Cuidado-com-as-informações-que-você-procura-e-recebe-por-ai-nutricao-casule

Cuidado com as informações que você procura e recebe por aí

Atualizado em 27/02/2018
Por Redatora Casule

Cuidado com as informações que você procura e recebe por aí

Atualizado em 27/02/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Cuidado com as informações que você procura e recebe por aí

A preocupação crescente com a saúde tem levado as pessoas a buscarem cada vez mais informações sobre alimentação, exercício físico e diversos outros temas afins. Contudo, devido à facilidade de acesso às informações disponíveis na Internet e ao fato de qualquer pessoa poder escrever textos e/ou gravar vídeos sobre diversos assuntos, sem qualquer senso crítico, apenas reproduzindo informações recebidas de outros, tem contribuído para gerar dúvidas na população.

Algumas características são comuns a essas pessoas e é sobre elas que vamos falar no texto desse mês.

 

Ponto 1: determinado alimento ou é perfeito ou é um veneno.

 

Sem dúvidas alguns alimentos apresentam maior valor nutricional que outros. Por exemplo, acredito que muitos percebam que uma maçã possui um rol de vitaminas e minerais muito maior que um pacote de biscoito recheado, por exemplo. Então maçã é um alimento perfeito e o biscoito é um veneno? Claro que não! Uma dieta que tivesse apenas maçã não seria muito melhor que uma dieta somente com biscoitos recheados. Ambas apresentariam deficiências e excessos, ainda em que aspectos diferentes. Por isso, o mais importante é que a alimentação seja variada, tanto nos grupos alimentares, quanto nos alimentos ingeridos. Claro que a base da alimentação não deve ser de alimentos ultraprocessados como os biscoitos recheados, mas, com moderação, eles podem ser consumidos sem qualquer prejuízo à saúde.

 

Ponto 2: quem diz que determinado alimento é perfeito comercializa esse alimento.

 

O mercado de alimentos “fit” vem crescendo nos últimos anos e basta alguém dizer que determinado alimento é bom por causa disso ou daquilo que as lojas especializadas começam a vender – normalmente a preços elevadíssimos – e as pessoas vão até lá comprar achando que vai ser que vão resolver seus problemas. Mais recentemente, um fenômeno mais intrigante vem ocorrendo: Quem faz propaganda que determinado alimento ou mesmo suplemento é bom, comercializa esse alimento/suplemento no próprio site, através da venda ao público ou de propaganda para seus seguidores. Essa pessoa não está preocupada com a sua saúde. Ela está preocupada com o lucro que vai receber ao vender um produto que você não precisa, mas que acha que precisa porque ela mesma disse que você precisa.

terapia-online-casule-banner

 

Ponto 3: este alimento não faz parte da sua cultura ou é quase impossível de encontrar.

 

Não é incomum você se deparar com pessoas que afirmam que você precisa do pão feito com a farinha do trigo que só é cultivado no Tibete ou do queijo feito com o leite das vacas criadas com sinos de ouro no pescoço (exemplos esdrúxulos e hipotéticos). Cada cultura apresenta um padrão alimentar que inegavelmente funcionou, sem ser necessário importar tudo de outros países, afinal essa importação/exportação em grandes escalas é recente na história da humanidade. Além disso, mesmo que esse alimento fosse melhor que outro semelhante, o preço seria absurdamente mais caro, o que faria a relação custo-benefício não ser nada favorável. Mais uma vez cabe o registro: não vai ser nenhum desses alimentos que vai fazer milagres se o restante da sua alimentação não estiver adequada.

 

Ponto 4: afirmações do tipo “Só o ser humano come isso”

 

Assim como jogar basquetebol, praticar musculação, confeccionar sapatos ou construir prédios, algumas atividades podem ser exclusivas de nós, seres humanos. A história humana nunca foi pautada pela grande disponibilidade de alimento, ao contrário do que ocorre hoje em dia. O alimento consumido era o que estava disponível. Hoje podemos escolher o que comer e muitos dizem que alimentos que são consumidos há centenas de anos não podem mais ser consumidos, enquanto o suplemento lançado ontem – e que custa uma fortuna – é o melhor para você. Agora, se mesmo assim você acha que não deve ingerir esses alimentos, porque “só o ser humano come isso” fique atento: você não pode mais assar, cozinhar, fritar ou usar outro método de cocção, ou ainda combinar alimentos diferentes em uma única preparação, ou usar talheres, ou sentar-se à mesa porque só o ser humano (ou no máximo um número limitadíssimo de espécies consiga fazer alguma dessas coisas).

 

Não se deixe enganar por pessoas com esse discurso. Quando o assunto é alimentação, só um profissional está apto para te orientar: o nutricionista.

Grande abraço e até o próximo mês!

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Cuidado com as informações que você procura e recebe por aí

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Cuidado com as informações que você procura e recebe por aí, você pode  agendar o seu horário clicando aqui.


Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo?
Conte nos comentários sua opinião sobre: Cuidado com as informações que você procura e recebe por aí.


