Mindfullness: aprenda a praticar a atenção plena

Atualizado em 16/02/2016
Por Nayara Benevenuto

Mindfullness: aprenda a praticar a atenção plena

Atualizado em 16/02/2016
Por Nayara Benevenuto
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Mindfullness: aprenda a praticar a atenção plena

O termo “mindfulness” já é muito conhecido e tem sido traduzido para o português como “atenção plena”. São várias as técnicas e exercícios da mente, programas estruturados de treinamentos ligados ao foco de atenção, estado de presença, percepção, contato, observação e interação. Tudo pode ser feito através do consciente ou estimulando o inconsciente, como a produção de um estado hipnótico leve e de duração suficiente para o processo. Para entender melhor é necessário ter um domínio da importância do estado mental e o que isso pode significar.

O simples fato de estar presente, sem julgar, sem avaliar ou analisar, pode ser uma experiência rica e poderosa para o bem-estar físico e mental que o mindfullness proporciona. São diversas as formas de conexão que você poderá experimentar através desse novo modelo de treinamento mental. É uma experiência relativamente subjetiva e grande impacto.

Os benefícios desse processo são incríveis. Nossa mente tem poder de cura para questões emocionais e físicas, de resolução de questões, de tomada de decisão, etc. Ao estimular a mente para um estado especial de atenção, através do mindfullness, novas conexões neurais podem se formar e com isso, novos processos de aprendizado podem ser estimulados. A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em ver novas paisagens, mas em ter novos olhos?, já dizia o escritor Marcel Proust.

Os benefícios desse processo são incríveis. Nossa mente tem poder de cura para questões emocionais e físicas, de resolução de questões, de tomada de decisão, etc. Ao estimular a mente para um estado especial de atenção, através do mindfullness, novas conexões neurais podem se formar e com isso, novos processos de aprendizado podem ser estimulados. ?A verdadeira viagem de descobrimento não consiste em ver novas paisagens, mas em ter novos olhos?, já dizia o escritor Marcel Proust.

Ao vivenciar um programa de treinamento através de percepção da respiração, das sensações corporais, dos movimentos do corpo, você abre espaço para mudanças e crescimento pessoal. Cada uma das técnicas tem um propósito muito parecido, como por exemplo, focar a atenção no simples, no momento presente, nas ações físicas, esvaziar a mente ou direcionar o pensamento para algo específico, etc.

Tente praticar o mindfullness em casa!

Você pode inventar seu modo de preparar sua mente para o estado de presença do mindfullness. Você pode praticar esses três exercícios que são fáceis, simples e grande importância:

1) Banho: Ao tomar banho, ponha sua atenção ao momento presente e tudo que envolve o seu banho: seu corpo, textura, temperatura, sensação, a água que te toca, o sabão, etc. Esse movimento mental não deixa de ser um leve estado hipnótico. Tudo que você deve prestar atenção é no que está fazendo e acontecendo aqui e agora. Com isso, outros pensamentos, ditos intrusos, são deixados de lado, sem que eles tomem lugar do seu objetivo. Você pode treinar cada vez mais para estar no comando do seu pensamento. Você domina suas ideias e não ao contrário.

2) Lavando o rosto ao acordar: Ao lavar o rosto ao acordar, você pode fazer o mesmo processo descrito acima. Sua atenção pode e deve estar na ação realizada, nas suas mãos que tocam o rosto, na água, no sabão, etc. Quanto mais simples a ação executada melhor, assim, você evita desvios de atenção e emoções invasivas quando o momento pede sua serenidade e total capacidade para o estado de presença. Ideias negativas, crenças errôneas e mal estar são eliminados ao estar pleno no presente.

3) Abrindo a porta de casa: Esse pode ser um bom momento de treino. Até mesmo para iniciantes, justamente, por ser algo feito num curto espaço de tempo. Focalize sua mente nas suas ações. No seu corpo, no seu movimento, no peso da chave, no que seus olhos veem, na fechadura a sua frente, na porta, etc. O que você pode perceber ao eliminar seu dialogo interno (aquela voz dentro da sua mente)? Como sua vida se torna mais leve ao estar em contato com as coisas como são e não como você fantasia? Prove essa nova sensação de liberdade.

As diversas práticas que envolvem um estado diferenciado de atenção aqui citadas são muito úteis para o processo de estímulo e cura mental. Praticá-las lhe dará novas condições de bem estar e aprendizado. Boa sorte no seu aqui e agora!

Fonte: http://www.minhavida.com.br/bem-estar/materias/20493-mindfullness-aprenda-a-praticar-a-atencao-plena

PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo
Casule Play

Mindfullness: aprenda a praticar a atenção plena

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Mindfullness: aprenda a praticar a atenção plena, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Nayara Benevenuto, aqui no Blog.
PSICÓLOGA Especialista em terapia cognitiva-comportamental com adultos e tem formação em terapia cognitiva sexual além de atuar na avaliação bariátrica. Clique para marcar uma consulta comigo

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Mindfullness: aprenda a praticar a atenção plena.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This