Habilidades-auditivas---fonoaudiologa---Flávia---Casule

Habilidades auditivas

Atualizado em 16/10/2018
Por Redatora Casule

Habilidades auditivas

Atualizado em 16/10/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Habilidades auditivas

Você sabia que ouvir é muito mais do que apenas escutar? É preciso detectar, discriminar, reconhecer e compreender o som que estamos ouvindo. Essas capacidades são chamadas de habilidades auditivas e são necessárias para que o indivíduo possa interpretar aquilo que ele ouve. Elas são desenvolvidas nos primeiros anos de vida do indivíduo e são fundamentais para o processo de desenvolvimento da linguagem.

 

Algumas das habilidades auditivas são:

– Detecção: é a habilidade de perceber a presença ou ausência de um som. Está presente desde a vida intra-uterina.

– Localização: é a habilidade que o indivíduo tem de localizar auditivamente a origem da fonte sonora. Ocorre inicialmente lateralmente até atingir todos os ângulos.

– Discriminação auditiva: é a habilidade de perceber a diferença ou semelhança entre os sons.

– Fechamento: é a habilidade de perceber uma frase ou uma palavra por inteiro mesmo quando partes são omitidas.

– Figura-fundo: é a habilidade de reconhecer o que foi dito na presença de sons competitivos.

– Sensação sonora: é a habilidade de perceber a intensidade, a frequência e a duração de um som.

terapia-online-casule-banner

– Memória: é a habilidade de armazenar diferentes estímulos auditivos.

– Síntese (ou integração binaural): é a habilidade de reconhecer os estímulos que são apresentados de forma simultânea ou alternada em ambas as orelhas.

– Atenção: é a habilidade de acompanhar um estímulo auditivo mesmo que a atenção primária esteja em outro estímulo.

 

Características de quem apresenta dificuldade nas habilidades auditivas

A dificuldade em uma ou mais dessas habilidades pode estar relacionada à dificuldades escolares, dificuldades no convívio com outras pessoas e diminuição da auto estima, pois, frequentemente, a criança que tem dificuldade no processamento auditivo apresenta dificuldade para entender o que é falado quando há competição sonora, tem o tempo de atenção reduzido, apresenta dificuldade de concentração, dificuldade para seguir ordens, dificuldade para lembrar o que foi dito e dificuldade de entender piadas e ironia, o que pode ocasionar, além de um baixo desempenho escolar, isolamento social.

 

Como estimular as habilidades auditivas

A estimulação das habilidades auditivas auxilia no aprendizado da criança e é fundamental no desenvolvimento da linguagem. Mas como podemos estimular tais habilidades nas crianças? Existem maneiras muito simples de fazer isto! As habilidades auditivas podem ser estimuladas através da repetição das vocalizações do bebê, da imitação dos sons dos animais e de coisas do cotidiano da criança (barulhos de meios de transporte, eletrodomésticos, sons da natureza, instrumentos musicais etc), da utilização de brinquedos que façam diferentes sons, através das músicas, além da própria contação de histórias. Estamos cercados de estímulos auditivos a todo momento e podemos aproveitá-los para estimular as habilidades auditivas dos bebês e das crianças.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Casule Play

Habilidades auditivas

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Habilidades auditivas, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Habilidades auditivas.

0 comentários

Como tratar a Fobia Social
Como tratar a Fobia Social

Como tratar a Fobia Social

A ansiedade ou fobia social é quando a pessoa no contato social, no contato com o outro tem o seu objeto fóbico de medo, de ansiedade. Assim, qualquer circunstância que ela precise se expor a uma situação social desde as mais simples, como por exemplo, cumprimentar alguém, fazer ou receber um elogio, ela já sente uma ansiedade extrema e com sintomas físicos.
Fome fisiológica versus Fome emocional
Fome fisiológica x Fome emocional

Fome fisiológica x Fome emocional

Não é incomum se deparar com situações e períodos estressantes na vida da maioria das pessoas e uma das primeiras consequências é sair da dieta. Por essa razão a fome fisiológica (homeostática) muitas vezes pode ser confundida com a fome emocional (hedônica). E como diferenciá-las?

O tripé da Autoestima?

Autoestima é um dos assuntos mais falados no momento. E, apesar de aparecer sempre muito atrelado à autoimagem (forma como o indivíduo se enxerga), ela é muito mais que isso.
Leia mais
O tripé da Autoestima

Dicas para lidar com a insônia

Você sabia que os nossos comportamentos e atitudes durante o dia estão totalmente ligados com o nosso sono? Por isso, nesse vídeo, abordei quais são os tipos de insônia, e sugeri algumas mudanças para que você pode adaptar a sua rotina, e como consequência, melhorar a qualidade do seu sono.
Leia mais
Dicas-para-lidar-com-a-Insônia

Objetivos da Orientação Profissional

A Orientação Profissional é um processo de avaliação que auxilia qualquer pessoa, independente da idade, a escolher uma faculdade ou um curso profissionalizante, e até mesmo mudar de carreira.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This