O recomeço como forma de cura_--psicóloga---Christina---Casule

O recomeço como forma de cura

Atualizado em 23/11/2018
Por Cristina Daret

O recomeço como forma de cura

Atualizado em 23/11/2018
Por Cristina Daret
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

O recomeço como forma de cura

Todos nós passamos por situações que podem gerar dor e/ou sofrimento. Estamos sempre expostos à possibilidade de sermos demitidos, perdemos alguém que nos era importante e faleceu, termos uma forte decepção com o término de uma relação amorosa ou mesmo por termos sido promovidos, por exemplo, e isso ter nos obrigado a mudar de cidade, deixando assim toda a nossa rotina ou amizades para traz. Os motivos podem ser diversos e jamais teremos como nos proteger de maneira absoluta de tais dores.

            No momento em que nos vemos atingidos pelo sofrimento é necessário que tenhamos claro que cada dor é pessoal, ainda que passemos por experiências parecidas. Compreendermos aquilo que nos causou tanto sofrimento e aceitarmos que, ao passarmos pelo processo de cicatrização, teremos a oportunidade de recomeçar, pode nos trazer ganhos e ajudar a diminuir o que está nos causando dor. É preciso reconhecê-la, aceitá-la e entender a sua importância enquanto meio de aprendizagem para que, só então se possa seguir.     

Como podemos buscar a cicatrização da dor que nos permitirá o recomeço?

  • Reconheça a sua dor e a aceite

O esforço que por vezes fazemos tentando esconder, de nós mesmos e de quem nos cerca, as tristezas que sentimos, é quase tão grande e significativo quanto a dor em si. É necessário que reconheçamos a dor que estamos passando e a aceitemos para que seja possível superá-la. Permitir-nos viver tal dor, sentir, sofrer, refletir é o que nos ajudará a superá-la e é preciso habituar-se a esse processo. 

terapia-online-casule-banner
  • Descubra o que de fato alivia a sua dor

Cada pessoa precisa descobrir aquilo que traz alívio a sua dor. Alguns buscam algo que lhe permita estar em contato com a natureza, outros preferem fazer uma atividade física, dedicar seu tempo a uma boa leitura, aprender algo novo (nova língua, instrumento musical, pintura, bordados, etc), ajudar alguém com visitas em hospitais ou trabalhos voluntários com pessoas carentes, por exemplo. Muitas são as opções, o importante é que você possa descobrir o que vai ser mais prazeroso para você e lhe permitirá que se desconecte em alguns momentos dos seus problemas e se torne mais fortalecido para encará-los.

  • Não tenha receio de solicitar auxílio

Um período de isolamento pode ser necessário para se alcançar a cura. No entanto, passar por períodos longos de solidão pode ser prejudicial. Busque apoio com seus amigos e familiares, recorra aos grupos de ajuda e caso você siga alguma religião busque fortalecimento na sua crença.

  • Perceba o que foi positivo nessa experiência

Por maior que tenha sido a sua dor, sempre é possível retirar algo de positivo. Olhar para trás, distanciando-se do sentimento de culpa, pode lhe permitir sair dessa situação, que lhe trouxe tanta dor, mais sábio e resiliente. 

E lembre-se de algo importante. A escolha sempre será sua! O caminho de buscar culpados, de reclamar, de se posicionar como vítima ou de permanecer no sofrimento é uma das opções. Assim como o caminho de viver o sofrimento, mas não se entregar a ele, e se você não conseguir sozinho (a) não hesite em solicitar ajuda.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Psicóloga, pós-graduada em Terapia Cognitivo Comportamental. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

O recomeço como forma de cura

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre O recomeço como forma de cura, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Cristina Daret, aqui no Blog.
Psicóloga, pós-graduada em Terapia Cognitivo Comportamental. Conheça o meu Instagram. | Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: O recomeço como forma de cura.

0 comentários

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This