fbpx
Disfunção-erétil---Blog-Casule---psicóloga-Nayara

Disfunção Erétil

Atualizado em 03/04/2019
Por Nayara Benevenuto

Disfunção Erétil

Atualizado em 03/04/2019
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Disfunção Erétil

A disfunção erétil é um dos transtornos mais comuns entre os homens, especialmente depois dos 40 anos. É definida como a incapacidade de alcançar uma ereção ou de manter a ereção de forma satisfatória até o fim da relação sexual.

Existem três tipos de causas:

1) orgânica;

2) psicogênica;

3) mista.

Dentre as causas orgânicas, a disfunção erétil pode ser de ordem vascular, endócrina, neurológica, relacionada à drogas ou intervenções cirúrgicas. Como a ereção é um fenômeno vascular, os fatores de risco para o desenvolvimento da mesma são os mesmos que os de doenças vasculares (pacientes diabéticos, hipertensos, sedentários, obesos, tabagistas, etc.).

terapia-online-casule-bannerPowered by Rock Convert

Já os fatores endócrinos, destaca-se que os fatores de risco são maiores para aqueles que apresentam problemas na glândula adrenal, na tireoide e quando ocorre a diminuição do nível de testosterona (na velhice, por exemplo). Alguns medicamentos também podem levar à disfunção erétil, como alguns antidepressivos e benzodiazepínicos, por exemplo. Um tipo comum de cirurgia que pode ter como consequência a disfunção erétil é a prostatectomia.

Dentre os fatores emocionais relacionados à disfunção erétil, destaca-se a ansiedade de desempenho como um fator de grande impacto. A ansiedade de desempenho é o medo do mau desempenho, ocorre quando o homem tem receio de não apresentar a performance sexual que gostaria para satisfazer o seu par, seja por experiências mal sucedidas anteriores, medo de ser ridicularizado, ou ainda, por crenças distorcidas relacionadas ao sexo propriamente dito, o conceito que ele sobre “falha”, “sexo”, “função sexual”. É sempre importante destacar que o prazer é completamente diferente da performance sexual, sendo que uma boa resposta sexual é consequência do prazer e não o contrário. 

Outros fatores relacionados à disfunção erétil são: cansaço físico, problemas de relacionamento com o parceiro, baixa autoestima, insegurança, excesso de bebida alcóolica, idade (com o passar dos anos o nível de testosterona diminui e com isso, aumenta a chance para o desenvolvimento do transtorno e também aumentam os fatores de risco para outras doenças comórbidas).

O tratamento é multiprofissional e baseado na causa da disfunção erétil. A primeira coisa a ser feita é buscar uma avaliação do médico urologista para que as causas orgânicas sejam descartadas. O tratamento pode envolver reposição hormonal e uso de medicamentos, como os inibidores da fosfodiesterase. 

Um ponto importante a ser destacado é que a medicação atua apenas quando há desejo. Muitos pacientes tomam a medicação antes desse estágio inicial e em função disso, o remédio não funciona. Para ocorrer a ereção, é necessário que alguns mecanismos ocorram: a partir do estímulo sexual, ocorre liberação de neurotransmissores dos terminais nervosos cavernosos resultando em relaxamento dessa musculatura, pela queda do cálcio no citoplasma da musculatura arteriolar e dos sinusoides dos corpos cavernosos. Em consequência disso ocorre dilatação das artérias e arteríolas associada a um aumento no fluxo sanguíneo, somado a um represamento deste sangue pela expansão dos sinusoides e pela compressão do plexo venoso entre a túnica albugínea e os sinusoides, com consequente diminuição do efluxo de sangue. Com esse processo há um estiramento da túnica albugínea com consequente compressão das veias emissárias, maior diminuição do efluxo de sangue e complementando a rigidez peniana.

  1. Aumento do fluxo arterial e restrição do fluxo venoso de saída
  2. Relaxamento musculo liso corpo cavernoso
  3. Diminui a disponibilidade de óxido nítrico (vasodilatador)
  4. Excitação
  5. Desejo

O tratamento psicológico pode ser feito por meio da terapia sexual ou terapia individual ou ainda, terapia de casal. As intervenções consistem em diminuir a ansiedade de desempenho, treinar a atenção (na hora do sexo, o foco da atenção tendem a ficar em estímulos não excitatórios devido à ansiedade), foco sensorial, reestruturação cognitiva, dessensibilização sistemática, treino de habilidades de comunicação e assertividade sexual, educação sexual, aumentar a autoestima, aumentar a autoconfiança, diminuir a autocobrança, desmistificar crenças sexuais, entre outras técnicas relacionadas à demanda da disfunção erétil.

banner-paisagem-ebook-manejo-da-ansiedade-v1.1-curtoPowered by Rock Convert
Casule Play

Disfunção Erétil

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Disfunção Erétil, você pode  agendar o seu horário clicando aqui.


Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
Psicóloga, terapeuta cognitivo-comportamental, terapeuta do esquema, especialista em terapia cognitivo-comportamental com crianças e adolescentes. Atende adultos, adolescentes e faz avaliação bariátrica. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Disfunção Erétil.