0 comentários

Mães-Narcisistas
Mães Narcisistas

Mães Narcisistas

O termo “narcisismo” já faz parte da cultura ocidental há mais de século. Tem origem no mito grego de Narciso, rapaz jovem e orgulhoso cuja beleza era admirada por todos. Em uma caminhada ao lado de um rio, Narciso vê seu reflexo na água pela primeira vez. Apaixonado pela própria imagem, ele se mantém junto ao rio para melhor apreciá-la. Por recusar-se a abandoná-la, Narciso morre no local, admirando a si mesmo.
Insonia
Insônia

Insônia

Algumas pessoas enfrentam dificuldades na hora de dormir, seja para iniciar ou manter o sono, como por exemplo, acordam muito mais cedo do que estão habituadas e não conseguem voltar a dormir, acordam no meio da noite ou dormem durante toda a noite e acordam com a sensação de cansaço. Assim, a insônia é caracterizada como a incapacidade de conciliar o sono, seja para adormecer ou permanecer dormindo. “É possível identificar suas causas?” Sim, em sua maioria são consideradas psicofisiológicas.
Ensine seu filho(a) a lidar com as emoções
Ensine seu filho(a) a lidar com as emoções

Ensine seu filho(a) a lidar com as emoções

As crenças dos pais e cuidadores influenciam diretamente em como as crianças irão enxergar o mundo, o outro e principalmente a si mesmas. Todos nós temos nossos medos, ansiedades, sentimos raiva, tristeza e para cada um de nós as emoções têm uma intensidade, um significado e um motivo para que elas se expressem. Ensinar os pequenos a reconhecer as emoções, é muito importante para que tenhamos pessoas mais inteligentes emocionalmente.

Metáfora do alarme desregulado e a ansiedade

Pra que serve um alarme em casa? Para dar segurança e avisar quando a casa é invadida, por exemplo. Imagina se esse alarme está desregulado e ele começa a disparar quando não tem invasão ou até mesmo quando um amigo seu vem te visitar.
Leia mais
Metáfora do alarme desregulado e a ansiedade blog casule

O que é a terapia de Aceitação e Compromisso (ACT) e como ela pode te ajudar

A Terapia de Aceitação e Compromisso ou ACT (Acceptance and Commitment Therapy) foi desenvolvida nos Estados Unidos pelo psicólogo Steven Hayes e por seus colegas Kelly Wilson e Kirk Strosahl. Ela tem se mostrado altamente eficaz na solução de uma série de problemas, desde depressão, ansiedade, dor crônica e até mesmo vício em drogas.
Leia mais

Por que não dá para fugir do que te causa ansiedade?

Um comportamento muito comum em quem sofre de ansiedade é fugir do que a causou. Para uma pessoa que tem medo de falar em público – que tem crises de ansiedade só de pensar que vai estar na frente de uma plateia falando sobre algum assunto – recusar um convite para dar a palestra vai trazer um alívio imediato dos sintomas. Mas será que o problema foi resolvido?
Leia mais

Quando eu devo perdoar meu parceiro?

A reposta para esta pergunta é SEMPRE! Sempre Cris? Mas ele não merece!!! O perdão não é para ele… porque ele merece… é para você! Porque você merece PAZ! Te explico melhor aqui neste vídeo. Vem Comigo!!!
Leia mais

Como ter inteligência emocional?

Quanto maior a inteligência emocional, maior a qualidade das relações e interações sociais. Você já parou para pensar como podemos ter mais inteligência emocional?
Leia mais

Rede Social x Saúde Mental

Existem muitas pesquisas que relacionam problemas de saúde mental, principalmente depressão e ansiedade, com o uso excessivo das redes sociais. Mas o que acontece para que um número cada vez maior de pessoas se sinta atraída como se estivessem hipnotizadas, mesmo sabendo o quanto esse hábito em excesso pode ser prejudicial à saúde mental?
Leia mais

Como lidar com a Ansiedade diante da chegada de um Novo Ano?

A chegada do Ano Novo traz consigo a ideia de Recomeço! Para muitas pessoas, representa esperança, prosperidade e expectativas positivas para ”uma nova vida”. Nessa época, também é comum nos sentirmos ansiosos pela vontade de renovação e mudança. Mas, não podemos nos esquecer que a Ansiedade é uma sensação normal e nem sempre ruim. Ela faz parte do nosso instinto de proteção e nos prepara para lidar com as situações de perigo ou estresse.
Leia mais
Como lidar com a Ansiedade diante da chegada de um Novo Ano

Você reclama demais?

Você já parou para reparar quantas vezes você reclamou hoje? O nosso dia a dia está cada vez mais cheio de obrigações e afazeres. Muitas vezes o cansaço e as preocupações fazem com que façamos das reclamações um hábito. Se você se identificou com esse conteúdo, assista ao vídeo.
Leia mais
Voce Reclama Demais blog casule

Como sair do efeito platô?

Você já percebeu que, no processo de emagrecimento, a perda de peso costuma ser ótima nos primeiros meses, mas depois estaciona? Por que será que isso acontece? E como evitar tal efeito platô e continuar a ter resultados? É isso que a nutricionista Isa Polastri explica no vídeo de hoje.
Leia mais
Como-sair-do-efeito-plato-BLOG
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This