Amor obsessivo

Atualizado em 04/08/2016
Por Redatora Casule

Amor obsessivo

Atualizado em 04/08/2016
Por Redatora Casule
Junte-se a milhares de pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Amor obsessivo

Como lidar com o amor obsessivo

Você sabe qual é a diferença entre amor e obsessão? Algumas vezes os sentimentos de posse e de dependência se tornam mais fortes do que os de querer bem e de carinho. Nesses casos, é preciso estar atento e tomar medidas que ajudem a equilibrar o lado emocional. Uma relação obsessiva não faz bem a ninguém! Veja como você pode diferenciar o amor da obsessão:

Meu amor é obsessivo?

Esta pode ser uma resposta muito difícil de se obter, principalmente porque quem tem esse sentimento costuma achar que é normal amar demais. Toda a dependência, insegurança e intensidade de emoções são confundidas com um sentimento forte e natural. Então, como saber que deixou de ser amor e se transformou em obsessão? Comece analisando os seguintes pontos:

  • Você tem um sentimento forte de dependência?
  • Você se sente inseguro o tempo todo?
  • Você tem ciúmes além do normal?

Se sua resposta foi sim para todas estas perguntas, é hora de avaliar seu sentimento. Para começar, é importante deixar claro que amor não é dependência. Sentir que você só será feliz se tiver a outra pessoa por perto não é saudável. A insegurança constante também é um indicativo de que algo não está bem. Passar a maior parte do tempo preocupado com o que o outro está fazendo só contribui para estragar o relacionamento; a mesma coisa vale para o ciúme exagerado.

Como isso pode atrapalhar o relacionamento

Uma relação obsessiva faz mal tanto para quem tem este sentimento quanto para a outra pessoa envolvida. O obsessivo sente uma vontade constante de estar com a outra pessoa, tem dificuldade de encontrar prazer em atividades de lazer sozinho e acredita que toda sua felicidade depende da pessoa amada. Já quem tem um relacionamento com alguém que ama demais se sente sufocado e se vê envolvido em um relacionamento que não é saudável.

terapia-online-casule-banner

Quando o amor é obsessivo todas as reações costumam ser exageradas, o que prejudica muito o relacionamento. Como o ciúme costuma ser maior do que o normal, uma simples demora para atender ao telefone pode ser motivo para uma briga entre o casal. É normal que quem sofre de obsessão também queira que a outra pessoa corresponda o sentimento em igual intensidade; quando isso não acontece, a dependência e a insegurança só aumentam.

O tratamento do problema

Se você se identifica com os sintomas apresentados acima, pode ser hora de procurar ajuda especializada. O amor obsessivo não é saudável para o casal, toma conta do cotidiano da pessoa e afeta todas as áreas da vida. Um psicólogo é o profissional ideal para avaliar cada caso.

Esse tipo de amor pode ser consequência de um transtorno obsessivo-compulsivo ou de personalidade dependente. Ambos os casos podem ser tratados com a psicoterapia, que ajuda a encontrar a origem do problema e a exercitar novos comportamentos que levem a uma vida mais feliz e equilibrada. Amor faz bem! É reciprocidade, troca de experiências e um sentimento de bem-estar quando se está com a pessoa amada.

FONTE:www.psicologosberrini.com.br/terapia-de-casal/amor-obsessivo/

Guia com as 15 Técnicas para reduzir a ansiedade
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.
Casule Play

Amor obsessivo

Se você quiser saber mais ou conversar com um dos nossos profissionais sobre Amor obsessivo, você pode  agendar o seu horário clicando aqui. Ou você pode ver mais sobre Terapia Online, Acompanhamento semanal com nossa Nutricionista ou Como ter mais produtividade com o nosso Coach!
Redatora Casule, aqui no Blog.
Sou focada em achar o melhor conteúdo que já foi publicado na rede e trazer informações que são relevantes e agregam valor para você.

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários sua opinião sobre: Amor obsessivo.

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

8 Dicas para melhorar a sua autoestima

Tem dias que você acorda e não se sente satisfeito com o que é? Não consegue sentir orgulho do que faz e das suas conquistas? Tem dificuldade de enxergar seus pontos fortes e suas qualidades? Pois é, você pode estar com baixa autoestima e isso é muito comum de acontecer. Buscar meios para melhorar a autoestima é um grande passo. Seja através da leitura de um livro sobre o assunto, pesquisas, assistindo vídeos ou mesmo através da ajuda profissional.
5 sinais clássicos que você se cobra demais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.

6 dicas para lidar com a traição

A descoberta de uma traição é capaz de transformar qualquer relacionamento amoroso, seja namoro ou casamento. A vida do casal pode mudar para melhor ou piorar consideravelmente, mas, com certeza, nunca mais será a mesma.
Leia mais

3 estratégias para controlar seu dinheiro

Ser positivo é algo muito bom, porém quando falamos de dinheiro, devemos ser realistas e conhecer bem a nossa própria condição financeira. Por isso, ter inteligência emocional nas finanças se torna algo tão importante.
Leia mais

5 sinais clássicos que você se cobra demais

Como lidar com a sensação incômoda de autocobrança excessiva? Como lidar com aquela voz que fica na nossa cabeça falando “você deveria ter feito isso”, “eu deveria dar conta… “você não podia ter feito aquilo”, “você podia ter feito diferente”, “porque eu sou assim?”, dentre outras tantas frases de cobrança que nós mesmos fazemos conosco.
Leia mais

Geração Tik Tok: 3 vícios do momento

Uma tela de celular, um vídeo vertical e um minuto da sua vida. Esses três elementos são a essência do Tik Tok, a rede social de vídeos curtos que está viciando os jovens e já mudou os hábitos de consumo de vídeos de milhares de usuários. Você abre às 19h, e quando olha para o relógio novamente, já se passou uma hora.
Leia mais
Tenha o total controle das suas emoções conte com a Casule para o seu bem-estar.
Share This