0 comentários

Saúde-mental-e-as-redes-sociais
Saúde mental e as redes sociais

Saúde mental e as redes sociais

Existem muitas pesquisas que relacionam problemas de saúde mental, principalmente depressão e ansiedade, com o uso excessivo das redes sociais. E não é pra menos que este assunto se tornou corriqueiro nas rodas de conversa. Mas o que acontece para que um número...

treine sua assertividade
Treine sua assertividade

Treine sua assertividade

Muito se fala sobre os tipos de comportamentos e a importância dos modelos de comunicação, sejam eles passivo, assertivo ou agressivo, mas você já parou para pensar como você costuma se posicionar?
Por-que-alguns-casais-se-recuperam-de-uma-traição-e-outros,-não
Por que alguns casais se recuperam de uma traição e outros não?

Por que alguns casais se recuperam de uma traição e outros não?

Descobrir que os votos de fidelidade foram quebrados causa muita dor. Esse sentimento é forte porque a relação amorosa é uma das mais íntimas que estabelecemos e isso faz com que tudo o que é vivenciado nela seja muito intenso. A infidelidade é ser traído naquilo que é mais íntimo e que gera tanta expectativa, ao mesmo tempo em que começamos a nos questionar aonde nós falhamos e se fomos incompetentes em cuidar da relação.
Você-sabe-o-que-é-consciência-emocional
Você sabe o que é consciência emocional?

Você sabe o que é consciência emocional?

Estamos o tempo todo prestando atenção nos sinais que o nosso corpo manda. É febre, dor de cabeça, prisão de ventre... A consciência emocional é quando agimos assim com as nossas emoções. É prestar atenção no que estamos sentindo, reconhecendo e dando nome às emoções que se manifestam com mais intensidade quando passamos por determinadas situações.
Autoestima
Autoestima

Autoestima

Tenho recebido mensagens de pessoas dizendo que em meio a quarentena estão com a autoestima baixa, que por estarem em casa não estão se arrumando, e por isso, eu quero compartilhar com vocês uma história da minha filha...

Alimentação pode minimizar os sintomas da menopausa

A menopausa é uma fase da vida das mulheres que pode trazer sintomas como ondas de calor, irritabilidade, ganho de peso, depressão, entre outros. A alimentação se torna importante no manejo destes sintomas e pode promover um bem-estar geral para as mulheres.
Leia mais
alimentação-pode-minimizar-os-sintomas-da-menopausa

Como lidar com a necessidade de controle?

A necessidade de controle é um mecanismo de enfrentamento utilizado por muitas pessoas que, normalmente,são perfeccionistas, inflexíveis, rígidas. O objetivo principal desse mecanismo é obter segurança e não se sentir vulnerável com os imprevistos.
Leia mais

Como resolver sua autoestima?

Nesse vídeo vou te fornecer um instrumento que vai te ajudar a solucionar seus problemas com a sua autoestima. Tá achando que é milagre? Não! O resultado vai depender das suas atitudes, porém será satisfatório.
Leia mais
Como-resolver-sua-autoestima

Como se posicionar?

Sabe aquela pessoa que sempre se comporta de forma rígida e agressiva? Você tem dificuldade em se posicionar quando isso acontece e acaba se sentindo constrangido ou com algum receio ou trava quando alguém te trata dessa forma? Se você quer aprender a se posicionar, esse vídeo é para você!
Leia mais

Ansiedade

O medo é um sentimento inato que nasce conosco. Já a ansiedade é um sentimento secundário oriundo do medo. Ela é um sentimento que todos nós temos, não há ninguém que tenha uma ansiedade zero. Assim sendo, a ansiedade basal de todos os seres humanos estão sempre maior que zero.
Leia mais

Como reduzir a celulite

A celulite é um processo de desestruturação em que a pele perde seu aspecto firme. Atualmente afeta cerca de 98% das mulheres de todo o mundo. Será que a alimentação pode contribuir na diminuição da celulite? A resposta é SIM e pode ser mais fácil do que você imagina! Assista ao vídeo completo e saiba como.
Leia mais
Como reduzir a celulite

Dicas para melhorar a sua Autoestima

Autoestima é uma auto avaliação positiva ou negativa, envolvendo o sentimento acerca de si próprio (como eu me sinto) e o autojulgamento a partir do que a sociedade impõe (como ''devo'' me sentir).
Leia mais
Dicas para melhorar a sua Autoestima

Você pensa sobre seus medos?

O medo é um estado emocional muito importante, associado ao nosso mecanismo de proteção, sobrevivência e adaptação. Os medos estão relacionados a característica do objeto, contexto ou situação temida, mas também a avaliação subjetiva desses fatores. A forma como pensamos as situações, impacta diretamente em como nos sentimos e lidamos com elas. O que acha de avaliarmos nossos medos?
Leia mais
Você-pensa-sobre-seus-medos

Compulsão por trair existe?

Muitos casais estabelecem um acordo em que se comprometem a permanecer fiéis ao amor que professam um pelo outro. Quando um dos dois rompe esse acordo, falamos de infidelidade. A pessoa que comete a infidelidade geralmente a oculta porque sabe o que significa, e intui algumas das consequências que pode ter, embora mais tarde possa confessar ou ser descoberta. Seja como for, a pessoa que é vítima da infidelidade sofre uma dupla sensação de traição: uma traição a ela e ao relacionamento.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This