voce-conhece-popotinho-das-emocoes-o-que-esta-por-tras-dele-blog-casule

Você conhece o “Potinho das emoções”? O que está por trás dele?

Atualizado em 03/07/2019
Por Redatora Casule

Você conhece o “Potinho das emoções”? O que está por trás dele?

Atualizado em 03/07/2019
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Você conhece o “Potinho das emoções”? O que está por trás dele?

Viralizou nas redes sociais a brincadeira de preencher com pontos luminosos potinhos que descrevem traços de personalidade, desejos ou medos. O que algumas pessoas não sabem é que esta é uma ferramenta que pode ajudar crianças a nomearem e compreenderem seus sentimentos, seja na escola ou em casa.
         Ensinar a criança a administrar suas emoções e aplicá-las em diferentes contextos é fundamental para que ela enfrente as diversas situações que irão aparecer ao longo de sua vida. A educação emocional auxilia ainda o desenvolvimento integral da criança diminuindo os problemas de disciplina, aumentando a motivação para atividades escolares e fazendo também com que demonstre atitudes mais positivas e melhore suas relações.
         O potinho das emoções pode se tornar um grande aliado na hora de ajudar as crianças a reconhecerem seus sentimentos. Isso faz parte do processo de autoconhecimento e autocontrole.
         O “pote das emoções” leva a criança a entender e a identificar emoções como, por exemplo, alegria, tristeza, raiva e medo. E ao longo do tempo, dependendo da idade e do entendimento da criança, é possível ir acrescentando outras emoções mais complexas, mas é importante que os pais e/ou professores expliquem que às vezes, duas ou mais emoções podem surgir ao mesmo tempo. 

Como fazer:  

Os potes devem ser transparentes e podem ser preenchidos com pedaços de papel coloridos, lãs, bolinhas coloridas, água com purpurina nas cores desejadas ou pintados, como preferir.
         O conjunto de potes deve ficar em um local visível de fácil acesso para a criança, pois ela deve poder pegá-lo para contar sobre seus sentimentos.
         Após a criança contar o que sentiu, anote em um papel a situação, abra o pote e peça para que ela coloque aquela emoção dentro.
         O objetivo é que, no fim da semana, você possa observar quais emoções a criança vive com mais e menos intensidade. Isso pode ser um termômetro importante para que você possa ajudá-lo a reconhecer outras emoções! 

Emoções e suas cores:

         Alegria – Esta emoção é representada pela cor amarela. Quando estamos alegres, ficamos radiantes como o sol.

Exemplo para a criança: Sabe a sensação que você tem quando ganha aquele presente tão desejado de aniversário? 

        Tristeza – Esta emoção é representada pela cor azul. Quando estamos tristes, nosso interior fica azul como as nuvens e chora como se fosse chuva.

terapia-online-casule-banner

Exemplo: Lembra quando aquele seu brinquedo caiu e quebrou? 

         Raiva – Esta emoção é representada pela cor vermelha. Quando estamos com raiva, ficamos vermelhos como o fogo.

Exemplo: Você se lembra quando o te coloquei de castigo por não ter obedecido?

         Medo – Esta emoção é representada pela cor cinza. Quando estamos com medo, nosso interior fica cinza.

Exemplo: Lembra de quando a luz da nossa casa acabou? 

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Você conhece o “Potinho das emoções”? O que está por trás dele?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Você conhece o “Potinho das emoções”? O que está por trás dele?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Você conhece o “Potinho das emoções”? O que está por trás dele?.

0 comentários

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This