Filhos que não se sentem amados

Atualizado em 16/06/2016
Por Redatora Casule

Filhos que não se sentem amados

Atualizado em 16/06/2016
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Filhos que não se sentem amados

Quando as crianças estão crescendo, sobretudo tornando-se adolescentes, é natural que no decorrer desse processo sintam-se não amadas algumas vezes. Por outro lado, nem sempre os pais conseguem expressar o amor que sentem pelos seus filhos, e há algumas razões para que isso aconteça

Os pais possuem uma autoimagem negativa

Quando os próprios pais não se amam, ou desenvolveram uma concepção negativa de si mesmos, quer emocional ou fisicamente, eles tendem a passar esse sentimento para os filhos, sobretudo se são muito parecidos com eles próprios. Geralmente, a pessoa que não gosta de si mesmo tem dificuldade em expressar amor, pois tende a projetar seus sentimentos negativos para os outros, e as crianças são aquelas mais próximas, portanto, mais fáceis de serem influenciadas negativamente.

Pais que são imaturos

Quando os pais não estão preparados para assumir a responsabilidade de ter e criar um filho, podem tornar-se ressentidos por ter de cumprir um papel bastante desafiador, e, portanto, tornam-se impacientes e às vezes rudes, não aceitando a situação.

Pais que não receberam amor

Para algumas pessoas, demonstração de carinho é sinônimo de fraqueza. Há pais que foram criados sem receber carinho e, portanto, se incomodam se os filhos tentam ser carinhosos com eles.

Pais que sofreram traumas

Quando os pais passaram por um grande trauma em suas vidas, essas lembranças podem voltar a aparecer, sobretudo quando o filho tiver a idade aproximada que eles tinham ao vivenciar essa situação. O resultado disso é que os pais podem rejeitar o filho, ou, ao contrário, tornarem-se superprotetores. De ambas as formas, essas atitudes refletem diretamente nos filhos.

Pais que estão sentindo-se velhos

Ter filhos e vê-los crescer nos faz pensar que o tempo está passando e estamos nos tornando mais velhos. Para alguns pais, há uma verdadeira fobia do envelhecimento, o que pode causar tensão e até mesmo ressentimento, que acabam magoando os filhos pois eles representam, quer queiram ou não, o passar dos anos para os pais.

terapia-online-casule-banner

Pais que querem que seus filhos sejam como um reflexo deles

Muitas vezes os pais querem que os filhos tenham as mesmas atitudes, escolhas e opiniões deles. Quando percebem que os filhos são diferentes ou não querem fazer aquilo que desejam, os pais tendem a revoltar-se, e achar errado que eles tomem atitudes contrárias às suas opiniões, o que começa a gerar conflitos familiares.

Pais carentes que sobrecarregam os filhos

Alguns pais são tão dependentes dos filhos que não os deixam alçar voo, e começam a fazer chantagens emocionais, como “se você me deixar sozinha, posso ter um enfarto”, por exemplo. Essas atitudes prejudicam grandemente seus filhos, pois não permitem que estes evoluam sem que sintam-se culpados.

devido a atitudes errôneas na criação, alguns pais envergonham-se dos filhos

Filhos rebeldes, que respondem de modo grosseiro ou agem de modo indesejável devido a problemas decorrentes, muitas vezes, da própria criação, podem fazer com que os pais não demonstrem afeto para com eles.

Como podemos perceber, as atitudes dos pais e as experiências que estes passaram, bem como o modo como enfrentam suas dificuldades, produz grande impacto na vida dos filhos. Com o auxílio de terapia, é possível perceber qual é o problema ou problemas que vem causando a dificuldade de relacionamento entre pais e filhos. Apenas um profissional de psicologia consegue diagnosticar com clareza o impasse e ajudar pais e filhos a compreender e tomar as medidas necessárias para que possam conviver em harmonia, e evitar que tais empecilhos prejudiquem a vida emocional e profissional de ambos.

FONTE:/www.psicologoeterapia.com.br/psicologia-infantil/filhos-que-nao-se-sentem-amados/

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Filhos que não se sentem amados

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Filhos que não se sentem amados, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Filhos que não se sentem amados.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quando a rede social deixa de ser um prazer e impacta sua saúde emocional

Atualmente, as redes sociais são uma grande forma de interação social, nos conectando a amigos, familiares e pessoas do mundo todo. Auxiliam também na compra e venda de produtos, e contribuem para a disseminação de informações. Mas, mesmo com todas essas vantagens, as redes sociais também podem ser um ambiente bem tóxico.
Leia mais

AVALIAÇÃO PARA CIRURGIA BARIÁTRICA: entenda porque não pode ser realizada em uma única sessão

A avaliação para cirurgia bariátrica é um processo que consiste na utilização de diversas ferramentas para avaliar o paciente e possibilitar a elaboração do laudo. E como todo processo, não é viável ser realizado em uma única sessão, pois uma série de requisitos precisa ser cumprida para zelar pelo cuidado e segurança do paciente, além da fidedignidade do resultado.
Leia mais

Você já parou para pensar no seu propósito de vida?

A autocobrança excessiva é entendida como uma super exigência que fazemos para nos disciplinar a alcançar um determinado objetivo. Porém, como o próprio nome já diz, a autocobrança é uma pressão interna, uma “voz” interna que é extremamente exigente com você e que não minimiza a cobrança apesar de qualquer situação.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

A autocobrança excessiva é entendida como uma super exigência que fazemos para nos disciplinar a alcançar um determinado objetivo. Porém, como o próprio nome já diz, a autocobrança é uma pressão interna, uma “voz” interna que é extremamente exigente com você e que não minimiza a cobrança apesar de qualquer situação.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This