Vamos-falar-de-saúde-mental-blog-casule

Vamos falar de saúde mental?

Atualizado em 20/12/2019
Por Redatora Casule

Vamos falar de saúde mental?

Atualizado em 20/12/2019
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Vamos falar de saúde mental?

As discussões acerca da saúde mental são inúmeras, podendo variar sobre seus impactos biológicos, sociais e até mesmo econômicos. Trata-se de um assunto que desperta diferentes posicionamentos, devido a sua complexidade e seu caráter multifatorial. 

Um dos pontos principais a se destacar sobre a saúde mental é sua característica “invisível”, ou seja, de difícil observação direta. Quando uma pessoa possui alguma limitação física, a empatia se torna mais fácil, devido à evidente dificuldade enfrentada pela pessoa; já nos transtornos psicológicos, esse comprometimento não é evidente fisicamente, o que exige uma elaboração maior para que os outros possam entender seu sofrimento, e até mesmo para que a sociedade crie expectativas realísticas sobre sua capacidade de enfrentamento. Esse fator colabora, junto com outros fatores, com a baixa compreensão do problema, e consequentemente baixa aceitação do processo. 

Os fatores relacionados à saúde mental envolvem aspectos biológicos, sociais, cognitivos e contextuais. Dessa forma, sua manifestação pode se apresentar de formas bem variadas, e está altamente interligada à qualidade de vida. A avaliação da qualidade de vida, por sua vez, é algo bem particular, mas podemos considerar fatores que envolvem esse julgamento, como: saúde física, qualidade do sono, alimentação, estados psicológicos e emocionais, relações interpessoais e profissionais, que consequentemente farão parte da saúde mental. 

terapia-online-casule-banner

Para os transtornos psicológicos, existem tratamentos de diferentes impactos, mas que podem juntos auxiliar no processo terapêutico. O uso de medicações específicas para cada caso e as psicoterapias são as principais indicações. Uma dificuldade geral nesse processo é a aceitação do problema pela própria pessoa e dos ciclos sociais sobre a importância do tratamento, a fim de diminuir rótulos associados, como: “isso é coisa de doido”, “isso é fraqueza”, “isso é para pessoas que não sabem resolver seus problemas”; o que tem dificultado o acesso de pessoas ao tratamento e sua permanência no tempo necessário. 

A saúde mental, assim como a saúde física, impacta significativamente as áreas da vida, alterando o desempenho profissional e acadêmico, bem como o interpessoal e afetivo. Sendo assim, não deve ser negligenciado, pois além do sofrimento pessoal, impacta os ciclos de convivência, podendo agravar ainda mais a qualidade de vida dos que estão próximos do indivíduo em sofrimento. 

A sociedade não parece entender bem o que é saúde mental, ou a falta dela, e por isso os rótulos ainda estão presentes no julgamento do problema. O entendimento e a abertura para o assunto têm sido de fundamental importância para que pessoas possam ser ajudadas.


Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Vamos falar de saúde mental?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Vamos falar de saúde mental?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Vamos falar de saúde mental?.

0 comentários

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This