Gravidez

Estou grávida, e agora?

Atualizado em 29/05/2017
Por Redatora Casule

Estou grávida, e agora?

Atualizado em 29/05/2017
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Estou grávida, e agora?

Descobrir uma gravidez é algo complexo e paradoxal, ao mesmo tempo que a mulher fica extremamente feliz, se sente realizada e plena por se tornar mãe, também é o início de diversos medos, inseguranças, pensamentos e preocupações. A alegria e a realização da maternidade, dividem espaço com várias dúvidas, “será que serei uma boa mãe?”, “vou dar conta?”, “será que foi o momento certo?”.

Somado a isso, o corpo sofre modificações, os hormônios ficam alterados podendo afetar o apetite, o sono e o humor. Com o passar dos meses, surge o ganho de peso, as dores nas pernas, os inchaços, a preocupação com a aparência, com o trabalho e com o desenvolvimento do bebê.

É normal ficar ansiosa?

Sim, é normal sentir-se ansiosa, é uma nova fase, geralmente as mudanças causam ansiedade. Além do mais, a mulher adquire um novo papel social, o de mãe. Essa função é atrelada de significados, sensações, expectativas, crenças e comparações.

Por outro lado, surge a alegria das outras pessoas, o cuidado, o interesse e também os famosos conselhos e pitacos “cuidado com as saladas dos restaurantes”, “come canjica que ajuda a dar leite”, entre outros. A nova mamãe pode ficar ansiosa com o tipo de alimentação adequada, como ficará sua vida sexual, ter receio de doenças que afetem a criança, entre outras questões.

Com isso tudo na cabeça, a mãe precisa de apoio para que a ansiedade não ultrapasse um padrão de normalidade da fase. A mulher precisa, nesse momento, de suporte, cuidados específicos, relações humanas positivas que proporcionem um equilíbrio emocional.

terapia-online-casule-banner

É fundamental o acompanhamento médico durante o pré-natal, para monitorar a saúde da mãe e da criança. Informar-se sobre o assunto e esclarecer as dúvidas com o médico, resulta em confiança e diminuição da ansiedade.

E se eu precisar de ajuda?

Precisar de ajuda durante a gravidez, não é sinônimo de fracasso e sim de zelo consigo mesmo e com a saúde do seu filho. Pode ocorrer que a ansiedade esteja insuportável, excessiva, que você sinta-se cansada, estressada, com medo, com problema de auto-estima, configurando-se em um transtorno de ansiedade.

Os transtornos de ansiedade necessitam de tratamento médico e psicoterapêutico. A psicoterapia proporcionará bem-estar tanto para a paciente como para sua criança.

As técnicas cognitivas comportamentais auxiliarão na capacidade da mãe lidar com a ansiedade no decorrer da gravidez, parto e puerpério. No ambiente terapêutico a paciente se beneficiará de um espaço dela, livre de julgamentos, no qual seus pensamentos e medos serão acolhidos de forma confidencial e segura.

Na terapia serão trabalhados os pensamentos, os medos, as preocupações, a auto-estima e o manejo da ansiedade. Proporcionando assim, uma tranquilidade para vivenciar esse momento único e especial que é almejado por diversas mulheres.

Como me manter tranquila para o bem-estar do bebê?

  • Respirar, realizar atividades que proporcionem relaxamento e prazer.

  • Seguir as orientações médicas, cuidar da saúde física e mental, praticar exercícios físicos adequados para a gravidez e alimentar-se de forma saudável.

  • Orientar-se por meio de fontes confiáveis, um curso de gestantes pode auxiliar na insegurança.

  • Não se cobrar tanto, diminuir as expectativas em relação a gravidez.

  • Ouvir experiências positivas de outras mães, filtrar as recomendações alheias e emitir sua opinião de forma assertiva.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Estou grávida, e agora?

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Estou grávida, e agora?, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Estou grávida, e agora?.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This