3 vilões da autoestima

3 vilões da autoestima

Atualizado em 19/07/2021
Por Redatora Casule

3 vilões da autoestima

Atualizado em 19/07/2021
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

3 vilões da autoestima

Aperte o play para escutar este conteúdo.

Na Psicologia, autoestima refere-se à avaliação (positiva ou negativa) que o indivíduo faz sobre si mesmo, ou seja, diz respeito ao valor que atribuímos a nossa própria pessoa a partir de nossa história de vida, das nossas experiências, relações e percepções acerca do mundo e de nós mesmos. Conheça os 3 vilões da autoestima.

Dessa forma, os três principais vilões, isto é, os três principais aspectos que influenciam significativamente (de forma negativa) a nossa percepção sobre nós mesmos e contribui para uma autoestima baixa são:

Insegurança: 

Você já se sentiu inseguro(a), inadequado(a), evitou situações ou perdeu oportunidades por insegurança? Nos relacionamentos, por exemplo, a insegurança aparece como ciúmes excessivo. Já na área profissional, ela te faz evitar situações novas, desafios por medo do que os outros vão pensar, dos julgamentos ou de dar errado.

Contudo, vale ressaltar que você não nasceu inseguro(a). Mas, talvez você tenha desenvolvido a insegurança ao longo da vida ou por não ter sido reforçado(a), encorajado(a) pelos seus pais, ou por receber muitas críticas e punições quando tinha algum comportamento considerado “errado”, ou ainda, por ter sido super protegido(a) a ponto de não desenvolver sua autonomia de forma que se sentisse capaz.

Então, como posso me sentir mais seguro(a)?

A melhor forma de desenvolver a segurança é fazendo as coisas que você sente medo. Mas calma, não precisa fazer nada de forma extrema nem radical. Se exponha aos poucos e de forma gradual. Reflita:

– O que tenho medo, mas gostaria muito de realizar?

– Determine cada etapa até atingir seu objetivo e, em seguida, comece a dar um passinho de cada vez.

Conforme você for conquistando cada uma das etapas, por mais simples que possa ser, tenho certeza que isso já vai te ajudar a se sentir um pouquinho mais seguro(a) e mais motivado(a) a atingir seu objetivo.

Comparações:

As comparações são um grande vilão da autoestima, principalmente na era digital onde as redes sociais ampliaram bastante nosso campo de comparação. Entretanto, apesar de muitas vezes a gente culpabilizar o outro por postar algo que nos faz sentir mal, a verdade é que a gente só se compara porquê de alguma forma estamos insatisfeitos(as) com a nossa própria realidade.

Portanto, ao se comparar se questione: Por que estou me comparando? Eu quero ter ou ser aquilo que a fulano(a) tem ou é? Se sim, o que está no meu controle e posso fazer para isso? Agora que você já sabe o que precisa fazer, você realmente está disposto(a) a fazer? Se sim, é hora de entrar em ação.

terapia-online-casule-banner

Mas, o que posso fazer para evitar me comparar?

Investir no processo de autoconhecimento é fundamental para evitar ou até mesmo acabar com as comparações, pois quando nos conhecemos, olhamos para nossa própria história, reconhecemos nossas virtudes, acolhemos nossas vulnerabilidades, consequentemente desenvolvemos nossa autenticidade, isto é, o nosso jeito único de ser.

Querer agradar todo mundo:

Você tem dificuldade de dizer “não”, de estabelecer limites, pois tem receio de desagradar o outro? Se sim, provavelmente por trás dessa necessidade de agradar tem o medo de ser abandonado(a), rejeitado(a) ou de frustrar o outro. De fato, todo mundo quer ser aprovado(a) pelas pessoas. O problema é quando eu coloco meu valor única e exclusivamente na aprovação alheia. 

Se, por exemplo, você foi ou se sentiu abandonado(a), era punido(a) de forma severa quando errava ou não tinha espaço para expressar sua opinião, você provavelmente foi “ensinado(a)” a ser uma pessoa boazinha com todo mundo na sua infância. Contudo, como adulto(a) hoje, dizer sim para tudo e para todos te adoece, te deixa sobrecarregado(a) e te faz sentir frustrado(a).

Então, o que posso fazer para romper com esse padrão?

Primeiro, é muito importante compreender que você não vai agradar todo mundo a todo momento. Segundo, você precisa aprender a se priorizar antes de priorizar o outro. E terceiro, “dizer não” não significa ser grosseiro(a), inclusive você pode dizer: “Hoje infelizmente não vou conseguir te ajudar”. 

Por fim, não será fácil lidar com esses três vilões, mas é possível. Entretanto, se for muito difícil seguir essas dicas sozinho(a), eu te recomendo buscar ajuda de um profissional para te auxiliar nesse processo.

Terapia Casule

A Casule é uma clínica que pensa na sua saúde e no seu bem-estar que atende de forma presencial e online. Isso faz que possamos cuidar de pessoas em qualquer parte do Brasil e do Mundo!

Venha nos conhecer! Marque uma conversa com nossos terapeutas clicando aqui!

Curtiu o texto? Fica a vontade para relaxar com a gente, conheça nossos áudios de relaxamento, é GRÁTIS!

Compartilhe também a Casule em suas redes sociais, InstagramFacebook e Youtube.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

3 vilões da autoestima

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre 3 vilões da autoestima, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: 3 vilões da autoestima.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dicas para melhorar a concentração

A técnica de autoinstrução é utilizada na psicoterapia para ampliar a atenção em certos eventos, diminuir a impulsividade e aumentar o controle verbal para pessoas que possuem TDAH ou outras demandas.
Leia mais

Como desenvolver o autoconhecimento

O autoconhecimento é muito importante em todos os aspectos da nossa vida. Por isso, nesse vídeo eu trouxe alguns pontos que podem te ajudar a desenvolver o autoconhecimento.
Leia mais
Como desenvolver o autoconhecimento

Sinais de um relacionamento abusivo

Quando conhecemos alguém no início tudo são flores e amores, porém, com a convivência vem as brigas, os desentendimentos, as discordâncias... Mais até aí tudo bem, afinal, todo relacionamento tem dessas coisas, não é mesmo?
Leia mais
Aprenda a identificar um relacionamento abusivo

4 dicas para criar mais intimidade no seu Relacionamento

A intimidade nos relacionamentos é o resultado de uma série de interações entre duas pessoas onde são reveladas informações pessoais sobre aspectos centrais de suas vidas, ao mesmo tempo que ocorre uma atitude de validação e acolhimento por parte de quem recebe essas informações.
Leia mais
intimidade no relacionamento

Família tóxica: será que você vive em uma?

Viver com familiares tóxicos trazem diversos problemas a nossa saúde, muitas vezes são pessoas negativas que agem "sem perceber" e que acabam com nossa saúde mental. Neste vídeo, trouxe estratégias para te ajudar a conviver com uma família toxica.
Leia mais
Familia tóxica BLOG
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This