autoconceito

Autoconceito

Atualizado em 22/05/2018
Por Redatora Casule

Autoconceito

Atualizado em 22/05/2018
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Autoconceito

Desde que nascemos entramos em contato com outras pessoas e, em nosso processo de socialização, vamos pouco a pouco formando uma ideia de quem nós somos e de como são as pessoas com quem interagimos.

Você sabia que o contato social é tão relevante à formação de nosso autoconceito que nosso eu é visto como um fenômeno social?

Nosso autoconceito é formado, em grande parte, em decorrência de fatores interpessoais e sociais e é relevante em uma variedade de situações.

Saber como somos

É importante saber como somos a fim de melhor entender a influência que isso tem no processo de interação social. É a partir da percepção de nós mesmos e da percepção de como nos relacionamos e nos comparamos com os outros que nosso autoconceito se forma.

terapia-online-casule-banner

A partir do processo de conhecimento de nosso autoconceito forma-se uma estrutura cognitiva conhecida por autoesquema:

  • Generalizações cognitivas acerca do autoconceito;
  • Decorrem de nossa experiência passada e passam a ter papel ativo no processamento de informações sobre nós mesmos;

Essa ideia que temos de nosso complexo e multifacetado eu é formada utilizando várias fontes de informações:

  • Introspecção: Processo de olhar-se para dentro. Conhecer nossos pensamentos, emoções e motivações. Nos permite acesso a conteúdos conscientes e formar uma narrativa relativa do nosso eu;
  • Percepção de nosso comportamento: A maneira pela qual nos comportamos constitui importante fonte de informação acerca de como somos. De acordo com Deci (1975) há duas motivações para os nossos comportamentos: Interna: aquela que vem de dentro e independe de estímulos externos; Externa: que deriva de estímulo externos.
  • Comparação social: Tendemos a nos avaliar constantemente quanto às nossas opiniões e capacidades. Apreciação feita pela comparação com uma realidade objetiva ou, na falta desta, por meio da comparação com outras pessoas.
  • Influência do contexto social: A observação de nossas reações e as características da situação em que elas ocorrem nos ajudam a melhor conhecer a nós mesmos. Nossos sentimentos são mesmo influenciados significativamente pelo modo como interpretamos ou avaliamos a situação em que nos encontramos. Nossos estados fisiológicos podem nos servir de guia.

 

Uma vez formado nosso autoconceito (processo cognitivo) desenvolvemos um afeto, geralmente positivo, em relação a ele (processo afetivo). A autoestima é o resultado da autoavaliação de nosso autoconceito: quando o afeto dirigido ao nosso autoconceito é negativo, nossa autoestima fica baixa, quando nosso afeto é positivo, nossa autoestima fica alta. É importante observamos o quanto nosso autoconceito e a autoestima diz de nossos comportamentos diários.

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Autoconceito

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Autoconceito, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Autoconceito.

0 comentários

5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.

Entenda o caso: mulher flagrada com mendigo

A notícia do envolvimento de uma mulher com um morador de rua trouxe muita repercussão na mídia. A mulher foi extremamente exposta e o morador de rua infelizmente teve "dias de glória". Mas o que pode explicar esse surto que a mulher teve? Neste vídeo, a Dra. Cristiane Schumann levanta algumas hipóteses e explica o que é transtorno bipolar do humor com sintomas psicóticos, em estado hipomaníaco. Lembrando que o mais importante é que saúde mental da mulher seja reabilitada e as pessoas esqueçam rápido o que aconteceu e a ajude nesse processo de recuperação.
Leia mais

Perigo! Exercícios em excesso

Neste vídeo, a Dra Cristiane Schumann fala sobre vigorexia. Um transtorno onde já uma distorção da imagem corporal e a pessoa tende a se ver menos “forte” do que ela realmente é. Com isto, há uma necessidade constante por musculação, atividade física em busca de um corpo muscularmente perfeito.
Leia mais

A importância de dizer ‘não’

Você é o amigo bonzinho que diz sim pra todo mundo? Muitas pessoas apresentam essa dificuldade de dizer não e isso pode atrapalhar nossa vida de várias maneiras. Nesse vídeo eu vou te mostrar a a importância de dizer não e te ajudar a falar sim pra você mesmo!
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This