Formas simples para remediar a procrastinação

Atualizado em 20/06/2015
Por Nayara Benevenuto

Formas simples para remediar a procrastinação

Atualizado em 20/06/2015
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Formas simples para remediar a procrastinação

slide_335589_3379286_free

A procrastinação é um dos tópicos sobre os quais eu não canso de escrever. Não existe ninguém ao nosso redor que não fique enrolando ou procrastinando: é um fato da vida.

Está dentro de nós. Achamos que vamos fazer algo mais tarde, ou ler aquele romance clássico mais tarde, ou aprender francês depois. Mas sempre exageramos nas nossas estimativas sobre quanto poderemos fazer mais tarde. Exageramos na estimativa de conseguirmos combater a procrastinação no futuro.

Se o seu eu atual não consegue combater a procrastinação, por que conseguirá no futuro?

POR QUE PROCRASTINAMOS

Vamos dar uma rápida olhada nos motivos que nos fazem procrastinar. Existem muitos motivos, que estão relacionados em formas diferentes:

1. Queremos gratificação instantânea. Ficar largado no sofá é bom, talvez melhor agora do que sair para fazer uma corrida. Ler blogs é mais fácil, agora, do que ler um romance clássico.  Checar o Facebook ou e-mail é mais fácil, agora, do que fazer o projeto que estamos enrolando. Comer bolo de chocolate é mais saboroso, agora, do que comer vegetais.

2. Temos medo de algo. Podemos não escrever aquele nosso capítulo de livro por existirem problemas com a escrita que ainda não descobrimos (muitas vezes pelo fato de não termos pensado no assunto decentemente). Ou nós podemos estar com medo que vamos fracassar ou parecer idiotas ou estúpidos. Estamos com medo do desconhecido, o que é muito poderoso pois não examinamos o medo – apenas o deixamos escondido no fundo da nossa mente. Temer algo nos faz querer colocar pra baixo do tapete, adiar sequer pensar sobre o assunto, e fazer algo bastante fácil e seguro no seu lugar.

3. É fácil – não existe nenhuma consequência negativa agora. Quando estávamos na escola e tínhamos um professor olhando o que fazíamos e dando bronca quando não fazíamos as tarefas e exercícios, a tendência era fazer as tarefas (até quando alguns de nós descobriu que poderia ignorar as broncas). Mas quando chegamos em casa, algumas vezes não tinha ninguém de olho na gente… de modo que não havia nenhuma consequência negativa imediata em assistir TV ou jogar games. Claro que a gente poderia depois ficar com uma nota ruim amanhã, mas isso não é o momento imediato. A mesma coisa vale para o uso da Internet ou fazer outros tipos de procrastinação: vamos pagar por isso mais tarde, mas no momento presente ninguém está bravo conosco.

4. Exageramos na estimativa de quem seremos no futuro. Frequentemente temos uma longa tarefa de coisas que queremos fazer, pois pensamos que podemos fazer um monte de coisa no futuro. A realidade é geralmente um pouquinho pior do que esperamos, mas isso não nos impede de pensar que o futuro será diferente novamente. Pelo mesmo motivo, pensamos que é OK enrolar, pois vamos fazer isso mais tarde, com certeza. Nosso eu futuro será incrivelmente produtivo e focado! Exceto que nosso eu no futuro também é preguiçoso e não faz as coisas na hora. Maldito eu do futuro!

QUATRO SOLUÇÕES PODEROSAS

Agora que conhecemos os problemas, as soluções não devem ser muito difíceis de ser descobertas. Apenas não as deixe pra depois, ok?

1. Pare e pense. Quando permitimos os pensamentos acima seguirem sem estarmos realmente conscientes, acabamos procrastinando. Quando acabamos parando para pensar sobre esses pensamentos, podemos racionalmente perceber que eles estão errados. A gratificação instantânea de ficar enrolando ou comendo porcaria pode levar a gente ter problemas depois. Os medos são exagerados e não devem ficar na frente do nosso caminho.

Não ter consequências negativas agora não significa que não haverá consequências negativas mais tarde. Nosso eu do futuro não é tão fodão como gostaríamos de imaginar. Então, pense sobre as coisas que está fazendo, e comece a fazer mais dessa coisa racional. Use as estratégias abaixo também, mas o pensamento é o começo.

2. Aproveite o processo. Quando temos medo de algo, deixamos pra depois. Mas, ao invés, se podemos aprender a aproveitar e ter prazer, não será tão difícil ou terrível. Entre para o momento presente, e terá prazer em cada ação. Por exemplo, se você quer sair para correr, não pense sobre a dura corrida adiante, mas sobre colocar seu tênis.

E então focalize em sair pela porta – não é tão difícil. Agora, focalize em fazer um aquecimento com uma caminhada rápida ou um trote. Isso pode ser gostoso. Aproveite. E, então, quando suas pernas começam a aquecer e você corre um pouco mais rápido, aproveite o belo ambiente. Esse processo pode ser feito com qualquer coisa, de lavar pratos a ler ou escrever. Aproveite o momento, sem pensar em coisas do futuro que você teme, e a atividade pode ser muito prazerosa e até divertida. E se for assim, você não vai deixar para depois.

3. Crie responsabilidades e comprometimentos. Se não tiver ninguém te vigiando, haverá a tendência de deixar a bola cair. Então crie um ambiente à prova de procrastinação: encontre pessoas para te cobrar. Eu entrei para um desafio online de boa forma nesse mês, de modo que eu posso relatar meus exercícios para o fórum. Fiz a mesma coisa para corrida, parar de fumar, escrever um romance. Você pode inclusive usar seus amigos e família ou Facebook, ou email.

4. Bloqueie o seu eu do futuro. Seu eu do futuro é tão propenso a enrolar como você. Então, bloqueie esse xarope. Use um programa como Freedom para bloquear seu acesso à Internet por um certo período de tempo, de modo que seu eu do futuro tem foco ao invés de ficar lendo blogs. Desligue sua TV a cabo, elimine a comida porcaria de sua casa, destrua seus cartões de crédito… faça o que for necessário para tornar bem difícil para seu eu do futuro enrolar ou cair em tentação. Ou pelo menos force seu eu do futuro a parar e pensar antes de fazer qualquer coisa boba.

Fonte: http://www.produtividadeninja.com/o-pequeno-livro-para-remediar-a-procrastinacao/

PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Formas simples para remediar a procrastinação

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Formas simples para remediar a procrastinação, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Formas simples para remediar a procrastinação.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This