exemplo uma pessoa que teve pais distantes emocionalmente, quando adulta ela nega a si mesma que estes pais possam ter influenciado tanto assim seu estado emocional, e com isso passa a sentir ansiedade por outras situações onde fantasia que passará por necessidades terríveis (simbolizada pela dor de barriga) e não será atendida, passará muito mal e não suportará.

A consequência deste medo de ter dor de barriga é o próprio aprisionamento. A pessoa pode passar a dar desculpas para não sair de casa ou só sai mediante sofrimento.

FONTE:http://www.marisapsicologa.com.br/dor-de-barriga-ao-sair-de-casa.html

Comentários

comentários

Redatora Casule
Redatora Casule
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Marcar Consulta